Cartão único promete facilitar a vida das pessoas.

Com esse item, o usuário não precisa carregar todos os cartões de crédito e débito na carteira.


Da Redação

24/11/2013 - 13:00

Coin é um cartão que promete armazenar em um único item todos os cartões de crédito e débito de uma pessoa.

A novidade, disponível para pré-venda, foi apresentada neste mês em São Francisco, nos Estados Unidos.

Esse novo cartão é fabricado com uma fita magnética que pode mudar dependendo do que cartão se quer usar.

A bateria promete durar até dois anos e alimentar a pequena tela que mostra as informações ao usuário.

O novo produto também oferece segurança. Caso a pessoa esqueça o cartão, por exemplo, o seu celular pode avisá-la, pois o item usa a tecnologia bluetooth de baixo consumo energético para se conectar a um smartphone.

O novo cartão único pode ser encomendado por US$ 55 neste ano, mas a entrega só será feita em 2014. Mais à frente, o cartão poderá quase dobrar de preço, segundo o site do The Huffington Post.




Caixa Econômica tem lucro de R$ 4,1 bilhões em 2016

Banco registrou queda de 43% em relação aos 7,2 bilhões de lucro registrados em 2015.


Confiança do Consumidor atinge maior índice desde 2014

Índice atingiu 85,3 pontos em março.


ABIH promove congresso com foco em planejamento

Congresso Nacional de Hotéis (CONOTEL) acontecerá entre os dias 17 e 19 de maio em São Paulo.


Mecanismo para reduzir a mortalidade de empresas

Ferramenta ajuda donos de negócios a venderem suas empresas de maneira autônoma.


Emissor gratuito de NFe será mantido em 2017

Desde 1º de janeiro de 2017 os emissores passaram a ser atualizados e disponibilizados pela SEFAZ-MA.


A reforma trabalhista e as oportunidades do home office

A combinação de modernização regulatória e tecnológica é a chave para trazer mais produtividade às empresas.


Apesar de Trump, brasileiros investem nos EUA

Empresas brasileiras migram para hub especializado no Estado de Connecticut, nos EUA.


Mais de 850 cidades têm problemas por falta de água

Em 2017, as regiões Nordeste e Centro-Oeste são as mais afetadas do Brasil.


Coreia do Sul retoma a compra de frango do Brasil

Seul volta atrás e cancela veto à importação de carne de frango, mas intensificará fiscalização.


Escândalo da carne se alastra

China, Chile e Coreia do Sul suspendem importações.



...


...