Aplicativo para smartphones dedura blitz da Lei Seca

A Polícia Civil pode abrir um inquérito para investigar um aplicativo para smartphones criado no ano passado que funciona como o perfil do BlitzBH, no Twitter.


Da Redação

01/02/2013 - 19:28

Além de burlar a lei no boicote às blitze, o aplicativo pode servir como auxílio a criminosos para fugir do cerco policial.

O aplicativo traz um mapa com os locais das viaturas da polícia, informações sobre o tráfego, radar e acidentes. Ele é nacional e, assim como no Twitter, os usuários podem postar informações online.

"As pessoas têm que se conscientizar que quando usam esses aplicativos, também podem estar avisando bandidos sobre as fiscalizações", disse o responsável pela Delegacia Especializada em Crimes Cibernéticos, Pedro Paulo Marques.

Mas, diferentemente do BlitzBH, o endereço é marcado em um mapa. O usuário então traça sua rota e descobre se há fiscalização no trajeto.

"O aplicativo é bom porque você pode saber de tudo que está acontecendo em seu caminho para casa, por exemplo", disse o garçom Marcos Filipe Ramos, 27.

O tenente-coronel Alexandre Petronzio, comandante em substituição do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar de Belo Horiznote, garante que o aplicativo não vai atrapalhar a atuação da polícia. "Nossas blitze estão surtindo efeito e elas vão continuar", afirmou.

Segundo o delegado, há um inquérito aberto desde o ano passado para investigar o Twitter. "Nós ouvimos os usuários que criaram o BlitzBH. Eles alegaram liberdade de expressão e disseram que não tinham interesse em prejudicar a atuação da polícia", contou. O BlitzBH tem 69,2 mil usuários.

Fonte: O Tempo

Onde fica Belo Horizonte (MG)?

Procons de Minas alertam para golpe do provedor de internet

64% dos brasileiros vão se auto presentear neste Natal

Novo golpe com cartões de crédito

Geração de empregos formais tem pior outubro desde 1999

Comitê Rio 2016 prorroga inscrições de voluntários


Jornal O Debate

Emprego em Portugal

Emprego nos Estados Unidos

Siga O Debate pelo Twitter
Curta-nos pelo Facebook

    Explosão nos céus da Rússia



Copyright © 2014 Todos os direitos reservados