Lulu cria rede de avaliação de homens

Aplicativo Lulu, que permite que mulheres avaliem homens anonimamente, já é o líder de downloads na App Store brasileira.


Da Redação

27/11/2013 - 13:17

Mais uma vez a grande polêmica da semana veio da internet. Desta vez, trata-se do aplicativo Lulu, exclusivo para as mulheres avaliarem seus amigos homens do Facebook. Pelo aplicativo, é possível dar notas, postar comentários e hashtags.

Apesar de conquistar esta marca, o app divide opiniões: foi elogiado por amplificar o poder das mulheres, criticado por resumir o homem a apenas um objeto e avaliado como mais um software de puro entretenimento.

Na avaliação do especialista em marketing, Gabriel Rossi, o novo aplicativo prova que a privacidade na internet acabou de vez. “O que começou como brincadeira se tornou uma ferramenta de quebra de privacidade e de mau gosto” afirma.

Segundo Rossi, as plataformas das redes sociais são ferramentas que possibilitam um relacionamento mais direto e um compartilhamento mais dinâmico e democrático de opiniões e informações. “No entanto, o Lulu amplifica esta característica das redes sociais. Aquela conversa que as mulheres tinham no toilette feminino agora se tornou pública e invasiva.”

O especialista alerta que a privacidade da internet - o seu Santo Graal - foi quebrado de vez. “Coerência, respeito e bom senso são pontos essenciais a serem observados ao utilizarmos estes instrumentos e isto não está sendo observado no Lulu.”




Aplicativo alivia o congestionamento na porta de escolas

Por meio de alerta automático, pais avisam que estão chegando e instituição agiliza a saída do aluno com segurança.

Facebook planeja entrada no mundo dos videoclipes

A empresa já se reuniu com grandes nomes da área, como Universal e Sony, para fechar parcerias.

Há 20 anos surgia o MP3, que revolucionou a indústria musical

Formato que comprime arquivos de áudio criou um "boom" de distribuição de músicas pela internet.

Redes sociais como ferramenta do terrorismo

Ao mesmo tempo em que facilitam a comunicação, mídias sociais são usadas por extremistas para propagar ideologias e recrutar seguidores.

Falha no aplicativo de e-mails do iOS permite roubo de senhas

O pesquisador que descobriu a falha diz que alertou a Apple sobre o problema em janeiro.

App brasileiro para pessoas com deficiência vence premiação

Livox reproduz, por comando de voz, necessidades, emoções e desejos dos usuários, como alimentação, em 25 idiomas.

Pesquisadores alertam sobre racionamento também na internet

Mas será que corremos o risco de ficar sem internet ou ter que racionar seu uso?

Google poderá reduzir em 22% as visitas a sites genéricos

A versão “Phantom Update” pune sites focados apenas em atrair tráfego, com conteúdo irrelevante.

Donos de iPhone 5s são os que mais contratam seguro

Um levantamento realizado pelo Bem Mais Seguro indicou que o roubo de celulares em 2014 foi 149% maior em relação ao ano anterior, em várias cidades brasileiras.

A evolução do bullying: do pátio da escola ao smartphone

17% dos alunos são vítimas de ataques de ciberbullying.




Copyright © 2015 Todos os direitos reservados