Brasil deve triplicar produção de petróleo

Segundo AIE, Brasil será um dos maiores exportadores de petróleo do mundo até 2035, quando alcançará seis milhões de barris diários.


Da Redação

12/11/2013 - 16:25

O Brasil se converterá num dos maiores exportadores de petróleo e um dos principais produtores de energia do mundo, assegura a Agência Internacional da Energia (AIE) em um relatório divulgado nesta terça-feira.

Para 2035, a produção petroleira do Brasil triplicará e alcançará seis milhões de barris diários (mbd), contribuindo com um terço do crescimento da produção líquida mundial, e transformando-se no sexto maior produtor de petróleo do mundo.

Da mesma forma, a produção de gás quintuplicará, o que permitirá cobrir até 2030 as necessidades do país, apesar do consumo crescer exponencialmente, assegura o relatório.

No entanto, a AIE adverte que dadas as difíceis condições de extração de petróleo em águas profundas, o custo da produção será superior a de outras regiões como o Oriente Médio e a Rússia.

Parte dos investimentos necessários procederão da Petrobras, o que colocará à prova a capacidade da companhia estatal de dedicar suficientes recursos em um enorme e variado programa de investimentos.

A isso se soma o compromisso de que os bens e serviços sejam locais, o que não fará mais que pressionar uma cadeia de fornecimento já por si limitada. O Brasil necessitará investir cerca de US$ 90 bilhõesanuais para poder garantir o consumo energético do país, segundo a AIE.

As abundantes e diversas fontes energéticas cobrirão 80% do aumento de consumo energético do país, incluindo o acesso universal à eletricidade.

No caso da geração elétrica, a AIE recomenda o sistema de leilões para proporcionar novo capital ao setor energético e evitar pressionar o preço final pago pelo consumidor.




Novos cursos para economizar energia elétrica

A empresa Eficiência Máxima está disponibilizando aos seus clientes cursos para reduzir suas despesas com energia elétrica.


Petrobras tem prejuízo de R$ 14,8 bilhões em 2016

Prejuízo apresentou uma forte redução devido ao aumento das exportações e redução das despesas.


Cemig inaugura agência conceito em Belo Horizonte

Tecnologia e localização em shopping vão permitir maior acessibilidade para pessoas com deficiência.


Gestão em energia ameniza custos e garante eficiência

Empresas estão cada vez mais interessadas em obter consultoria para gestão de energia.


BNDES aprova projetos de energia renovável na Amazônia

BNDES aprovou financiamentos para projetos de geração energia limpa a serem implementados.


Valores pagos a mais serão devolvidos na conta de luz

A decisão de como será feita essa devolução, sairá dia dia 28 de março, diz Aneel.


Consumo de energia elétrica cresce 2,8% em janeiro

Setor industrial registrou crescimento de 4,4%, o maior no período.


Setor de energia eólica quer produzir 30 GW em 2025

Que seria suficiente para abastecer o consumo de 48 milhões de residências.


No carnaval, um alerta com a rede elétrica

Serpentinas e confetes contém metal e podem causar curto-circuito, quando em contato com a rede elétrica.


LED consome metade de energia das lâmpadas eletrônicas

A iluminação doméstica é responsável por 20% do consumo total de energia nas residências.



...


...