Ganhador que não buscou prêmio da Mega-Sena tem novo prazo

A Caixa Econômica estabeleceu que até um dia após o término da greve dos bancários o vencedor poderá procurar uma agência.


Da Redação

10/10/2013 - 15:42

A Caixa Econômica Federal admitiu nesta quarta-feira (9) a possibilidade de pagar o prêmio de R$ 22, 9 milhões ao apostador de Ponta Grossa, que perdeu o prazo encerrado na terça-feira.

De acordo com a assessoria do banco, caso o vencedor apareça, ele deverá procurar uma agência da Caixa no dia seguinte ao término da greve dos bancários, ainda sem previsão de acabar.

O concurso da Mega-Sena foi realizado em julho e o dinheiro poderia ter sido resgatado em qualquer agência da Caixa no Brasil, mas ninguém apareceu para reclamar o prêmio.

Na terça-feira, último dia do prazo, algumas pessoas apareceram para reclamar o prêmio. Uma delas em Ponta Grossa, cidade em que a aposta foi realizada. Contudo, o gerente analisou o bilhete e afirmou que era falso. O prêmio não foi pago.

Apesar da greve, a Caixa pede ainda que o possível ganhador procure uma agência. Em muitas delas, os gerentes continuam trabalhando e podem atender o sortudo.




Fundação Abrinq lança campanha “Não Vai Ter Colo”

A campanha mostra que é preciso muito mais do que marketing para receberem o apoio das crianças e da sociedade.


Preços dos alimentos voltam a cair e aliviam a inflação

Cinco dos oito grupos pesquisados tiveram queda, destaque para alimentação.


Eleições: doações de benefiários do Bolsa Família superam R$15mi

A maior doação realizada por um beneficiário do programa foi de R$ 67 mil.


Moro revoga prisão temporária de Mantega

Juiz afirma que desconhecia estado de saúde da esposa do ex-ministro da Fazenda, detido em hospital em São Paulo.


Ipea: idosos são mais afetados pela atual onda de desemprego

A maior variação da taxa de desemprego foi entre os maiores de 59 anos, equivalente a 132% no período.


1/3 dos brasileiros responsabiliza a mulher pelo estupro

Mais de 33% da população brasileira consideram a vítima culpada pelo estupro.


"Schumacher não consegue andar", afirma advogado

Em Processo movido contra revista, advogado nega especulações sobre possível melhora do estado de saúde do ex-piloto.


Quase 30% dos eleitores não têm ensino fundamental completo

Cerca de 40 milhões de eleitores brasileiros informaram que não completaram o ensino fundamental.


Inflação dos aluguéis acumula alta de 10,74% em 12 meses

Taxa de setembro está 0,09% superior do que em agosto.


Quatro dicas para manter sua equipe sempre motivada

Veja dicas de como manter a esperança, o foco e a produtividade em alta.