Empresas internacionais citadas na Operação Lava Jato

Empresas foram citadas em delações premiadas de ex-executivos das empreiteiras brasileiras e da Petrobras.


Deutsche Welle

13/02/2017 - 12:54

Maior investigação sobre corrupção e lavagem de dinheiro do Brasil, iniciada em março de 2014, a Operação Lava Jato tem hoje forte impacto internacional. Além de ter alcançado a Petrobras e as maiores empreiteiras brasileiras, o que teve consequências visíveis na economia do país, a Lava Jato tem firmado parcerias com dezenas de outros países para apurar também se há envolvimento de empresas com sede fora do país.

O esquema de corrupção, segundo os investigadores, funcionou por mais de uma década da seguinte forma: empresas, que se organizavam em cartel, pagavam propina a altos executivos da Petrobras e a agentes públicos para fechar contratos bilionários e superfaturados. A propina variava de 1% a 5% do valor global dos contratos.

Algumas investigações já foram oficialmente iniciadas, mas há vários casos em que empresas apenas foram citadas em acordos de delação premiada (com pessoas físicas). Estima-se, com base em vazamentos de delações, que mais de 20 empresas estrangeiras, incluindo multinacionais e de pequeno porte, estejam na mira da Lava Jato.

1) Rolls-Royce: a multinacional inglesa já firmou acordo de leniência nos Estados Unidos e Brasil. Vai pagar multa de 671 milhões de libras (808 milhões de dólares) por corrupção e pagamento de propinas. Desse total, 169,9 milhões de dólares serão para o Departamento de Justiça dos Estados Unidos e 26 milhões dólares ao Brasil, remetidos aos cofres da Petrobras. A Rolls-Royce diz que vai publicar as multas em seu balanço a ser divulgado no dia 14 de fevereiro e se compromete a colaborar com as investigações. O governo do Reino Unido vai receber 497,3 milhões de libras (603,5 milhões de dólares) da empresa, por fraudes cometidas. Investigações apontam que houve pagamento de propina em 12 países, incluindo China e Indonésia. A Rolls-Royce fornece turbinas de geração de energia para plataformas de petróleo e foi citada pelo ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco.

2) Samsung Heavy Industries: a sul-coreana foi citada em delação de executivos da Petrobras por suposto pagamento de propina em contratos para construção dos navios-sonda Petrobras 10000. Auditoria na estatal brasileira já apontou superfaturamento de cerca de 12 milhões de dólares nos contratos. A força-tarefa da Lava Jato já teria detectado recursos da empresa que passaram por uma offshore, a Goodal Trade Inc, também investigada.

3)
Skanska: a empreiteira sueca ganhou licitações para manutenção de plataformas, a construção de uma usina térmica no estado do Rio e outros serviços avaliados em mais de 700 milhões de reais. A Petrobras suspendeu contratos futuros com a Skanka. A Skanska declarou à DW que "conduz seus negócios com alto grau de integridade e ética e está à disposição das autoridades para colaborar nas investigações”.

4) Techint: a empresa italiana obteve, em um único consórcio com a empreiteira Andrade Gutierrez, um contrato no valor de 2,5 bilhões de reais para a construção de uma unidade de coque no Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj). A Petrobras determinou a suspensão de contratos futuros com a Techint. A empresa afirma respeitar rigorosamente a legislação brasileira e que "não houve irregularidade nas contratações dos projetos que executou ou executa para a Petrobras". Ela criticou, ainda, o bloqueio imposto pela estatal.

5) SBM Offshore: a empresa holandesa fornece navios-plataforma para a Petrobras e tinha contratos no valor de 27 bilhões de dólares. É investigada por supostamente obter vantagens indevidas e pagar propina a funcionários públicos federais. A Controladoria-Geral da União (CGU) apontou em 2015 "graves irregularidades" na relação entre a SBM e a Petrobras.

Veículos de imprensa no Brasil também citaram os nomes das seguintes empresas que teriam direta ou indiretamente aparecido em delações: Maersk, Jurong, Kawasaki, Keppel Fels, Mitsubishi, SBM, Sembcorp Marine, Mitsui, Toshiba, Sargent Marine, Astra Oil, GB Marine, Trafigura, Glencore, Ocean Rig e Sevan. Possíveis acusações contra elas não são conhecidas.

As brasileiras

No Brasil, as empreiteiras são o principal foco de investigação. Vários executivos e ex-dirigentes das construturas mais importantes do país fecharam acordos de delação premiada e estão em curso também negociações de acordo de leniência (com pessoas jurídicas).

As investigações já conhecidas no Brasil envolvem as seguintes empresas: Odebrecht, Andrade Gutierrez, OAS Construções, Camargo Correa, UTC, Mendes Júnior, Galvão Engenharia, Engevix, Toyo Setal, Eletronuclear, Eletrobras, Promon, MPE Montagens Industriais, Iesa, GDK, Alusa, Carioca Engenharia, Schahin, Setal Engenharia, Sano-Sider.





INSS cancela 168 mil auxílios-doença após novas perícias

A economia anual estimada com o pente-fino chega a R$ 2,7 bilhões.


