OIT destaca crescimento da classe média no Brasil

Segundo Organização, o programa Bolsa Família e o fortalecimento do salário mínimo, nos últimos 10 anos, impulsionaram o crescimento da classe média brasileira.


Da Redação

03/06/2013 - 18:35

Enquanto a crise econômica global causa desemprego em países ricos, as nações emergentes, como o Brasil, estão com seu mercado de trabalho numa situação melhor.

A avaliação é da Organização Internacional do Trabalho (OIT), no relatório "O Mundo do Trabalho 2013: Reparando o Tecido Econômico e Social', divulgado nesta segunda-feira (3).

Sobre o Brasil, um dos destaques da organização no relatório foi o crescimento de 16 pontos percentuais da classe média entre 1999 e 2010. Segundo a OIT, isso foi ajudado pelo fortalecimento do salário mínimo e do Programa Bolsa Família.

Para a organização, essas duas políticas explicam a redução da pobreza no país e o fortalecimento da economia nacional.

No entanto, a OIT aponta problemas que ainda precisam ser resolvidos no Brasil: aumentar o número de trabalhadores com carteira assinada, elevar a produtividade, promover mais investimentos e reajustar os salários acima da inflação.

Os países desenvolvidos, por outro lado, estão em uma situação que pode se tornar "preocupante", a despeito da recuperação econômica desde 2009, ano em que começou a crise financeira internacional.

De acordo com o documento, na América Latina e no Caribe, registrou-se em 2012 taxa de emprego, em média, 1% superior à de 2008, ano anterior à crise. Na região, essa taxa atingiu 57,1% ao fim de 2012.

"Nos países em desenvolvimento, o desafio mais importante é consolidar os recentes progressos na redução da pobreza e da desigualdade", informou, em nota, o coordenador do relatório, o diretor do Instituto Internacional de Estudos de Trabalho da OIT, Raymond Torres.

A organização citou o estabelecimento de um piso salarial, por meio da fixação de salários mínimos, e de políticas de proteção social como essenciais para a situação atual desses países.




O renascimento da seleção brasileira

Das cinzas do 7 a 1, Brasil renasce sob o comando de Tite.


Quais os limites do foro privilegiado?

Criado no século 19, seu instituto beneficia 22 mil brasileiros.


OIT afirma que desemprego seguirá crescendo no mundo

Segundo OIT é preciso criar 40 milhões de postos de trabalho a cada ano no mundo.


PF deflagra 39ª fase da Operação Lava Jato

Nova fase da Lava Jato tem como alvo operadores do mercado financeiro


ONU quer eliminação total de armas nucleares existentes

A organização tenta eliminar as armas nucleares há mais de 70 anos.


Mulher trabalha 5,4 anos a mais que o homem, diz Ipea

De acordo com estudo do Ipea, o trabalho extra é resultado dos afazeres domésticos.


Aposentadoria: apenas quatro em dez estão preparados

Veja por que e como se preparar para ter uma aposentadoria tranquila no futuro.


3,4 milhões fizeram cursos profissionalizantes

As informações constam do Suplemento Educação Profissional, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2014.


Brasil lança campanha por direitos às mulheres rurais

Brasil lança campanha internacional pelo empoderamento das mulheres rurais.


Até onde vai o sigilo da fonte?

Condução de blogueiro alinhado ao PT reacende debate sobre preservação da fonte.



...


...