Temperaturas altas e chuveiro podem elevar consumo de energia

Alguns hábitos simples podem atenuar esse aumento e reduzir a conta de energia no fim do mês.


Da Redação

25/11/2014 - 14:55

O verão na região Sudeste é caracterizado por altas temperaturas e a ocorrência de chuvas, trazendo, por um lado, alívio para os reservatórios das usinas hidrelétricas e, por outro, possível aumento do consumo de energia, devido ao uso mais intenso dos equipamentos de climatização dos ambientes como ar condicionado e ventiladores.

“O chuveiro, geralmente, é o equipamento que mais consome energia, devido à sua potência, que é muito alta. Mudando o seletor de temperatura da posição ‘inverno’ para a posição ‘verão’ já reduz a potência em 30% e proporciona uma redução no consumo ao final do mês de até 10%”, explica o engenheiro Leonardo Rivetti, gerente de Eficiência Energética da Cemig.

De acordo com Rivetti, a geladeira, geralmente, é o segundo equipamento que mais consome energia em uma residência, em virtude do tempo de uso. Uma geladeira em bom estado de uso funciona 12 horas por dia, ou seja, 360 horas por mês, mas é comum encontrar geladeiras, em más condições de conservação, funcionando mais de 600 horas por mês.

Com relação ao ar condicionado, o gerente sugere que seja ligado depois de garantir que o ambiente a ser climatizado esteja totalmente fechado, verificando portas e janelas. O aparelho deve ser dimensionado de acordo com a área do ambiente a ser climatizado.

Para saber mais dicas e informações sobre eficiência energética, basta acessar o site da empresa Eficiência Máxima 

Fonte: Cemig e Eficiência Máxima Consultoria




Saiba escolher as lâmpadas mais ecoeficientes do mercado

Lâmpada incandescente não será mais comercializada a partir de 30 de junho.


Cuidados ao usar aparelhos elétricos no inverno

O maior cuidado deve ser com o uso do chuveiro elétrico, diz Aneel.


No setor de energia, enquanto há reservas há esperança

Nossas de reservas de óleo e gás nos colocam em posição de destaque em termos internacionais.


Comissão visita feira mundial de energia solar na Alemanha

Deputados de Minas visitam Munique para conhecer as inovações tecnológicas no ramo fotovoltaico e solar térmico.


Lâmpadas incandescentes serão proibidas no Brasil a partir de 1º de julho

Está proibida a importação, fabricação e comercialização de qualquer tipo de lâmpada incandescente no Brasil.


Pipas deixam consumidores sem energia

Além dos prejuízos causados pela falta de energia, a Cemig também alerta para os riscos à segurança.


ABB inaugura laboratório de testes de inversores e motores

Nova instalação permite que os clientes testem seus próprios motores para verificação do desempenho e consumo de energia


Chuvas fortes com raios aumentam risco de acidentes com energia elétrica

Especialista do Procobre dá dicas sobre como se proteger durante os temporais.


Bandeira das contas de luz será verde pelo terceiro mês

Taxa na conta de luz segue sem acréscimo de valor para os consumidores.


Após boom, venda de LED’s sofre queda

Ao contrário de 2015, venda de LED cai em 2016.