Caixa já pagou mais de R$15 bilhões das contas inativas

A previsão é que R$ 43,6 bilhões sejam sacados das contas inativas do FGTS.


Da Redação

20/04/2017 - 13:30

Até esta quarta-feira (19/04) a Caixa Econômica Federal já pagou mais de R$ 15,1 bilhões para trabalhadores nascidos entre janeiro e maio beneficiados pela Medida Provisória (MP) 763/2016, que permitiu o saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O valor pago equivale a 83,2% do total inicialmente previsto (R$ 18,1 bilhões) para o período.

Mais de 9,5 milhões de trabalhadores já sacaram os valores a que tem direito nas contas inativas do FGTS, o que representa 76% das 12,5 milhões de pessoas nascidas no período.

A previsão é que 30,2 milhões de trabalhadores sejam beneficiados com a medida e possam sacar um total de R$ 43,6 bilhões.

Fonte: Agência Brasil




Índice de inflação do aluguel cai em abril

Inflação do aluguel cai e acumula variação de 3,37% em doze meses.


O que deve mudar com a reforma trabalhista?

Projeto aprovado pela Câmara altera profundamente as relações trabalhistas no Brasil.


Exportações brasileiras crescem 24,4% no 1º trimestre

A maior alta nas exportações foi observada no setor da indústria extrativa, 38%.


Dia das Mães deve injetar R$2,10 bi no comércio de BH

Empresários estão otimistas e acreditam que as vendas serão melhores este ano.


Mercado financeiro espera inflação de 4,04% no ano

Banco Central reduz projeção para a inflação em 2017 pela sétima vez no ano.


Tribunal valida acordo milionário entre VW e EUA

Juiz afirma que valor acordado é suficiente pela fraude cometida.


Maioria dos empresários não pretendem contratar crédito

85% dos micro e pequenos empresários não pretendem contratar crédito nos próximos três meses.


Livros infantis ganham espaço no mercado brasileiro

Nesta terça-feira (18/04) é comemorado o Dia Nacional do Livro Infantil.


Inadimplência de pessoas físicas cresce em BH

Segundo pesquisa da CDL/BH, entrada de recursos do FGTS está ajudando as pessoas a quitarem dívidas.


Economia brasileira cresce 1,31% em fevereiro

Foi a segunda alta consecutiva do índice. Em janeiro, avançou 0,62%.