Alemanices: Pfand, reciclar "ganhando" dinheiro

Troca é parte de uma estratégia adotada há décadas para incentivar reciclagem.


Karina Gomes (DW)

10/04/2017 - 10:19

Que os alemães amam cerveja é fato. Mas que costumam acumular caixas com garrafas em casa é algo que só entendemos quando vamos ao supermercado. Pessoas fazem filas para entregar garrafas de vidro e plástico na "Pfandautomat”. A máquina calcula o valor do recipiente e o devolve na forma de um ticket, que pode ser recebido em dinheiro no caixa ou descontado na compra.

Não foi à toa que uma funcionária da Deutsche Bahn – companhia ferroviária que opera os trens na Alemanha – me perguntou se eu iria deixar a garrafa de água para trás no restaurante de bordo. "Vale 25 centavos”, me alertou. Chequei, e o valor até aparecia na embalagem.

O esquema do "Pfand" (depósito, em alemão) funciona como um caução. Quando faz a compra, o consumidor paga um valor extra pela garrafa – entre 8 e 25 centavos de euro – e o resgata quando devolve o recipiente no supermercado. Essa quantia já está incluída no preço da mercadoria.

A estratégia é adotada pela Alemanha há cerca de três décadas para incentivar a reciclagem, reduzir danos ao meio ambiente e forçar os produtores de bebidas a manter a cota de 70% de vasilhames reutilizáveis estabelecida pela lei de embalagens alemã.

Depois que você deposita todas as garrafas, a máquina soma a quantia e gera um cupom que pode ser levado ao caixa para ser abatido no valor da compra. Mesmo sem comprar nada no supermercado, é possível apresentar o ticket e receber o valor em moedas.

Os vasilhames de cerveja são os mais "baratos” – valem 8 centavos. Os que têm tampa com fechamento "flip top" custam 15 centavos, assim como garrafas de água e refrigerantes. Garrafas recicláveis que são utilizadas apenas uma vez e latinhas de alumínio valem 25 centavos. Elas são derretidas e o material é reutilizado na produção de novos vasilhames. Já o tradicional casco das garrafas de vidro vale cerca de 3 euros.

Com algumas garrafas de vinho é possível recuperar entre 2 e 3 centavos. Mas em geral licores e bebidas destiladas, leite e suco de frutas não têm o "Pfand”. Além disso, a regra vale apenas para marcas nacionais.

As garrafas classificadas como "Merhweg” (as que são reutilizáveis) representam 50% das embalagens de bebidas na Alemanha. Os recipientes passam por um processo de limpeza antes de serem novamente enchidos e voltarem aos supermercados. Segundo o Departamento Federal do Meio Ambiente alemão (UBA), garrafas retornáveis de vidro podem ser reutilizadas até 50 vezes e as de plástico, até 20 vezes. Apenas as tampas são recicladas.

As garrafas "Mehrweg” são as que causam menos danos ao meio ambiente. Elas podem ser devolvidas em qualquer estabelecimento na Alemanha, mas o UBA recomenda que os consumidores comprem, de preferência, garrafas produzidas na região para reduzir o impacto ambiental do transporte dos vasilhames até o produtor original.

Praticamente todos os supermercados são obrigados a ter Pfandautomaten ou receberem as garrafas dos consumidores. Cada máquina custa entre 7 mil e 15 mil euros. Boa parte do plástico PET é vendido para a China, que usa o material para confeccionar fibras têxteis, estofados domésticos, lonas plásticas e brinquedos.

O "Pfand" é também uma forma de ganhar dinheiro extra ou até de sustento para quem vive na Alemanha. É comum ver estudantes em mutirões para recolher garrafas nas ruas e, com o dinheiro obtido no supermercado, garantir a festa do fim de semana. Ou idosos em situação vulnerável vasculhando cestos de lixo em busca das garrafas retornáveis. Voluntários costumam doar as garrafas para quem precisa.

Na coluna Alemanices, publicada às sextas-feiras, Karina Gomes escreve crônicas sobre os hábitos alemães, com os quais ainda tenta se acostumar. A repórter da DW Brasil e DW África tem prêmios jornalísticos em direitos humanos e sustentabilidade e vive há três anos na Alemanha. 





Fifa indica Tite ao prêmio de melhor técnico do mundo

Doze técnicos disputam o prêmio The Best de melhor técnico em 2017.


Ator e humorista Paulo Silvino morre aos 78 anos no Rio

Famosos

Ator e humorista Paulo Silvino morre aos 78 anos no Rio

Paulo Silvino lutava contra um câncer no estômago.


