Posicionamento Easy pós-votação pela câmara dos deputados

Somos contra ao retrocesso da Mobilidade Urbana. Somos a favor da população e da inovação.


Da Redação

06/04/2017 - 08:36

A Easy nasceu com a missão de melhorar a vida das pessoas por meio de inovação e tecnologia e com o desejo de participar ativamente nas cidades para se tornarem cada vez mais inteligentes e conectadas, unindo taxistas e motoristas privados em prol da mobilidade urbana, viabilizando, desta forma, um eficiente ecossistema de transporte em nossas cidades.

Como parte interessada em tudo que envolve o setor de transporte no Brasil e em todos os países onde atuamos, acompanhamos a votação da PL 5587/2016 que ocorreu na última terça-feira 04/04 em Brasília e mais uma vez reforçamos que somos a favor da inovação e de mercados justos e regulamentados que melhorem a vida dos cidadãos de hoje e de amanhã – que utilizam a tecnologia buscando mais agilidade e comodidade para o dia a dia.

A Easy é a favor da regulamentação justa, aquela que beneficia e compreende todas as partes, sempre de olho na qualidade de vida de toda a população.

A Easy, portanto é contra o texto aprovado ontem na Câmara dos Deputados (04/04/2017) que transforma o transporte privado em transporte público, inibindo a livre iniciativa e dificultando a geração de empregos no país. O texto aprovado, além de descaracterizar o transporte privado, amplamente aceito pela população brasileira, traz para o setor inúmeras ineficiências (contra as quais a Easy luta amplamente) existentes atualmente no setor de táxi. A caracterização de transporte público irá burocratizar o credenciamento de novos motoristas; não garante a qualidade do serviço prestado; e irá limitar a competitividade entre os sistemas, tão benéfica para a redução de preços aos passageiros.

Hoje, através do aplicativo Easy, possibilitamos não apenas agilidade e comodidade, mas também preços acessíveis e segurança a nossos passageiros. Ao longo de 6 anos de história, conseguimos nos posicionar como um marketplace que gera renda a mais de 140 mil motoristas brasileiros, entre eles, taxistas e motoristas de carros privados. Em um momento de crise econômica, ainda infelizmente vivida no país, nós nos tornamos uma opção de renda àqueles sem recolocação profissional.

Nós entendemos que sim, há espaço para os carros privados e táxis. Entendemos que desta forma, unindo dois tão relevantes serviços, o usuário consegue usufruir do serviço desejado na hora em que lhe for mais conveniente, o que traz passageiros tanto para taxistas quanto para motoristas privados.

Em julho de 2016 lançamos na cidade de São Paulo o “EasyGo” - serviço de carros privados da Easy - e felizmente já conseguimos expandir para o Rio de Janeiro e Porto Alegre. Essas mudanças foram extremamente significativas, favorecendo motoristas, taxistas e passageiros. Empoderamos nossos clientes com a escolha do serviço, oferecendo as opções mais convenientes em seu momento de escolha e, com isso, conseguimos gerar mais demanda e mais renda para ambos, taxistas e motoristas.

Conforme a plataforma se expande e aumenta a oferta de serviços é possível tornar ainda mais acessíveis os meios de transporte propostos, e possibilitar aos cidadãos que até então não tinham acesso, uma interligação eficaz com transportes públicos, melhorando assim as condições das milhares de pessoas que utilizam diariamente variados meios de transporte para trabalhar, para lazer e viajar.

Infelizmente constatamos que alguns deputados não enxergam o mercado com os mesmos olhos e querem acabar com esta conquista, prejudicando toda a população. Desta forma, a Easy acredita na continuidade do debate, agora no Senado Federal, e participará dessa nova etapa a fim de mostrar a todo nosso país, a nossos senadores e à nossa comunidade, que existe a possibilidade de convivência harmoniosa entre taxistas e motoristas privados.

Não tirem o poder de escolha da população.

Fonte: A Easy 




Papa canonizará mártires brasileiros em outubro

Os primeiros mártires brasileiros foram assassinadas em 1645 pelos protestantes calvinistas holandes


Idec divulga produtos alvos da Operação Carne Fraca

Instituto recebe informações sobre marca, lote e prazo de validade dos produtos fraudados.


Quantos parlamentares são alvo de processos no Supremo?

Levantamento da DW Brasil mostra que o Supremo conduz mais de 500 investigações contra senadores e deputados federais.


Reforma do Maracanã teve propina de R$ 7,3 milhões

Odebrecht pagou R$ 7,3 milhões em propina ao governo do Rio por reforma do Maracanã.


Em carta, Papa Francisco recusa visita ao Brasil

O pontífice negou o convite com a justificativa de estar com a agenda cheia para 2017.


Mais da metade dos brasileiros está com sobrepeso

Estudo da Vigitel revela que 53,8% está com peso acima do recomendado.


Acidentes têm queda de 16% durante feriado

Segundo a PRF, 82 pessoas morreram na Semana Santa, queda de 1% em relação a 2016.


Morre aos 117 anos a pessoa mais velha do mundo

Ela era a única pessoa ainda viva a ter nascido no século 19.


PRF lança Operação Semana Santa

PRF reforça fiscalização em rodovias federais durante a Semana Santa.


Sobe faturamento de exportações de carne bovina

Apesar de operação da PF, exportações de carne bovina registrou alta em março.