Temperaturas altas e chuveiro podem elevar consumo de energia

Alguns hábitos simples podem atenuar esse aumento e reduzir a conta de energia no fim do mês.


Da Redação

25/11/2014 - 14:55

O verão na região Sudeste é caracterizado por altas temperaturas e a ocorrência de chuvas, trazendo, por um lado, alívio para os reservatórios das usinas hidrelétricas e, por outro, possível aumento do consumo de energia, devido ao uso mais intenso dos equipamentos de climatização dos ambientes como ar condicionado e ventiladores.

“O chuveiro, geralmente, é o equipamento que mais consome energia, devido à sua potência, que é muito alta. Mudando o seletor de temperatura da posição ‘inverno’ para a posição ‘verão’ já reduz a potência em 30% e proporciona uma redução no consumo ao final do mês de até 10%”, explica o engenheiro Leonardo Rivetti, gerente de Eficiência Energética da Cemig.

De acordo com Rivetti, a geladeira, geralmente, é o segundo equipamento que mais consome energia em uma residência, em virtude do tempo de uso. Uma geladeira em bom estado de uso funciona 12 horas por dia, ou seja, 360 horas por mês, mas é comum encontrar geladeiras, em más condições de conservação, funcionando mais de 600 horas por mês.

Com relação ao ar condicionado, o gerente sugere que seja ligado depois de garantir que o ambiente a ser climatizado esteja totalmente fechado, verificando portas e janelas. O aparelho deve ser dimensionado de acordo com a área do ambiente a ser climatizado.

Para saber mais dicas e informações sobre eficiência energética, basta acessar o site da empresa Eficiência Máxima 

Fonte: Cemig e Eficiência Máxima Consultoria




Novos cursos para economizar energia elétrica

A empresa Eficiência Máxima está disponibilizando aos seus clientes cursos para reduzir suas despesas com energia elétrica.


Petrobras tem prejuízo de R$ 14,8 bilhões em 2016

Prejuízo apresentou uma forte redução devido ao aumento das exportações e redução das despesas.


Cemig inaugura agência conceito em Belo Horizonte

Tecnologia e localização em shopping vão permitir maior acessibilidade para pessoas com deficiência.


Gestão em energia ameniza custos e garante eficiência

Empresas estão cada vez mais interessadas em obter consultoria para gestão de energia.


BNDES aprova projetos de energia renovável na Amazônia

BNDES aprovou financiamentos para projetos de geração energia limpa a serem implementados.


Valores pagos a mais serão devolvidos na conta de luz

A decisão de como será feita essa devolução, sairá dia dia 28 de março, diz Aneel.


Consumo de energia elétrica cresce 2,8% em janeiro

Setor industrial registrou crescimento de 4,4%, o maior no período.


Setor de energia eólica quer produzir 30 GW em 2025

Que seria suficiente para abastecer o consumo de 48 milhões de residências.


No carnaval, um alerta com a rede elétrica

Serpentinas e confetes contém metal e podem causar curto-circuito, quando em contato com a rede elétrica.


LED consome metade de energia das lâmpadas eletrônicas

A iluminação doméstica é responsável por 20% do consumo total de energia nas residências.



...


...