CIA pode invadir TV, iPhone, Whatsapp, afirma Wikileaks

Ferramentas de espionagem sofisticadas são usadas para contornar criptografia de aplicativos.


Deutsche Welle

08/03/2017 - 08:34

A plataforma Wikileaks revelou nesta terça-feira (07/03) que obteve milhares de documentos que detalham um sofisticado arsenal tecnológico desenvolvido pela Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA) para espionar smartphones, computadores e até mesmo televisões.

Segundo o site, alguns dos programas, que incluem malwares, vírus e cavalos de troia, são capazes até mesmo de contornar a criptografia de aplicativos de mensagens populares como o Whatsapp e o Telegram.

O site afirma que disponibilizou 8.761 documentos e arquivos que descrevem esse arsenal, que teria sido desenvolvido numa unidade de alta segurança isolada e situada dentro do Centro de Ciberinteligência da CIA, em Langley, no estado da Virgínia. O Wikileaks afirmou ainda que esses documentos consistem em apenas uma parte do que foi obtido.

O site não informou quem forneceu o material. Disse apenas que os programas estavam circulando de uma forma "não autorizada" entre funcionários e hackers que trabalham para o governo e que um deles enviou o material para o Wikileaks.

Essa fonte afirmou que fez isso para iniciar uma discussão sobre se "as capacidades da CIA ultrapassam seus poderes" e o "problema de fiscalização da agência por parte do público". A fonte disse ainda que o debate deve girar em torno de "segurança, criação, uso, proliferação e controle democrático de ciberarmas".

Os documentos divulgados pela plataforma foram criados entre 2013 e 2016. O Wikileaks descreveu a divulgação como o maior ato de "publicação de documentos confidenciais da agência [CIA]".

Segundo o jornal New York Times, um ex-agente da CIA disse que uma breve análise dos documentos sugere que eles são genuínos.

No passado, o Wikileaks foi acusado de divulgar documentos sem critérios, algo que colocou agentes e funcionários dos EUA em risco. Desta vez, o site afirma ter tomado medidas para ocultar os nomes de pessoas envolvidas com o programa da CIA.

O site também afirmou que não pretende divulgar o código de ciberarmas que podem ser usadas atualmente "até que exista um consenso sobre a natureza política e técnica do programa da CIA e de como essas armas devem ser analisadas, desmanteladas e publicadas".

TVs espiãs
Algumas das ferramentas descritas nos documentos têm como alvo produtos amplamente usados. Uma delas, chamada Weeping Angel (anjo chorão), penetra smart TVs da Samsung e transforma os equipamentos em dispositivos de escuta, mesmo quando elas estão desligadas.

Outros aparelhos e programas que podem ser alvos das ciberarmas da CIA incluem o iPhone da Apple, e os sistemas Android, da Google, e Windows, da Microsoft.

Um porta-voz da CIA disse ao Washington Post que a agência não ia comentar por enquanto sobre o vazamento.

Se os documentos forem confirmados como autênticos, o ato do Wikileaks deve representar mais um golpe para a inteligência americana, que ainda sofre os efeitos dos vazamentos promovidos pelo ex-funcionário da Agência de Segurança Nacional (NSA) Edward Snowden em 2013.

Recentemente, o Wikileaks se envolveu numa série de controvérsias durante a última eleição presidencial americana. O site publicou mensagens de membros do partido Democrata que acabaram prejudicando a campanha da candidata Hillary Clinton.

Membros de agências de inteligência dos EUA acusaram o site de servir como fachada de interesses do governo russo, que teria promovido a espionagem e usado o Wikileaks para interferir nas eleições. O fundador do site, o australiano Julian Assange, está asilado desde 2012 na embaixada do Equador em Londres. 





Grande BH se transforma em polo de cerveja artesanal

Governo de Minas incentiva microcervejarias da região com APL.


Cooperativismo mineiro movimenta R$ 43,3 bilhões

Mundo Empresarial

Cooperativismo mineiro movimenta R$ 43,3 bilhões

Na contramão da crise, o cooperativismo mineiro cresceu 13,3% em 2016.


ABL comemora 120 anos e entrega prêmio nobre

Noticias Culturais

ABL comemora 120 anos e entrega prêmio nobre

Prêmio Machado de Assis foi concedido ao historiador baiano João José Reis.


