Valores pagos a mais serão devolvidos na conta de luz

A decisão de como será feita essa devolução, sairá dia dia 28 de março, diz Aneel.


Da Redação

14/03/2017 - 15:30

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta terça-feira (14) que o R$ 1,8 bilhão a mais pago pelos consumidores de energia no ano passado serão devolvidos diretamente nas contas de luz nos próximos meses.

Segundo o diretor-geral da agência, Romeu Rufino, a diretoria vai decidir no dia 28 de março como será feita essa devolução.

“Todos os consumidores deixarão de pagar esse valor a partir da decisão que tomaremos no dia 28. E o valor que se pagou nesse período, da data do aniversário [tarifário da distribuidora] de 2016 até o dia 28 de março, será prontamente devolvido, não vai se esperar o período tarifário de 2017/2018 para devolver”, explicou Rufino.

A previsão é que o valor seja devolvido entre abril e maio, já com a correção pela Selic.

Essa devolução vai ocorrer porque o custo da energia proveniente da termelétrica de Angra 3 foi incluído nas tarifas do ano passado, mas a energia não chegou a ser usada porque a usina não entrou em operação. Na semana passada, a Aneel havia informado que os consumidores seriam ressarcidos desses valores com reajustes menores nas tarifas em 2017. Mas hoje, a agência anunciou que vai fazer a devolução diretamente na conta de luz.

Rufino explicou também que o valor de R$ 1,8 bilhão foi parcialmente cobrado dos consumidores uma vez que o montante foi incluído no processo de reajuste de cada concessionária em 2016, de acordo com o seu aniversário tarifário. “Portanto, dependendo do período em que foi incluído na tarifa, se cobrou só proporcionalmente daquela data até a data de hoje”, disse.

Fonte: Agência Brasil




Novos cursos para economizar energia elétrica

A empresa Eficiência Máxima está disponibilizando aos seus clientes cursos para reduzir suas despesas com energia elétrica.


Petrobras tem prejuízo de R$ 14,8 bilhões em 2016

Prejuízo apresentou uma forte redução devido ao aumento das exportações e redução das despesas.


Cemig inaugura agência conceito em Belo Horizonte

Tecnologia e localização em shopping vão permitir maior acessibilidade para pessoas com deficiência.


Gestão em energia ameniza custos e garante eficiência

Empresas estão cada vez mais interessadas em obter consultoria para gestão de energia.


BNDES aprova projetos de energia renovável na Amazônia

BNDES aprovou financiamentos para projetos de geração energia limpa a serem implementados.


Consumo de energia elétrica cresce 2,8% em janeiro

Setor industrial registrou crescimento de 4,4%, o maior no período.


Setor de energia eólica quer produzir 30 GW em 2025

Que seria suficiente para abastecer o consumo de 48 milhões de residências.


No carnaval, um alerta com a rede elétrica

Serpentinas e confetes contém metal e podem causar curto-circuito, quando em contato com a rede elétrica.


LED consome metade de energia das lâmpadas eletrônicas

A iluminação doméstica é responsável por 20% do consumo total de energia nas residências.


Petrobras vende participação na Guarani

A operação foi concluída com o pagamento de US$ 202,75 milhões pela Tereos Participations.



...


...