A figura masculina no jardim de infância

Educação infantil continua sendo em grande parte vista como algo para mulheres.


Deutsche Welle

17/05/2017 - 10:58

Em Colônia, no oeste da Alemanha, cerca de 40 homens trabalham hoje como educadores de crianças em casa – em alemão, Tagesväter, ou, ao pé da letra, "pai do dia". Há 15 anos, quando Mehran Aghadavoodi começou a aprender o ofício, ele era o único homem da turma de Tagesmütter ("mães do dia"). Desde então, o iraniano de 62 anos exerce a função.

Diante dos dados atuais, pode-se considerar que Aghadavoodi tem uma função exótica. O número de homens que cuidam de crianças aumentou nos últimos dez anos – mas continua sendo baixo. Em 2006, eles eram 3,1% dos que exerciam a função em jardins de infância e creches do país, e passaram para 5,4% em 2016, aponta um estudo do Deutschen Jugendinstitut.

Miguel Díaz, que atua no Centro de Coordenação do chamado Boys Day (Dia dos Meninos) e na associação Neue Wege für Jungs (Novos caminhos para meninos), vê um desenvolvimento positivo na maior presença de homens na profissão. Mas, para ele, os números só atestam um fenômeno bem conhecido na sociedade: quanto mais nova a criança, menor a quantidade de homens que toma conta delas. Pois continua em voga o velho dogma de que a educação de crianças pequenas é coisa de mulher.

Díaz destaca que a questão também é evidenciada linguisticamente. Raramente se fala em "mães de família", mas é normal ouvir a expressão "pais de família" quando se descreve o papel do homem no núcleo familiar. Mais uma vez, não é algo usual dizer "pai que trabalha fora"; mas sim "mãe que trabalha fora". Esses são apenas dois exemplos de visões predominantes em relação aos gêneros e seus papéis nos universos profissional e familiar.

"Não se trata de uma questão de renda"

Aghadavoodi tem dificuldade em compreender por que tal cenário persiste. Ele especula que muitos homens na Alemanha simplesmente ainda não tenham descoberto o tema educação infantil. "A culpa é deles próprios", diz.

No momento, Aghadavoodi cuida de cinco crianças. A mais nova tem 14 meses; e a mais velha, três anos. Todo dia, os pais trazem as crianças às 7h da manhã e às 15h vêm buscá-las. Atualmente, ele recebe do município cinco euros por criança cuidada, a cada hora trabalhada. Desse valor, ainda é preciso subtrair a comida das crianças, brinquedos e, vez ou outra, o conserto de algo. Mesmo assim, ele considera o salário bom.

Díaz também afirma que o desinteresse dos homens por educação infantil não tem a ver com a perspectiva de uma renda modesta. Um técnico em mecatrônica não ganha necessariamente mais do que um cuidador de idosos, por exemplo. Mesmo assim, um curso de mecatrônica ainda é o sonho de formação de muitos jovens do sexo masculino.

Escolha da profissão

"A escolha da profissão é muito mais do que somente uma decisão sobre o que um jovem quer fazer profissionalmente mais tarde", afirma Díaz. Muitas vezes, os jovens também querem reforçar seus papéis masculino ou feminino na sociedade.

"Fazer um curso de empreiteiro transmite uma mensagem bem diferente que estudar para ser educador, sobretudo porque a educação infantil tem essa conotação de ser algo para mulheres", diz.

A família, em especial os pais, exerce uma grande influência sobre a escolha da profissão. Além dos pais, o grupo social conhecido como peergroup, geralmente da mesma idade, tem também muita influência na hora em que o jovem decide o que fazer no futuro.

Na Alemanha, todos os anos são organizados os chamados Boys Day (Dia dos Meninos) e Girls Day (Dia das Meninas), nos quais meninas e meninos têm a oportunidade de ter contato com profissões que costumam ser vistas como mais masculinas ou femininas. Eles visam estimular a diversidade de gênero nas diferentes áreas. Até porque já se constatou que, nas empresas onde há essa diversidade, o trabalho funciona muito melhor do que naquelas onde estereótipos ainda predominam.

Da mesma maneira, a diversidade de gênero é vantajosa em creches e jardins de infância. Segundo Díaz, meninos e meninas devem ter o direito de ser educados da maneira mais diversa possível – tanto por homens quanto por mulheres.

Aghadavoodi também considera importante que as crianças tenham referências mais variadas. As crianças de que ele cuida vivenciam diferentes formas de educação no dia a dia. Enquanto ele prefere brincar e cantar, à esposa, que às vezes o auxilia em seu trabalho, cabem as atividades mais tranquilas, como artesanato e leitura. Ele não sabe dizer se isso isso tem a ver com o papel dela como mulher na sociedade ou com a profissão dela – professora de artes e terapeuta. 





Muitos brasileiros sofrem com problemas de digestão de leite

Um terço da população afirma sentir algum desconforto digestivo porém apenas 4% procura um médico em busca de diagnóstico.


