O impacto da tragédia do Rio Doce para a saúde

Estudo inédito investiga os principais problemas físicos e psicológicos de quem foi atingido.


Da Redação

17/04/2017 - 15:20

Alergia respiratória, gripe constante, pressãoalta, dengue, são alguns dos problemas enfrentados hoje por quem ainda vivencia o maior desastre socioambiental do país – a destruição da bacia do Rio Doce pelo rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora Samarco, que é controlada pelas empresas Vale e BHP Billiton.

No diagrama, feito a partir dos resultados de pesquisas junto à população, problemas respiratórios, de pele, dengue e emocionais se destacam entre os males mais recorrentes ou percebidos. Porém, os danos podem ir além, quando levado em conta as doenças crônicas que poderão vir a se desenvolver ou se agravar, sem que a Samarco ou o sistema público de saúde estejam se preparando para isso.

O estudo “Avaliação dos Riscos em Saúde da População afetada pelo Desastre de Mariana”, realizado pelo Instituto Saúde e Sustentabilidade (ISS) analisou os moradores de Barra Longa (MG), em função do município ser considerado um dos piores em situação.

“Em Bento Rodrigues, onde a lama destruiu tudo, não se mexeu mais e ninguém ficou por lá para ser afetado. Em Barra Longa, o pó da lama seca chegou aos quarteirões mais altos em função do trânsito de veículos e da própria reconstrução da cidade, atingindo todo mundo”, explica a médica e diretora do ISS, Evangelina Vormmitag, que coordenou o estudo.

De uma população de quase 6 mil habitantes, a pesquisa ouviu 289 famílias e seus 576 membros, calculados de forma estatística e sorteados a partir da lista das famílias do Programa Social de Família da Secretaria Municipal de Saúde de Barra Longa. Dos entrevistados, 35% afirmaram que a saúde piorou após o desastre. Para realizar a pesquisa, eles responderam um questionário e entrevistas sobre os sintomas que vêm sentindo após o desastre da Samarco.

Dentre os problemas relatados, 40% são respiratórios; 15,8% afecções de pele; 11% transtornos mentais e comportamentais; 6,8% doenças infecciosas; 6,3% de doenças do olho; e 3,1% problemas gástricos e intestinais. Para crianças de até 13 anos completos, as doenças respiratórias são 60% das queixas.

Desde o desastre, 56% dos respondentes afirmaram terem deixado de realizar alguma de suas atividades habituais e domésticas, e 49,5% chegaram a ficar acamados. Também houve a preocupação de inquirir sintomas, uma vez que os indivíduos poderiam não ter o diagnóstico da doença. Os prevalentes foram dor de cabeça, tosse e dor nas pernas, alergias de pele, febre e rinite. Dor nas pernas, por exemplo, é um sintoma comum de intoxicação por minério.

Para Fabiana Alves, da Campanha de Água do Greenpeace, os impactos na saúde mostram a amplitude de um desastre ambiental e é apenas uma das consequências da negligência de empresas em seus projetos de infraestrutura exploratória. “A população atingida tem que ser monitorada para uma ampla análise e suporte real à saúde dos atingidos. O que resta nesse momento é demandar que os órgãos municipais se organizem para esse monitoramento necessário, já que a Samarco não interesse em fazê-lo", diz Fabiana.

O estudo faz parte de uma série de pesquisas que contemplam mais outras cinco áreas: Água (já divulgado), Fauna, Flora, Impactos Sociais e Direitos Humanos. Todos conduzidos por pesquisadores independentes de universidades e institutos brasileiros, e financiados com doações captadas por artistas do coletivo Rio de Gente e gerenciadas pelo Greenpeace.





Brasil termina em 37º na Olimpíada de Matemática

Coreia do Sul e China vencem Olimpíada Internacional de Matemática no Rio de Janeiro.


Grande BH se transforma em polo de cerveja artesanal

Mundo Empresarial

Grande BH se transforma em polo de cerveja artesanal

Governo de Minas incentiva microcervejarias da região com APL.


Projetos culturais terão apoio de R$12 milhões do BNDES

Noticias Culturais

Projetos culturais terão apoio de R$12 milhões do BNDES

Instituição apoia festivais e mostras de cinema, eventos de música instrumental e erudita e festas literárias.


