Caixa reduz juros do rotativo do cartão de crédito

Juros que variavam de 11,15% a 17,12% ao mês, agora variam de 8% a 11% ao mês.


Da Redação

12/04/2017 - 10:10

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (11) a redução das taxas de juros do rotativo dos cartões de crédito que, agora, variam de 8% a 11% ao mês, conforme o tipo de cartão do cliente.

Antes, os juros dessa modalidade iam de 11,15% a 17,12% ao mês. O rotativo é o crédito tomado junto à instituição financeira quando o consumidor paga menos que o valor integral da fatura do cartão.

Segundo o banco, a redução na taxa mensal do rotativo foi de 7,7 pontos percentuais. “A medida contribuirá para a redução da inadimplência e incentivo ao consumo”, informou a Caixa, em nota.

Pelas novas regras para o crédito rotativo, anunciadas pelo governo no fim do ano passado e em vigor desde o dia 3 de abril, sempre que o consumidor entrar no crédito rotativo e não conseguir quitar a dívida nos primeiros 30 dias, o banco terá de oferecer um crédito parcelado do saldo devedor, com taxas menores. Na prática, isso evita que a dívida do cartão de crédito, que tem as taxas de juros mais altas do mercado, vire uma bola de neve.

Segundo a Caixa, a partir das faturas com vencimento em 3 de maio de 2017, os clientes que estiverem com saldo rotativo terão três opções: quitar a fatura total; pagar o mínimo; ou aderir à linha de crédito parcelada.

“O cliente da Caixa que optar pelo parcelamento do saldo devedor, a partir de maio, poderá escolher os seguintes prazos de pagamento: 4, 8, 12, 16, 20 ou 24 meses, com taxas entre 3,3% e 9,9% ao mês [inferiores às do rotativo]. Para formalizar a adesão, o cliente deve pagar o valor exato da primeira parcela de uma das propostas de parcelamento, que estará disponível na fatura, até a data do vencimento”, informou.

O banco oferece, ainda, a opção do parcelamento automático do valor da fatura, que ocorrerá quando o cliente pagar qualquer valor abaixo do pagamento mínimo e diferente das seis opções de parcelamento citadas.

Fonte: Agência Brasil




Mercado financeiro espera inflação de 4,04% no ano

Banco Central reduz projeção para a inflação em 2017 pela sétima vez no ano.


Tribunal valida acordo milionário entre VW e EUA

Juiz afirma que valor acordado é suficiente pela fraude cometida.


Maioria dos empresários não pretendem contratar crédito

85% dos micro e pequenos empresários não pretendem contratar crédito nos próximos três meses.


Caixa já pagou mais de R$15 bilhões das contas inativas

A previsão é que R$ 43,6 bilhões sejam sacados das contas inativas do FGTS.


Livros infantis ganham espaço no mercado brasileiro

Nesta terça-feira (18/04) é comemorado o Dia Nacional do Livro Infantil.


Inadimplência de pessoas físicas cresce em BH

Segundo pesquisa da CDL/BH, entrada de recursos do FGTS está ajudando as pessoas a quitarem dívidas.


Economia brasileira cresce 1,31% em fevereiro

Foi a segunda alta consecutiva do índice. Em janeiro, avançou 0,62%.


Amazon vai contratar mais de 5 mil funcionários

A Amazon anunciou nesta semana que pretende criar mais de 5 mil vagas de emprego de meio período para o próximo ano.


Cuidado com os golpes da pirâmide financeira

Consumidor precisa ficar atento para não cair na tentação da promessa de dinheiro fácil.


Emissor gratuito de NFe será mantido em 2017

Desde 1º de janeiro de 2017 os emissores passaram a ser atualizados e disponibilizados pela SEFAZ-MA