Cheque pré-datado é utilizado por 8% dos brasileiros

Café Pequeno

Cheque pré-datado é utilizado por 8% dos brasileiros

Mesmo com a popularidade e grande aceitação dos cartões, carnês e cheques mantém seu público.


Plataforma une paciente e médico por localização

Startup visa diminuir filas do SUS e oferecer opções para brasileiros que não possuem convênio médico.



 WhatsApp vai permitir transações bancárias no app

Digital

WhatsApp vai permitir transações bancárias no app

O recurso ainda está em desenvolvimento e deve começar a funcionar depois do app liberar sua plataforma para empresas.


Um a cada cinco dispositivos IoT  é vulnerável a ciberataques

Senhas fracas e desatualização do sistema facilitam a entrada à rede.


Excesso de açúcar aumenta em 23% os casos de depressão

Saúde

Excesso de açúcar aumenta em 23% os casos de depressão

Refrigerantes e doces, podem estar associadas a um maior risco de problemas cerebrais como ansiedade.


Tocantins e Rio lideram atratividade de energia limpa

Energia para a Vida

Tocantins e Rio lideram atratividade de energia limpa

Os dois estados facilitam entrada de empresas de fontes limpas de energia.


Aprenda a preparar Coxinha Fit

Alimentos e Bebidas

Aprenda a preparar Coxinha Fit

Difícil encontrar um brasileiro que não goste de coxinha.


Sites e aplicativos de descontos conquistam 22% dos internautas

Digital

Sites e aplicativos de descontos conquistam 22% dos internautas

Restaurantes, comida delivery e itens de vestuário são os principais produtos comprados.


Volume de exportações cresce 12,5% em julho, diz FGV

Mundo Empresarial

Volume de exportações cresce 12,5% em julho, diz FGV

O volume das importações também cresceu 10,8% no mesmo período.


Petrobras anuncia processo seletivo para 159 vagas

Utilidade Pública

Petrobras anuncia processo seletivo para 159 vagas

As inscrições foram abertas nesta terça-feira (15/08) e seguirão até 4 de setembro.


Prêmio Goya abre inscrições para filmes brasileiros

Prêmio Goya é promovido pela Academia das Artes e Ciências Cinematográficas da Espanha.


ONU anuncia Neymar como embaixador da Boa Vontade

Famosos

ONU anuncia Neymar como embaixador da Boa Vontade

ONG global trabalha em prol de pessoas com deficiência e populações vulneráveis.


BNDES fecha 1º semestre com lucro líquido de R$ 1,34 bi

Café Pequeno

BNDES fecha 1º semestre com lucro líquido de R$ 1,34 bi

No mesmo período de 2016, o Banco de Desenvolvimento teve prejuízo líquido de R$ 2,17 bilhões.


Vendas a prazo no Dia dos Pais caem 2,18%

Desde 2014 varejo apresenta quedas nas principais datas comemorativas.



Turma do Pagode lança mais uma faixa de Misturadin

Notas Musicais

Turma do Pagode lança mais uma faixa de Misturadin

Nova música é um medley com “Mania TDP” e “Nosso DNA”.


Rock in Rio confirma Youtubers para palco Digital Stage

Noticias Culturais

Rock in Rio confirma Youtubers para palco Digital Stage

Whindersson Nunes, Christian Figueiredo Mauricio Meirelles são alguns dos headliners confirmados


Livro de Romário faz revelações sobre o futebol brasileiro

Livro "Um olho na bola e o outro no cartola" será lançado dia 2 de setembro na Bienal do Livro do Rio.


Cidades históricas de Minas lançam WebTV

Saúde

Cidades históricas de Minas lançam WebTV

Produções irão divulgar o patrimônio cultural mineiro.


ONU propõe que União Europeia acolha refugiados

Café Pequeno

ONU propõe que União Europeia acolha refugiados

Atualmente a União Europeia (UE) acolhe 20 mil refugiados.


Petrobras registra lucro de R$ 316 milhões

Mundo Empresarial

Petrobras registra lucro de R$ 316 milhões

Em 2016, o lucro líquido da companhia atingiu R$ 370 milhões no trimestre.


Armas apreendidas serão repassadas a órgãos de segurança

Café Pequeno

Armas apreendidas serão repassadas a órgãos de segurança

As armas passíveis de doação são: carabina, espingarda, fuzil e metralhadora.


Perda de audição pode levar idosos à depressão

Saúde

Perda de audição pode levar idosos à depressão

Ao negar o problema algumas pessoas podem se isolar do convívio social, prejudicando a própria vida.


Economia compartilhada torna a vida mais fácil

Café Pequeno

Economia compartilhada torna a vida mais fácil

Pesquisa mostra que 40% dos brasileiros já trocaram hotel por residência de terceiros.