Lulu cria rede de avaliação de homens

Aplicativo Lulu, que permite que mulheres avaliem homens anonimamente, já é o líder de downloads na App Store brasileira.


Da Redação

27/11/2013 - 15:17

Mais uma vez a grande polêmica da semana veio da internet. Desta vez, trata-se do aplicativo Lulu, exclusivo para as mulheres avaliarem seus amigos homens do Facebook. Pelo aplicativo, é possível dar notas, postar comentários e hashtags.

Apesar de conquistar esta marca, o app divide opiniões: foi elogiado por amplificar o poder das mulheres, criticado por resumir o homem a apenas um objeto e avaliado como mais um software de puro entretenimento.

Na avaliação do especialista em marketing, Gabriel Rossi, o novo aplicativo prova que a privacidade na internet acabou de vez. “O que começou como brincadeira se tornou uma ferramenta de quebra de privacidade e de mau gosto” afirma.

Segundo Rossi, as plataformas das redes sociais são ferramentas que possibilitam um relacionamento mais direto e um compartilhamento mais dinâmico e democrático de opiniões e informações. “No entanto, o Lulu amplifica esta característica das redes sociais. Aquela conversa que as mulheres tinham no toilette feminino agora se tornou pública e invasiva.”

O especialista alerta que a privacidade da internet - o seu Santo Graal - foi quebrado de vez. “Coerência, respeito e bom senso são pontos essenciais a serem observados ao utilizarmos estes instrumentos e isto não está sendo observado no Lulu.”




Jovens com até 24 anos perdem o celular com mais facilidade

Eles são os alvos perfeitos para hackers.


Aplicativo vai monitorar trabalho escravo nas empresas

Ferramenta avalia ações de empresas para evitar trabalho escravo na produção de suas roupas.


Novo portal é lançado para profissionais da sáude

Novo site traz conteúdo técnico, artigos e funcionalidades exclusivas para atuais e potenciais médicos referenciados.


Uso de dispositivos móveis prejudicam mãos e coluna

Especialista aponta crescimento de problemas posturais e inflamações como consequência.


App ajuda a evitar e acompanhar reações alérgicas

Conheça ferramentas que transformam a tecnologia como aliada contra alergia.


Facebook com mais notícias do que posts pessoais

1,6 bilhão de usuários do Facebook está postando mais notícias e informações de outros sites.


Seu médico é especialista em cirurgia plástica?

Existem pelo menos 12 mil médicos não habilitados no país.


Mapa interativo vai acompanhar caminho da tocha olímpica

Falta pouco para a tocha olímpica começar a percorrer o Brasil.


Portal sobre enxaqueca facilita acesso a tratamentos

Para quem ainda não possui médico, o portal disponibiliza um banco de dados com especialistas.


Cresce procura por cursos pela internet

Programa de Educação a Distância do CIEE já teve 2,8 milhões de jovens, até dezembro de 2015.