Termina greve dos bancários

Acabou nesta quarta-feira, dia 26, na maior parte do país, a greve dos bancários que já durava nove dias. Agências dos bancos privados e do Banco do Brasil voltaram a abrir normalmente nesta quinta-feira, 27 de setembro.


Da Redação

27/09/2012 - 21:00

Bancários de bancos privados e do BB de capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba e Campo Grande e estados como Pernambuco, Piauí, Mato Grosso e Alagoas decidiram seguir a orientação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), nas assembleias realizadas nesta quarta à noite, e aceitaram a nova proposta da Fenaban.

Já os funcionários da Caixa decidiram permanecer em greve em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Pará, Ceará, Bahia e Sergipe. “Vamos fortalecer a greve na Caixa, buscando cobrar mais avanços para os trabalhadores”, afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT e coordenador do comando nacional dos bancários.

Os dias de greve não serão descontados dos bancários, mas terão de ser compensados. A reivindicação dos bancários era anistia, mas a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) não aceitou e apresentou a mesma regra do ano passado de compensação até 15 de dezembro, diz a Contraf.

Assim, os dias parados serão compensados em, no máximo, duas horas por dia, de segunda a sexta-feira, exceto sábados, domingos e feriados. O que ultrapassar esse período não será considerado.

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) elevou a 7,5% a proposta de reajuste dos salários dos trabalhadores, um aumento real de 2%. A proposta também prevê aumento de 8,5% no piso salarial e no valor dos auxílios-refeição e alimentação; e uma alta de 10% na parcela fixa da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). A proposta anterior previa reajuste de 6% nos salários.

Os bancários reivindicavam reajuste de 10,25% nos salários (aumento real de 5%), uma participação nos resultados equivalente a três salários mais R$ 4.961,25 fixos, piso salarial de R$ 2.416,38, criação do 13º auxílio-refeição e aumento dos benefícios já existentes para R$ 622, fim da rotatividade e das metas "abusivas", melhores condições de saúde e trabalho e mais segurança nas agências.




daiana

E a gente que depende desse banco,faz o que. Preciso dar entrada no meu fgts........Socorrooooooooooooooo....

mardonenascimento

Engracado todos os bancos aceitam o reajuste so a caixa economica federal nao,e os clientes que precisam resolver os seus problemas como ficam?

sergio antonio de oliveira

estes bancaria nao faz nada.todos os anos e a mesma ladainha de sempre eles quer aumento.

Governo destina R$100 milhões para sistema prisional

Os recursos serão usados para ações de segurança pública nos estados e logística das Forças Armadas


Medo de terrorismo: Paris perde 1,5 milhão de turistas

Rede hoteleira, monumentos e centros culturais de Paris perderam visitantes em 2016.


Consumo de combustíveis no Brasil caiu 4,5% em 2016

Esta é a segunda queda consecutiva do indicador, que entre 2014 e 2015, teve retração de 1,9%.


Copa Verde terá troca de garrafas PET por ingressos

Carbono Zero será tema da Copa Verde 2017, competição de clubes das regiões Norte e Centro-Oeste.


China investe US$ 145 bilhões em tecnologia militar

China continua se armando mais rápido do que demais países, mostra relatório.


Empresas internacionais citadas na Operação Lava Jato

Empresas foram citadas em delações premiadas de ex-executivos das empreiteiras brasileiras e da Petrobras.


Trabalho é o que mais afasta casais brasileiros

Entre outras causas aparecem também a falta de atenção, problemas financeiros, maior dedicação aos filhos e rotina.


Austrália é o 4º país em ranking de progresso social

País tem altos índices de bem-estar, oportunidades e acesso aos direitos básicos.


O que Moraes pensa sobre polêmicas no STF

Indicado de Temer para o Supremo já expôs seu pensamento jurídico sobre assuntos polêmicos que serão analisados na corte


Veja novidades na Declaração de Imposto de Renda 2017

A entrega da declaração terá início no dia 02 de março, contudo vejam as primeiras modificações para esse ano.



...




...