CCBB BH comemora quatro anos com atividades gratuitas

Noticias Culturais

CCBB BH comemora quatro anos com atividades gratuitas

Mais de 2 milhões e seiscentas mil pessoas já visitaram as mostras e exposições do Centro Cultural


FGTS registra lucro recorde de R$ 14 bilhões em 2016

Café Pequeno

FGTS registra lucro recorde de R$ 14 bilhões em 2016

O patrimônio líquido do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço chegou a R$ 98,17 bilhões.


Maracujá e seus benefícios para saúde

Conheça as propriedades medicinais desta fruta de origem amazônica.



Kraft Heinz lança programa para estagiários e trainees

Educação & Capacitação

Kraft Heinz lança programa para estagiários e trainees

Os três programas da empresa alimentícia requerem alta capacidade analítica e inglês avançado.


Inscrições abertas para projetos de iniciação científica

Educação & Capacitação

Inscrições abertas para projetos de iniciação científica

Projetos direcionados para estudantes e professores do ensino médio da Rede Estadual de Ensino.


Mercado financeiro eleva estimativa para inflação

IPCA sobe pela quinta vez seguida passando de 3,50% para 3,51%.


Portal do Empreendedor muda para facilitar acesso

Mundo Empresarial

Portal do Empreendedor muda para facilitar acesso

Portal recebe melhorias para simplificar atendimento dos microempreendedores.


Marina Araújo lança novo EP em Belo Horizonte

Notas Musicais

Marina Araújo lança novo EP em Belo Horizonte

Cantora mineira apresentará trabalho inédito em show na Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes.


Documentário inédito destaca a luta de Angela Davis

Na Tela

Documentário inédito destaca a luta de Angela Davis

Canal Curta! traz o documentário Libertem Angela Davis na luta pelos direitos civis nos EUA.


Uma receita deliciosa: frango ao Molho Madeira!

Alimentos e Bebidas

Uma receita deliciosa: frango ao Molho Madeira!

Para quem procura experiências gastronômicas com muito sabor.


BNDES aprova R$ 123 milhões para construção de instituto

Tecnologia Máxima

BNDES aprova R$ 123 milhões para construção de instituto

Projeto trará ao Brasil infraestrutura de P&D integrada ao setor industrial e de testes em equipamentos eletroeletrônicos similar à de EUA, Canadá e Europa.


Quem precisa de salto?

Moda on Line

Quem precisa de salto?

Como disse a ex-modelo, consultora de moda e ícone de elegância atemporal, Ines de La Fressange, “nenhum homem amaria mais uma mulher se ela tivesse mais 10 cm de altura”.


Casa móvel é 100% abastecida por energia solar

Empresa Tesla faz tour para mostrar que a energia solar pode integrar uma casa inteira 24h por dia.


WhatsApp Status passa a funcionar em computadores

Digital

WhatsApp Status passa a funcionar em computadores

A novidade está disponível na versão mais recente do aplicativo.


Seja Digital oferece curso de instalador de conversor

Utilidade Pública

Seja Digital oferece curso de instalador de conversor

Curso Instalador Amigo acontecerá nas cidades de Belo Horizonte, Betim e Contagem.


Governo libera vacinas de HPV para adultos até 26 anos

A medida de caráter temporário tem o objetivo de evitar um possível desperdício de doses nas cidades



Autobiografia de Eric Clapton ganha nova edição

Famosos

Autobiografia de Eric Clapton ganha nova edição

A Editora Planeta lança a nova edição da autobiografia de Eric Clapton, best-seller em 2007.


Minibolo de blueberry sem lactose

Alimentos e Bebidas

Minibolo de blueberry sem lactose

Uma receita da SupraSoy que rende 35 porções, com o tempo de preparo de 45 minutos.


Aplicativo de mensagens do Google ganha versão web

Aplicativo Google Allo funcionará de forma parecida com o WhatsApp.


Calvície preocupa cada vez mais as mulheres

Mundo Empresarial

Calvície preocupa cada vez mais as mulheres

Genética, distúrbios fisiológicos e emocionais são as principais causas da calvície.


Sintomas e causas do excesso de cortisol

Saúde

Sintomas e causas do excesso de cortisol

O cortisol quando não controlado pode causar graves problemas à saúde como depressão e obesidade.


Cheque pré-datado é utilizado por 8% dos brasileiros

Café Pequeno

Cheque pré-datado é utilizado por 8% dos brasileiros

Mesmo com a popularidade e grande aceitação dos cartões, carnês e cheques mantém seu público.


Festival Vibra 2017 reúne música, arte e esporte em BH

Notas Musicais

Festival Vibra 2017 reúne música, arte e esporte em BH

O evento multicultural, que acontece entre os dias 1 e 3 de setembro, no Parque Municipal.


Gramado do Mineirão será palco de evento sertanejo

Notas Musicais

Gramado do Mineirão será palco de evento sertanejo

Estádio comemora aniversário com o Festeja Belo Horizonte no dia 09 de setembro, a partir das 14h.


Festival exibe 32 filmes inéditos sobre deficiência

Noticias Culturais

Festival exibe 32 filmes inéditos sobre deficiência

Assim Vivemos - Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência chega à sua 8ª edição no Rio.