Theatro Municipal do Rio retoma cantata Carmina Burana

Obra do compositor alemão Carl Orff foi apresentada pela primeira vez na Ópera de Frankfurt em 1937.



Transformers estreia o quinto filme no Brasil

Na Tela

Transformers estreia o quinto filme no Brasil

Franquia já faturou US$ 4 bilhões desde 2007.


Vocalista do Linkin Park morre aos 41 anos

Famosos

Vocalista do Linkin Park morre aos 41 anos

Chester Bennington cometeu suicídio em sua casa nos Estados Unidos.


Evaristo Costa não renovará contrato com a Globo

Colunista do Uol, Flávio Ricco, afirma que apresentador não continuará na emissora.


Google lança ferramenta para busca de empregos

Empregos

Google lança ferramenta para busca de empregos

A tecnologia pretende ajudar pequenas e médias empresas a rastrear bons candidatos para suas vagas de empregos.


O quanto somos dependentes da energia?

Energia para a Vida

O quanto somos dependentes da energia?

Entenda como o mundo em que vivemos é completamente dependente de uma fonte de energia para que possa funcionar.


Bem Viver

"Mulher-Maravilha quebra estereótipos e me faz pensar"

O filme me trouxe à mente a frase: “...a mulher avança para lutar com Golias”.


Os sinais de alerta para os acumuladores

Bem Viver

Os sinais de alerta para os acumuladores

São pessoas que têm um nível moderado de distúrbio, sendo adeptos de colecionar quinquilharias.


Os cuidados indispensáveis para fazer a higiene do rosto

Beleza Pura

Os cuidados indispensáveis para fazer a higiene do rosto

Já parou para pensar na diferença que a limpeza correta faz na saúde da sua pele?


Inverno exige um cuidado especial com o bem-estar

Chegada de nova frente fria retoma alerta sobre a importância da prevenção de doenças respiratórias


Recuperação da economia brasileira será gradual

Mundo Empresarial

Recuperação da economia brasileira será gradual

Entidade afirma que a economia continua vulnerável a uma intensificação da incerteza política.


Caixa reabre Programa de Desligamento Voluntário

Utilidade Pública

Caixa reabre Programa de Desligamento Voluntário

Caixa espera a adesão de 5,5 mil funcionários em todo o País.


MG confirma mais quatro mortes por febre chikungunya

De acordo com a SES-MG, cinco pessoas morreram pela doença em 2017.



Quer reduzir gastos com energia neste inverno?

Energia para a Vida

Quer reduzir gastos com energia neste inverno?

O uso consciente dos recursos energéticos deve ser pensado nas diversas ações do dia a dia.


Game of Thrones bate recorde de audiência em estreia

Na Tela

Game of Thrones bate recorde de audiência em estreia

Primeiro episódio foi visto por 10,1 milhões de espectadores nos Estados Unidos.


Consumidores consideram seguro comprar pela internet

Pesquisa da Conversion indicou que 78% dos consumidores, dos 26 estados do Brasil, confiam na segurança para comprar on-line.


A energia do futuro dá em árvore

Empregos

A energia do futuro dá em árvore

No Rock in Rio deste ano a tecnologia mineira produz energia solar a partir de geradores ecológicos em formato de árvore.


BID lança curso online sobre Parcerias Público Privadas

Educação & Capacitação

BID lança curso online sobre Parcerias Público Privadas

O curso é uma parceria entre a Universidade de Harvard e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts.


Na Tela

"Sem Destino", símbolo para uma geração americana

Com direção de Dennis Hopper e música dos principais grupos de rock da época, a película se transformou num sucesso mundial.


As vantagens de fazer intercâmbio no Canadá

Educação & Capacitação

As vantagens de fazer intercâmbio no Canadá

Um país multicultural, receptivo, com economia forte e ótima qualidade de vida.


Problema de enxaqueca pode estar na boca

Bem Viver

Problema de enxaqueca pode estar na boca

Ortodontista comenta a pesquisa e explica como as bactérias orais podem causar enxaqueca.


Por que as crianças roem unhas?

Saúde

Por que as crianças roem unhas?

Cerca de 20 a 30% das crianças e 45% dos adolescentes têm esse hábito.