Brasil deve triplicar produção de petróleo

Segundo AIE, Brasil será um dos maiores exportadores de petróleo do mundo até 2035, quando alcançará seis milhões de barris diários.


Da Redação

12/11/2013 - 16:25

O Brasil se converterá num dos maiores exportadores de petróleo e um dos principais produtores de energia do mundo, assegura a Agência Internacional da Energia (AIE) em um relatório divulgado nesta terça-feira.

Para 2035, a produção petroleira do Brasil triplicará e alcançará seis milhões de barris diários (mbd), contribuindo com um terço do crescimento da produção líquida mundial, e transformando-se no sexto maior produtor de petróleo do mundo.

Da mesma forma, a produção de gás quintuplicará, o que permitirá cobrir até 2030 as necessidades do país, apesar do consumo crescer exponencialmente, assegura o relatório.

No entanto, a AIE adverte que dadas as difíceis condições de extração de petróleo em águas profundas, o custo da produção será superior a de outras regiões como o Oriente Médio e a Rússia.

Parte dos investimentos necessários procederão da Petrobras, o que colocará à prova a capacidade da companhia estatal de dedicar suficientes recursos em um enorme e variado programa de investimentos.

A isso se soma o compromisso de que os bens e serviços sejam locais, o que não fará mais que pressionar uma cadeia de fornecimento já por si limitada. O Brasil necessitará investir cerca de US$ 90 bilhõesanuais para poder garantir o consumo energético do país, segundo a AIE.

As abundantes e diversas fontes energéticas cobrirão 80% do aumento de consumo energético do país, incluindo o acesso universal à eletricidade.

No caso da geração elétrica, a AIE recomenda o sistema de leilões para proporcionar novo capital ao setor energético e evitar pressionar o preço final pago pelo consumidor.




Preços da energia no Mercado Livre voltam a aquecer os processos de Migração

Ao optar pelo mercado livre, é possível garantir redução de custo com energia, de forma estável e a Longo Prazo.


BNDES aprova mais três projetos para parques eólicos

Últimas aprovações do ano foram a parques em Pernambuco, Rio Grande do Sul e Ceará.


Dicas da Cemig para economizar energia no verão

Dias mais longos e altas temperaturas podem ocasionar um aumento no consumo de energia.


Aneel aprova revisão de bandeiras tarifárias

Conta de luz pode ficar mais barata.


Indústrias querem participar do mercado livre de energia

Estudo mostra que liberalização do setor elétrico pode reativar a economia brasileira.


Geração distribuída amplia número de conexões em 2015

Em outubro passado eram 1.000 adesões de consumidores e, em dois meses, esse número chegou a 1.731 conexões.


CPFL Energia alcança marca de 1 milhão de contas enviadas por e-mail

10 árvores são preservadas a cada 100 mil faturas não impressas.


Os cuidados com equipamentos eletrônicos durante tempestades

As orientações da Cemig são para prevenir quanto às descargas atmosféricas que podem danificar ou queimar aparelhos e eletroeletrônicos.


Mercado Central de BH vai usar gás natural da Gasmig

Um dos principais pontos turísticos da capital mineira vai construir redes de distribuição de gás natural.


Leitura com entrega de conta simultânea chega a 5 milhões de clientes

Serviço contribui para redução no reajuste tarifário da Cemig.





Copyright © 2016 Todos os direitos reservados