The Carpenters - O Musical Tribute chega a BH

Notas Musicais

The Carpenters - O Musical Tribute chega a BH

Espetáculo reproduz canções da dupla musical que marcou a década de 70 em todo o mundo.


Festa Literária de Paraty 2017 homenageia Lima Barreto

Noticias Culturais

Festa Literária de Paraty 2017 homenageia Lima Barreto

Confira a programação completa do Flip 2017.


Torta de Linguiça: uma receita fácil para o inverno

A receita da chef Ana Spenglers é de fácil preparo.



Grande BH se transforma em polo de cerveja artesanal

Mundo Empresarial

Grande BH se transforma em polo de cerveja artesanal

Governo de Minas incentiva microcervejarias da região com APL.


Projetos culturais terão apoio de R$12 milhões do BNDES

Noticias Culturais

Projetos culturais terão apoio de R$12 milhões do BNDES

Instituição apoia festivais e mostras de cinema, eventos de música instrumental e erudita e festas literárias.


Fies: inscrições ficam abertas de terça a sexta-feira

Serão oferecidas 75 mil novas vagas aos estudantes que procuram financiamento.


Comércio online é mais seguro que loja física?

Digital

Comércio online é mais seguro que loja física?

Isto porque o comércio eletrônico exige os nossos dados bancários e diversos outros dados pessoais.


O silêncio das ruas do Brasil

Café Pequeno

O silêncio das ruas do Brasil

Impopular, suspeito de corrupção e à frente de controversas reformas, Michel Temer tem sido poupado de grandes manifestações.


Como a Volks cooperou com a ditadura brasileira

Café Pequeno

Como a Volks cooperou com a ditadura brasileira

Imprensa alemã obtém acesso exclusivo à investigação. Cooperação era maior do que se pensava.


Cooperativismo mineiro movimenta R$ 43,3 bilhões

Mundo Empresarial

Cooperativismo mineiro movimenta R$ 43,3 bilhões

Na contramão da crise, o cooperativismo mineiro cresceu 13,3% em 2016.


ABL comemora 120 anos e entrega prêmio nobre

Noticias Culturais

ABL comemora 120 anos e entrega prêmio nobre

Prêmio Machado de Assis foi concedido ao historiador baiano João José Reis.


Governo mantém previsão de 0,5% de crescimento do PIB

Café Pequeno

Governo mantém previsão de 0,5% de crescimento do PIB

A previsão do mercado é de que o crescimento fique em 0,34% em 2017.


Preço dos combustíveis sobem em todo o país

Governo divulga aumento de alíquota do PIS/Cofins sobre combustíveis.


Os benefícios da capoeira para as crianças

Bem Viver

Os benefícios da capoeira para as crianças

Capoeira traz movimentos corporais característicos que funcionam como agente facilitador psicomotor.


Show de David Gilmour ganha mais salas de exibição

Na Tela

Show de David Gilmour ganha mais salas de exibição

Lendária apresentação do ex-Pink Floyd em Pompéia, será exibida em 13 de setembro pela rede Cinemark


Transformers estreia o quinto filme no Brasil

Franquia já faturou US$ 4 bilhões desde 2007.



Travestis e transexuais terão nome social no CPF

Utilidade Pública

Travestis e transexuais terão nome social no CPF

Para isso, basta que compareçam a uma unidade de atendimento da Receita Federal e peçam a inclusão.


Unicamp lidera ranking na América Latina

Educação & Capacitação

Unicamp lidera ranking na América Latina

Na lista das 25 primeiras colocadas na América Latina, o Brasil tem 13 vezes universidades.


Mundo reduziu quase pela metade as mortes por Aids

De acordo com a ONU, desde 2005 número de mortes caiu de 1,9 milhão de pessoas para 1 milhão.


Julho Verde alerta sobre câncer de cabeça e pescoço

Digital

Julho Verde alerta sobre câncer de cabeça e pescoço

Se descoberta em estágio inicial, as chances de cura podem ser superiores a 90%.


Google lança ferramenta para busca de empregos

Empregos

Google lança ferramenta para busca de empregos

A tecnologia pretende ajudar pequenas e médias empresas a rastrear bons candidatos para suas vagas de empregos.


Usuários do Facebook terão que pagar para ler notícias

Digital

Usuários do Facebook terão que pagar para ler notícias

A empresa vai implementar de um sistema de assinaturas de notícias semelhante ao utilizado por portais de notícias em todo o mundo.


O quanto somos dependentes da energia?

Energia para a Vida

O quanto somos dependentes da energia?

Entenda como o mundo em que vivemos é completamente dependente de uma fonte de energia para que possa funcionar.


Bem Viver

"Mulher-Maravilha quebra estereótipos e me faz pensar"

O filme me trouxe à mente a frase: “...a mulher avança para lutar com Golias”.


Os sinais de alerta para os acumuladores

Bem Viver

Os sinais de alerta para os acumuladores

São pessoas que têm um nível moderado de distúrbio, sendo adeptos de colecionar quinquilharias.