Cartão único promete facilitar a vida das pessoas.

Com esse item, o usuário não precisa carregar todos os cartões de crédito e débito na carteira.


Da Redação

24/11/2013 - 13:00

Coin é um cartão que promete armazenar em um único item todos os cartões de crédito e débito de uma pessoa.

A novidade, disponível para pré-venda, foi apresentada neste mês em São Francisco, nos Estados Unidos.

Esse novo cartão é fabricado com uma fita magnética que pode mudar dependendo do que cartão se quer usar.

A bateria promete durar até dois anos e alimentar a pequena tela que mostra as informações ao usuário.

O novo produto também oferece segurança. Caso a pessoa esqueça o cartão, por exemplo, o seu celular pode avisá-la, pois o item usa a tecnologia bluetooth de baixo consumo energético para se conectar a um smartphone.

O novo cartão único pode ser encomendado por US$ 55 neste ano, mas a entrega só será feita em 2014. Mais à frente, o cartão poderá quase dobrar de preço, segundo o site do The Huffington Post.




Taxa de juros do cheque especial bate novo recorde

A taxa de juros do cheque especial continuou a subir em maio, chegando a 311,3% ao ano.


Como ter eficácia na concessão de crédito imobiliário

SPC Brasil ajuda mercado imobiliário a ter maior assertividade na concessão de financiamentos.


Brasil fecha 72,6 mil vagas de trabalho em maio

O resultado mantém a tendência de mais demissões que contratações no mercado de trabalho.


Inadimplência com cheques atinge 2º maior nível para maio

O maior nível atingido foi em maio de 2009.


Governo autoriza importação de feijão para reduzir o preço

Devido à seca em grande parte dos estados, o preço do feijão-carioca chegou a R$ 10 em supermercados.


Bancos trocarão dinheiro falso sacados em caixas

Caso receba o dinheiro falso em outras circunstâncias o cidadão deve entregar a nota a uma agência.


Demanda por crédito cresce 5% em maio

Para a Serasa Experian esse crescimento foi estimulado pelo Dia das Mães.


Projeção de inflação sobe pela 5ª vez e chega a 7,25%

A estimativa do IPCA passou de 7,19% para 7,25%.


Arrecadação federal tem menor resultado em maio desde 2010

A queda da atividade econômica e as desonerações fizeram a arrecadação federal cair pelo 14º mês consecutivo.


Abates de bovinos, suínos e frangos têm queda, diz IBGE

O abate de bovinos teve queda de 5,2%, o de frangos sofreu queda de 1,8% e o de suínos caiu 1,5%.