Ganhador que não buscou prêmio da Mega-Sena tem novo prazo

A Caixa Econômica estabeleceu que até um dia após o término da greve dos bancários o vencedor poderá procurar uma agência.


Da Redação

10/10/2013 - 15:42

A Caixa Econômica Federal admitiu nesta quarta-feira (9) a possibilidade de pagar o prêmio de R$ 22, 9 milhões ao apostador de Ponta Grossa, que perdeu o prazo encerrado na terça-feira.

De acordo com a assessoria do banco, caso o vencedor apareça, ele deverá procurar uma agência da Caixa no dia seguinte ao término da greve dos bancários, ainda sem previsão de acabar.

O concurso da Mega-Sena foi realizado em julho e o dinheiro poderia ter sido resgatado em qualquer agência da Caixa no Brasil, mas ninguém apareceu para reclamar o prêmio.

Na terça-feira, último dia do prazo, algumas pessoas apareceram para reclamar o prêmio. Uma delas em Ponta Grossa, cidade em que a aposta foi realizada. Contudo, o gerente analisou o bilhete e afirmou que era falso. O prêmio não foi pago.

Apesar da greve, a Caixa pede ainda que o possível ganhador procure uma agência. Em muitas delas, os gerentes continuam trabalhando e podem atender o sortudo.




TJMG determina bloqueio de 25% das rendas dos jogos do Cruzeiro

O Cruzeiro deverá cumprir, imediatamente, a decisão.


Temer consegue primeira vitória no Congresso

Após 16 horas de sessão, senadores e deputados aprovam redução da meta fiscal de 2016.


Outras bombas que podem estourar no colo de Temer

O afastamento de Jucá não significa que o presidente interino tenha se livrado de todas as suas potenciais encrencas.


Safra do café deve ter alta de 15% neste ano

Para Conab, a alta em relação a 2015 se deve ao aumento da área em produção e às condições climáticas favoráveis.


Uso do farol baixo durante o dia agora é lei

Farol baixo durante o dia passa a ser obrigatório em rodovias brasileiras.


Pesquisa mostra empate nos Estados Unidos

Pesquisa mostra Trump a um passo de alcançar Hillary na corrida eleitoral.


Operação da PF mira empresário próximo a Lula

A empresa do sobrinho de Lula teria recebido 3,5 milhões de reais em uma obra que recebeu do BNDES.


86% das mulheres brasileiras sofreram assédio em público

São considerados assédio atos indesejados, ameaçadores e agressivos contra as mulheres.


Violência na infância reflete na fase adulta

A violência dentro de casa aparece no estudo como fator crucial para a perpetração da violência na fase adulta.


Jogos do Rio receberão mais 2 mil agentes da Força Nacional

O contingente irá completar o total de cerca de 9,6 mil homens da Força Nacional previstos para os jogos.