Reforma do Maracanã teve propina de R$ 7,3 milhões

Odebrecht pagou R$ 7,3 milhões em propina ao governo do Rio por reforma do Maracanã.


Da Redação

18/04/2017 - 15:00

Executivos da empreiteira Odebrecht afirmaram, em delação premiada, que a empresa pagou cerca de R$ 7,3 milhões em propina para fraudar a licitação para as obras de reforma do estádio do Maracanã. e acordo com os delatores, o montante, destinado ao ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, a secretários e a membros do Tribunal de Contas do estado (TCE-RJ), poderia ter sido ainda maior se os acordos tivessem sido cumpridos, o que não ocorreu devido à deflagração da Operação Lava Jato.

Segundo Benedicto Barbosa da Silva Junior, responsável pelo Setor de Operações Estruturadas da empresa, o departamento da propina, foram pagos ao ex-governador do Rio de Janeiro, que está preso desde novembro, aproximadamente R$ 6,3 milhões em propina relacionada às obras do Maracanã.

Já os diretores da Odebrecht Marcos Vidigal do Amaral, Leandro Andrade Azevedo e João Borba disseram, nos depoimentos, que R$ 1 milhão foram repassados para o então presidente do TCE-RJ, Jonas Lopes. O valor, pago para que o tribunal aprovasse o edital de licitação da obra, deveria ter sido de R$ 4 milhões, que corresponde a 1% do valor inicial do projeto. No entanto, com início da Operação Lava Jato, o repasse, dividido em quatro parcelas, foi interrompido e somente uma “prestação” foi "devidamente" paga.

“Fizemos o primeiro pagamento de R$ 1 milhão na data de 17 de março de 2014. O outro seria no final de 2014, quando começou a Operação Lava Jato, e não fizemos mais os pagamentos”, disse Leandro Azevedo ao Ministério Público Federal. Azevedo explicou que, apesar da Lava Jato, o então presidente do TCE fluminense pressionou para que o restante da propina fosse paga.

“No final do ano [2014], fui convocado pelo presidente do tribunal, e ele me cobrou a continuidade do pagamento. Fiquei sem graça, estávamos no meio da Lava Jato. Delicadamente, pedi a ele que lesse a capa do jornal O Globo que estava sobre a mesa [que informava sobre a prisão de empreiteiros]. Ele ficou super sem graça, virou-se para mim e disse que entendia a situação, mas que estava sendo muito pressionado pelos outros conselheiros”, disse.

Marcos Amaral informou que, para que o consórcio formado inicialmente pelas empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez vencesse a licitação, apresentou ao então secretário de Obras de Sérgio Cabral, Hudson Braga, exigências a serem colocadas no edital de modo que o certame fosse direcionado, evitando a concorrência. Ainda de acordo com o executivo, por determinação de Cabral, a construtora Delta também deveria integrar o consórcio, mesmo não tendo qualificação técnica para a obra.

“Era uma questão política. O Sérgio Cabral havia solicitado a entrada da Delta com a participação de 30%. A Odebrecht [que tinha participação de 70%] ficou com 49% e a Andrade Gutierrez [que tinha 30%] ficou com 21%”, acrescentou Amaral.

Ele disse também que, antes da publicação do edital, apresentou algumas exigências "no papel" para o secretário Hudson Braga. "Ele se comprometeu a dar prosseguimento ao assunto e, de fato, isso ocorreu e tivemos a certeza disso na publicação do edital. Depois do edital publicado, fui chamado ao escritório do secretário Wilson Carlos, e ele falou que havia feito um acerto [com representantes do TCE] e que deveríamos pagar uma propina de 1% do valor do contrato.”

Segundo Leonardo Azevedo, o pagamento foi feito no escritório do filho do ex-presidente do TCU, Jonas Lopes Neto. “Ele [Jonas Lopes Neto] me passou o endereço do escritório deles, não tinha como contabilizar isso [o valor integral da propina] porque era uma concessão. Então, usei o codinome Casa de Doido, que já existia para diversos pagamentos que não fossem contabilizados”, contou o executivo.

Inicialmente, o contrato inicial para reforma do Maracanã para a Copa do Mundo de 2014 era de R$ 705 milhões. Ao final, a obra custou aos cofres públicos mais de R$ 1,2 bilhão.

Ainda conforme depoimento dos executivos da Odebrecht, o ex-governador Sérgio Cabral e seu grupo político também receberam vantagens indevidas pelas obras da Linha 4 do Metrô, do Arco Metropolitano e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Favelas.

Procurado pela Agência Brasil, o advogado de Cabral, Luciano Saldanha, informou que a defesa só vai se manifestar nos autos do processo. A defesa de Jonas Lopes não foi encontrada pela reportagem. Os advogados dos ex-secretários também não foram encontrados para se manifestar sobre as delações.

Fonte: Agência Brasil

Onde fica Rio de Janeiro (RJ)?





Fifa indica Tite ao prêmio de melhor técnico do mundo

Doze técnicos disputam o prêmio The Best de melhor técnico em 2017.