Como a Volks cooperou com a ditadura brasileira

Imprensa alemã obtém acesso exclusivo à investigação. Cooperação era maior do que se pensava.



Governo mantém previsão de 0,5% de crescimento do PIB

Café Pequeno

Governo mantém previsão de 0,5% de crescimento do PIB

A previsão do mercado é de que o crescimento fique em 0,34% em 2017.


Preço dos combustíveis sobem em todo o país

Mundo Empresarial

Preço dos combustíveis sobem em todo o país

Governo divulga aumento de alíquota do PIS/Cofins sobre combustíveis.


Os benefícios da capoeira para as crianças

Capoeira traz movimentos corporais característicos que funcionam como agente facilitador psicomotor.


Cursos,gratuitos nas melhores Universidades

Educação & Capacitação

Cursos,gratuitos nas melhores Universidades

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, preparação nunca é demais.


Mudanças no estilo de vida podem evitar Alzheimer

Saúde

Mudanças no estilo de vida podem evitar Alzheimer

Estudo sugere que combater nove fatores de risco pode retardar ou até evitar casos de demência.


Transformers estreia o quinto filme no Brasil

Na Tela

Transformers estreia o quinto filme no Brasil

Franquia já faturou US$ 4 bilhões desde 2007.


Vocalista do Linkin Park morre aos 41 anos

Famosos

Vocalista do Linkin Park morre aos 41 anos

Chester Bennington cometeu suicídio em sua casa nos Estados Unidos.


Evaristo Costa não renovará contrato com a Globo

Famosos

Evaristo Costa não renovará contrato com a Globo

Colunista do Uol, Flávio Ricco, afirma que apresentador não continuará na emissora.


Travestis e transexuais terão nome social no CPF

Utilidade Pública

Travestis e transexuais terão nome social no CPF

Para isso, basta que compareçam a uma unidade de atendimento da Receita Federal e peçam a inclusão.


Unicamp lidera ranking na América Latina

Na lista das 25 primeiras colocadas na América Latina, o Brasil tem 13 vezes universidades.


Mundo reduziu quase pela metade as mortes por Aids

Saúde

Mundo reduziu quase pela metade as mortes por Aids

De acordo com a ONU, desde 2005 número de mortes caiu de 1,9 milhão de pessoas para 1 milhão.


Startups trocam Estados Unidos por Canadá

Digital

Startups trocam Estados Unidos por Canadá

A cidade canadense Vancouver se torna destino dos sonhos para startups brasileiras.


Usuários do Facebook terão que pagar para ler notícias

A empresa vai implementar de um sistema de assinaturas de notícias semelhante ao utilizado por portais de notícias em todo o mundo.



Os sinais de alerta para os acumuladores

Bem Viver

Os sinais de alerta para os acumuladores

São pessoas que têm um nível moderado de distúrbio, sendo adeptos de colecionar quinquilharias.


Os cuidados indispensáveis para a higiene do rosto

Já parou para pensar na diferença que a limpeza correta faz na saúde da sua pele?


Caixa reabre Programa de Desligamento Voluntário

Educação & Capacitação

Caixa reabre Programa de Desligamento Voluntário

Caixa espera a adesão de 5,5 mil funcionários em todo o País.


Brasil cria 9,8 mil vagas de trabalho em junho

Café Pequeno

Brasil cria 9,8 mil vagas de trabalho em junho

De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego o resultado é o 3º positivo seguido.


Telefonia fixa perde mais de 75 mil linhas em maio

Digital

Telefonia fixa perde mais de 75 mil linhas em maio

Nos últimos 12 meses houve redução de 1,5 milhão de linhas de telefonia fixa, diz Anatel.


Verdades sobre o siso, o grande temor dos pacientes

Bem Viver

Verdades sobre o siso, o grande temor dos pacientes

O ideal é retirar os dentes do siso entre os 16 e 18 anos, diz especialista.


MG confirma mais quatro mortes por febre chikungunya

Saúde

MG confirma mais quatro mortes por febre chikungunya

De acordo com a SES-MG, cinco pessoas morreram pela doença em 2017.


Whindersson Nunes lota teatros dos Estados Unidos

Famosos

Whindersson Nunes lota teatros dos Estados Unidos

Youtuber brasileiro fez quatro apresentações na terra do Tio Sam.