Cartão único promete facilitar a vida das pessoas.

Com esse item, o usuário não precisa carregar todos os cartões de crédito e débito na carteira.


Da Redação

24/11/2013 - 13:00

Coin é um cartão que promete armazenar em um único item todos os cartões de crédito e débito de uma pessoa.

A novidade, disponível para pré-venda, foi apresentada neste mês em São Francisco, nos Estados Unidos.

Esse novo cartão é fabricado com uma fita magnética que pode mudar dependendo do que cartão se quer usar.

A bateria promete durar até dois anos e alimentar a pequena tela que mostra as informações ao usuário.

O novo produto também oferece segurança. Caso a pessoa esqueça o cartão, por exemplo, o seu celular pode avisá-la, pois o item usa a tecnologia bluetooth de baixo consumo energético para se conectar a um smartphone.

O novo cartão único pode ser encomendado por US$ 55 neste ano, mas a entrega só será feita em 2014. Mais à frente, o cartão poderá quase dobrar de preço, segundo o site do The Huffington Post.




Veja o ranking das melhores agências de comunicação de 2015

A maior agência brasileira é a FSB, com receita de R$ 210 milhões em 2015.


Temer anuncia departamento para crimes contra mulher

Será criado um departamento na Polícia Federal semelhante ao da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.


Dívida Pública Federal cai 3,01% em abril

É a primeira queda mensal desde janeiro.


Inscrições para o Prouni começam dia 7 de junho

Pelo ProUni, os estudantes concorrem a uma bolsa de estudo em cursos de instituições privadas de ensino superior.


Franquias brasileiras batem recorde na expansão internacional

Abertura de unidades no exterior alcançou maior volume do franchising brasileiro em 2015.


Taxa de juros do cheque especial bate recorde em abril

A taxa de juros do cheque especial continuou a subir em abril chegando a 308,7% ao ano.


Brasileiros passam a gastar menos no exterior

Esse é o menor valor para o período desde abril de 2009.


Número de endividados cai, mas inadimplência cresce

Percentual de famílias endividadas no país ficou em 58,7% e a inadimplência em 23,7%.


Viagens aéreas dentro do país têm queda de 12,2%

As viagens domésticas no mês de abril totalizaram 6,8 milhões, o pior resultado mensal desde fevereiro de 2013.


Instituições projetam inflação de 7,04% este ano

As estimativas estão acima do centro da meta de inflação, de 4,5%.