Cheque pré-datado é utilizado por 8% dos brasileiros

Café Pequeno

Cheque pré-datado é utilizado por 8% dos brasileiros

Mesmo com a popularidade e grande aceitação dos cartões, carnês e cheques mantém seu público.


Festival Vibra 2017 reúne música, arte e esporte em BH

Notas Musicais

Festival Vibra 2017 reúne música, arte e esporte em BH

O evento multicultural, que acontece entre os dias 1 e 3 de setembro, no Parque Municipal.


 Como saber se o app que você está baixando é seguro

Pesquisa revela que 40% dos brasileiros não ligam para o contrato de licença dos aplicativos ao instalá-los.


Um a cada cinco dispositivos IoT  é vulnerável a ciberataques

Digital

Um a cada cinco dispositivos IoT é vulnerável a ciberataques

Senhas fracas e desatualização do sistema facilitam a entrada à rede.


Minha sogra veio morar em casa. E agora?

60% dos conflitos familiares são entre noras e sogras e apenas 15% entre genros e sogras.


Aprenda a preparar Coxinha Fit

Alimentos e Bebidas

Aprenda a preparar Coxinha Fit

Difícil encontrar um brasileiro que não goste de coxinha.


Sites e aplicativos de descontos conquistam 22% dos internautas

Digital

Sites e aplicativos de descontos conquistam 22% dos internautas

Restaurantes, comida delivery e itens de vestuário são os principais produtos comprados.


Volume de exportações cresce 12,5% em julho, diz FGV

Mundo Empresarial

Volume de exportações cresce 12,5% em julho, diz FGV

O volume das importações também cresceu 10,8% no mesmo período.


Petrobras anuncia processo seletivo para 159 vagas

Utilidade Pública

Petrobras anuncia processo seletivo para 159 vagas

As inscrições foram abertas nesta terça-feira (15/08) e seguirão até 4 de setembro.


Prêmio Goya abre inscrições para filmes brasileiros

Na Tela

Prêmio Goya abre inscrições para filmes brasileiros

Prêmio Goya é promovido pela Academia das Artes e Ciências Cinematográficas da Espanha.


ONU anuncia Neymar como embaixador da Boa Vontade

Famosos

ONU anuncia Neymar como embaixador da Boa Vontade

ONG global trabalha em prol de pessoas com deficiência e populações vulneráveis.


BNDES fecha 1º semestre com lucro líquido de R$ 1,34 bi

No mesmo período de 2016, o Banco de Desenvolvimento teve prejuízo líquido de R$ 2,17 bilhões.


Tarifas promocionais chegam às viagens interestaduais

Utilidade Pública

Tarifas promocionais chegam às viagens interestaduais

Nova resolução possibilitará aos consumidores escolher as ofertas mais vantajosas para o seu bolso.


Superproteção pode comprometer o desenvolvimento dos filhos

Bem Viver

Superproteção pode comprometer o desenvolvimento dos filhos

A psicóloga Simone Domingues explica como formar adultos independentes e autoconfiantes.


Pesquisa mostra perspectivas do comércio

Para 39% dos empresários de comércio e serviços, economia irá crescer no segundo semestre, apontam SPC Brasil e CNDL



Livro de Romário faz revelações sobre o futebol brasileiro

Famosos

Livro de Romário faz revelações sobre o futebol brasileiro

Livro "Um olho na bola e o outro no cartola" será lançado dia 2 de setembro na Bienal do Livro do Rio.


Lei que protege biodiversidade marinha é aprovada

Ciência & Ambiente

Lei que protege biodiversidade marinha é aprovada

Lei do Mar dá ênfase aos serviços ecossistêmicos prestados pelo bioma, como a regulação do clima.


Internet das Coisas vai atuar na mineração

Projeto conta com colaboradores para detectar problemas e pensar soluções do setor.


Armas apreendidas serão repassadas a órgãos de segurança

Alimentos e Bebidas

Armas apreendidas serão repassadas a órgãos de segurança

As armas passíveis de doação são: carabina, espingarda, fuzil e metralhadora.


Perda de audição pode levar idosos à depressão

Saúde

Perda de audição pode levar idosos à depressão

Ao negar o problema algumas pessoas podem se isolar do convívio social, prejudicando a própria vida.


Economia compartilhada torna a vida mais fácil

Café Pequeno

Economia compartilhada torna a vida mais fácil

Pesquisa mostra que 40% dos brasileiros já trocaram hotel por residência de terceiros.


Nove destinos para estudar fora com menos de R$10 mil

Educação & Capacitação

Nove destinos para estudar fora com menos de R$10 mil

Pacotes da Global Study estão disponíveis até 31 de agosto.


A formação do professor precisa ir além da universidade

Educação & Capacitação

A formação do professor precisa ir além da universidade

Psicopedagoga alerta sobre a importância da constante atualização dos docentes.


Tom Cavalcante leva espetáculo

Famosos

Tom Cavalcante leva espetáculo "Stomdup" a São Paulo

Espaço das Américas abre as portas para Tom Cavalcante no dia 20 de agosto.