TSE registra 15,6 mil fraudes em títulos de eleitor

Por meio de biometria, TSE identificou pessoas que conseguiram emitir mais de um título.


Da Redação

03/03/2017 - 15:45

A Justiça Eleitoral identificou mais de 15,6 mil fraudes entre as eleições de 2014 e 2016, por meio do cruzamento de informações biométricas.

São eleitores que foram a diferentes cartórios, se passaram por outras pessoas e conseguiram emitir mais de um título, o que é ilegal. Eles foram identificados por meio das digitais.

O estado com o maior número de fraudes identificadas por meio do registro biométrico foi Alagoas, onde 2.188 títulos de eleitor foram considerados irregulares, segundo o levantamento feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em seguida vieram São Paulo (1.733) e Goiás (1.503).

Em Goiás, um único homem conseguiu emitir 51 títulos de eleitor, todos em diferentes cartórios. Ele só foi identificado porque em todos os cadastros constava a mesma impressão digital, que é única para cada indivíduo. Neste caso, o registro biométrico o impediu de votar repetidas vezes.

Além de resultar no cancelamento das inscrições irregulares, os dados foram enviados pelo presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, ao Ministério Público Federal, para que sejam apurados os “indícios de configuração de eventual ilícito eleitoral ou de outra natureza”, escreveu o magistrado. As investigações podem acarretar ações penais.

É possível, entretanto, que em várias partes do país as fraudes tenham passado despercebidas. Isso porque dos 144 milhões de eleitores brasileiros, somente 46,3 milhões tinham cadastro biométrico nas eleições de 2016. O registro biométrico começou a ser implantado no Brasil em 2008. A meta do TSE é que todo o eleitorado esteja cadastrado até 2022.

Fonte: Agência Brasil




Nelson Borges

Não e novidade além de ser o estado, onde a maioria dos políticos espalhou a corrupção para todos e pertence o partido mas corrupto que é eleito com votos nulos e brancos, fazendo o povo de besta, votar para que se esses diversos títulos elege o maior partido de ladrões que chama PMDB.

ONU quer eliminação total de armas nucleares existentes

A organização tenta eliminar as armas nucleares há mais de 70 anos.


Mulher trabalha 5,4 anos a mais que o homem, diz Ipea

De acordo com estudo do Ipea, o trabalho extra é resultado dos afazeres domésticos.


Aposentadoria: apenas quatro em dez estão preparados

Veja por que e como se preparar para ter uma aposentadoria tranquila no futuro.


3,4 milhões fizeram cursos profissionalizantes

As informações constam do Suplemento Educação Profissional, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2014.


Brasil lança campanha por direitos às mulheres rurais

Brasil lança campanha internacional pelo empoderamento das mulheres rurais.


Até onde vai o sigilo da fonte?

Condução de blogueiro alinhado ao PT reacende debate sobre preservação da fonte.


Brasil tem 17 milhões de crianças vivendo na pobreza

Este número equivale a 40,2% da população brasileira na faixa etária de 0 a 14 anos.


Operação da PF combate crimes cibernéticos em 5 estados

Fraudes contra o sistema bancário são investigadas em Goiás, Pará, Tocantins, Santa Catarina e DF.


Conheça os países mais felizes e mais tristes

Estudo Mundial sobre a Felicidade mostra que o Brasil é o 22º país mais feliz do mundo.


Lava Jato completa três anos com 260 acusados

Importantes políticos e empresários já foram condenados pelos crimes apurados na operação.



...


...