Um passo atrás e em falso

Trump deu um passo atrás e em falso ao tirar restrições do setor de carvão mineral.


Autor: André Ferretti

19/05/2017 - 10:00

Incentivo à produção de energia à base de carvão mineral e desestímulo à energia limpa são duas consequências imediatas do decreto assinado em 28 de março pelo presidente dos Estados Unidos.

Outro efeito – perverso e, infelizmente, desconsiderado por Donald Trump – é o aumento da vulnerabilidade da própria sociedade norte-americana aos efeitos negativos da mudança climática.

Nesse cenário, cabem preocupações sobre o quanto essas medidas afetarão em cadeia o esforço global de reduzir as emissões de gases de efeito estufa; por outro lado, abre-se espaço para que o Brasil e outros países consolidem-se como protagonistas de uma nova economia voltada à proteção ambiental e à baixa emissão de carbono.

O decreto de Trump desmonta o Plano de Energia Limpa dos EUA aprovado pelo seu antecessor em 2015, que criava incentivos para o avanço de fontes de energia não baseadas em combustíveis fósseis.

Sob argumentos contestáveis de retomada de postos de trabalho, Trump deu um passo atrás e em falso ao tirar restrições do setor de carvão mineral, que é uma das fontes de energia mais poluentes. A posição do atual governo norte-americano implicará ainda na não adaptação do seu território aos efeitos adversos da mudança climática.

Em 2005, o Furacão Katrina tirou um milhão de pessoas de suas casas, e, certamente, as alterações no clima global tendem a tornar esse e outros eventos extremos cada vez mais frequentes. Isso significa que os EUA estão arriscando vidas, estruturas, atividades econômicas e a biodiversidade ao negligenciar a mudança climática.

Os custos de reparar danos como esses serão maiores que o investimento em ações para evitá-los – como já comprovou em 2006 o economista britânico do Banco Mundial Nicholas Stern.

Ademais, se essa adaptação fosse feita aproveitando o potencial que os ambientes naturais têm para tornar as sociedades mais resilientes, haveria custo ainda menor e benefícios adicionais, como mostra um estudo de 2015 da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza.

Mesmo se houver esforço positivo do setor privado, os entraves governamentais tendem a dificultar que os EUA atinjam as suas metas de redução de gases-estufa, estabelecidas voluntariamente no Acordo de Paris – que entrou em vigor em 2016 e hoje conta com 141 países.

Contudo, somando as contribuições nacionais de todos, não se alcança o mínimo desejado para limitar o aumento da temperatura média global a algo entre 1,5 e 2°C até o fim do século; hoje, estima-se que o limiar esteja em 3°C.

Justamente quando o mundo precisa de lideranças que puxem suas metas para cima e, pelo exemplo, estimulem outros a segui-los, os EUA querem sair do jogo. Pelo menos, China e países da União Europeia já estão tomando a frente.

Ao Brasil também há a oportunidade de se firmar como protagonista, desde que vá além das suas metas nacionais de redução de gases-estufa. Isso inclui zerar o desmatamento em todos os biomas; investir em fontes de energia renováveis – solar, eólica, biocombustíveis etc.; e modernizar a agropecuária nacional.

A mudança global do clima é um dos maiores desafios do século XXI, que traz tanto prejuízos quanto oportunidades. O presidente Donald Trump, infelizmente, foca apenas no lado negativo.

Ele fecha os olhos para o fato que o mundo está em transformação, rumo a um futuro mais sustentável e a uma nova economia de baixo carbono. Cabe, agora, aos demais países fazer a sua parte e potencializar seus esforços. Não há escolha nem tempo a perder.

* André Ferretti é membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, gerente na Fundação Grupo Boticário e coordenador geral do Observatório do Clima.





Muitos brasileiros sofrem com problemas de digestão de leite

Um terço da população afirma sentir algum desconforto digestivo porém apenas 4% procura um médico em busca de diagnóstico.


The Carpenters - O Musical Tribute chega a BH

Notas Musicais

The Carpenters - O Musical Tribute chega a BH

Espetáculo reproduz canções da dupla musical que marcou a década de 70 em todo o mundo.


Festa Literária de Paraty 2017 homenageia Lima Barreto

Noticias Culturais

Festa Literária de Paraty 2017 homenageia Lima Barreto

Confira a programação completa do Flip 2017.


Torta de Linguiça: uma receita fácil para o inverno

A receita da chef Ana Spenglers é de fácil preparo.



Grande BH se transforma em polo de cerveja artesanal

Mundo Empresarial

Grande BH se transforma em polo de cerveja artesanal

Governo de Minas incentiva microcervejarias da região com APL.


Projetos culturais terão apoio de R$12 milhões do BNDES

Noticias Culturais

Projetos culturais terão apoio de R$12 milhões do BNDES

Instituição apoia festivais e mostras de cinema, eventos de música instrumental e erudita e festas literárias.


Fies: inscrições ficam abertas de terça a sexta-feira

Serão oferecidas 75 mil novas vagas aos estudantes que procuram financiamento.


Comércio online é mais seguro que loja física?

Digital

Comércio online é mais seguro que loja física?

Isto porque o comércio eletrônico exige os nossos dados bancários e diversos outros dados pessoais.


O silêncio das ruas do Brasil

Café Pequeno

O silêncio das ruas do Brasil

Impopular, suspeito de corrupção e à frente de controversas reformas, Michel Temer tem sido poupado de grandes manifestações.


Como a Volks cooperou com a ditadura brasileira

Café Pequeno

Como a Volks cooperou com a ditadura brasileira

Imprensa alemã obtém acesso exclusivo à investigação. Cooperação era maior do que se pensava.


Cooperativismo mineiro movimenta R$ 43,3 bilhões

Mundo Empresarial

Cooperativismo mineiro movimenta R$ 43,3 bilhões

Na contramão da crise, o cooperativismo mineiro cresceu 13,3% em 2016.


ABL comemora 120 anos e entrega prêmio nobre

Noticias Culturais

ABL comemora 120 anos e entrega prêmio nobre

Prêmio Machado de Assis foi concedido ao historiador baiano João José Reis.


Governo mantém previsão de 0,5% de crescimento do PIB

Café Pequeno

Governo mantém previsão de 0,5% de crescimento do PIB

A previsão do mercado é de que o crescimento fique em 0,34% em 2017.


Preço dos combustíveis sobem em todo o país

Governo divulga aumento de alíquota do PIS/Cofins sobre combustíveis.


Os benefícios da capoeira para as crianças

Bem Viver

Os benefícios da capoeira para as crianças

Capoeira traz movimentos corporais característicos que funcionam como agente facilitador psicomotor.


Show de David Gilmour ganha mais salas de exibição

Na Tela

Show de David Gilmour ganha mais salas de exibição

Lendária apresentação do ex-Pink Floyd em Pompéia, será exibida em 13 de setembro pela rede Cinemark


Transformers estreia o quinto filme no Brasil

Franquia já faturou US$ 4 bilhões desde 2007.



Travestis e transexuais terão nome social no CPF

Utilidade Pública

Travestis e transexuais terão nome social no CPF

Para isso, basta que compareçam a uma unidade de atendimento da Receita Federal e peçam a inclusão.


Unicamp lidera ranking na América Latina

Educação & Capacitação

Unicamp lidera ranking na América Latina

Na lista das 25 primeiras colocadas na América Latina, o Brasil tem 13 vezes universidades.


Mundo reduziu quase pela metade as mortes por Aids

De acordo com a ONU, desde 2005 número de mortes caiu de 1,9 milhão de pessoas para 1 milhão.


Julho Verde alerta sobre câncer de cabeça e pescoço

Digital

Julho Verde alerta sobre câncer de cabeça e pescoço

Se descoberta em estágio inicial, as chances de cura podem ser superiores a 90%.


Google lança ferramenta para busca de empregos

Empregos

Google lança ferramenta para busca de empregos

A tecnologia pretende ajudar pequenas e médias empresas a rastrear bons candidatos para suas vagas de empregos.


Usuários do Facebook terão que pagar para ler notícias

Digital

Usuários do Facebook terão que pagar para ler notícias

A empresa vai implementar de um sistema de assinaturas de notícias semelhante ao utilizado por portais de notícias em todo o mundo.


O quanto somos dependentes da energia?

Energia para a Vida

O quanto somos dependentes da energia?

Entenda como o mundo em que vivemos é completamente dependente de uma fonte de energia para que possa funcionar.


Bem Viver

"Mulher-Maravilha quebra estereótipos e me faz pensar"

O filme me trouxe à mente a frase: “...a mulher avança para lutar com Golias”.


Os sinais de alerta para os acumuladores

Bem Viver

Os sinais de alerta para os acumuladores

São pessoas que têm um nível moderado de distúrbio, sendo adeptos de colecionar quinquilharias.