Do vinil à máquina de escrever, a nova emoção do analógico

Sobretudo consumidores abaixo dos 35 anos mostram grande interesse pelo que é ou ao menos parece ser antigo.


Da Redação

15/04/2017 - 12:26

O fã da tecnologia Brandon Salt está profundamente entusiasmado: em seu canal do Youtube, ele testa algo que soa como uma máquina de escrever. "Oh, meu Deus, que coisa linda que ela é!" Na realidade, contudo, o que os seus dedos estão operando é um teclado preto fosco com teclas vermelhas, conectado sem cabo ao computador, por bluetooth.

Quem está por trás desse híbrido de teclado moderno e velha máquina de datilografia é a empresa nova-iorquina Lofree, que alia a tecnologia mais moderna a design, som e sensação tátil de artefatos há muito obsoletos.

O produto ainda não está no mercado, mas usuários da plataforma de vídeo, como Salt, têm a oportunidade de testá-lo e, assim, promovê-lo antes do lançamento. E ele nem precisa se esforçar muito, pois outros internautas também estão eufóricos: para a primeira produção, a Lofree já angariou mais de 500 mil dólares de quase 6 mil investidores, na plataforma de crowd-funding Indiegogo. E esse número cresce de dia para dia.

Vingança dos analógicos

A startup de Nova York navega uma onda altamente lucrativa no momento: a moda retrô ou nostálgica. As companhias oferecem ou novos produtos reproduzindo o design dos velhos tempos, ou artigos originários, de fato, de décadas passadas, sejam discos de vinil e câmeras polaroide, sejam cadernos de notas ou livros. O "analógico" nunca esteve tão em voga: até mesmo a gigante do comércio eletrônico Amazon vai abrir uma livraria de tijolo e cimento em Manhattan.

Os números comprovam a força da tendência: em 2016, o faturamento da famosa fabricante italiana de agendas Moleskine cresceu 16%. A venda de discos analógicos já vem crescendo há nove anos seguidos, tendo quebrado em 2015 o recorde dos últimos 25 anos.

Em seu livro A vingança dos analógicos, o jornalista canadense David Sax explica que "os impulsionadores dessa tendência são adolescentes e jovens adultos". Como aponta a pesquisa de mercado da ICM Unlimited, quase a metade dos compradores de LPs em 2016 contava 35 anos ou menos. Para eles, as velhas tecnologias são, por assim dizer, a novidade.

Justamente por esse motivo, porém, um adolescente não tem como sentir nostalgia ao escutar um toca-discos. E muitos consumidores mais maduros são felizes de ter o seu leitor de livros digitais, com recursos como aumentar o tamanho das letras e outros confortos.

A especialista em consumo Daphne Kasriel-Alexander, do instituto Euromonitor International, tenta explicar esse comportamento complexo. "Ao consumir, você está expressando sua identidade", e o antigo é o diferente: num mundo digitalizado, o analógico é que é o extraordinário e fascinante. Os jovens querem ser individuais, destacar-se em meio ao mainstream, em vez de nadar com a onda. E uma máquina de escrever é, sem sombra de dúvida, um adereço chamativo..

Emoção e produtividade

Segundo David Sax, porém, existe ainda um outro motivo, que tem mais a ver com a própria percepção sensorial do que com o que se mostra para o exterior: numa dimensão do virtual e das touch-screens, os consumidores querem novamente se cercar de produtos para tocar e cheirar.

"No mundo digital, só se tem duas dimensões, e entre elas se pode deslizar (scroll)". Numa loja de discos, em comparação, os vinis estão lá para se pegar, cheirar, pode-se falar com as pessoas. "Comprar e ouvir ou ler um disco ou livro é um ato emocional", analisa o autor.

A esse aspecto emotivo ele acrescenta outro, bem palpável: produtividade. No cosmos digital há muitas formas de distração à espreita. No celular, mensagens de Whatsapp de todo tipo pipocam a cada poucos minutos, numa hora em que se quer trabalhar ou ler concentrado.

No mundo profissional estão em moda aplicativos com nomes como SelfControl ou Freedom – autocontrole, liberdade. Eles prometem ajudar a combater a própria compulsão de se deixar distrair por Facebook e companhia, colocando os sites, por assim dizer, fora do alcance do usuário.

A empresa suíça Punkt partiu logo para produzir um celular cujo teclado e visor minimalista só permitem telefonar e escrever uma ou outra mensagem. O antirrevolucionário dispositivo vende especialmente bem no berço de todas as tecnologias digitais, o Vale do Silício, na Califórnia.

Fundo no coração, mais fundo na carteira

Aparentemente, os que mais querem retornar à simplicidade são aqueles abaixo dos 35 anos, os digital natives, que já cresceram na era digital, e que compõem o principal grupo de consumidores do planeta, observa Sax.
Só os Estados Unidos contam 80 milhões dos assim chamados millenials, os nascidos entre 1980 e 2000. Ou seja, um terço da população total, com um poder de compra anual de 200 bilhões de dólares, do qual toda empresa comercial quer sua fatia.

Ao mesmo tempo, porém, nunca foi tão difícil conseguir a fidelidade da clientela jovem para determinadas marcas. "Desde a recessão, os jovens não são mais tão fixados no mercado e fiéis a ele", diagnostica Kasriel-Alexander. É uma geração que perdeu a confiança no empresariado.

Assim, a indústria retrô e da nostalgia aposta em cultivar o desejo por produtos antigos. Dessa maneira, pretende formar um relação nova e talvez mais profunda com seus clientes – os quais, em contrapartida, estarão dispostos a ir mais fundo nas próprias carteiras.





Gabriel Diniz gravará DVD em Fernando de Noronha

O DVD intitulado “GD na Ilha” será gravado dia 25/10, em Fernando de Noronha.


Documentário Dia de Folga terá pré-lançamento em BH

Na Tela

Documentário Dia de Folga terá pré-lançamento em BH

A primeira exibição acontece no dia 24 de outubro, no MIS Cine Santa Tereza.


Facebook compra aplicativo mais popular na App Store

Digital

Facebook compra aplicativo mais popular na App Store

O Facebook comprou a rede social tbh, cujo aplicativo é o mais popular na App Store americana. O valor da transação não foi informado.


Há limites (espirituais) para a tecnologia

"Toma consciência, por um só momento, de que a Vida e a inteligência são puramente espirituais."



Google pode chegar a valer US$ 1 trilhão

Mundo Empresarial

Google pode chegar a valer US$ 1 trilhão

Nenhuma outra empresa já valeu essa quantia.


Lollapalooza 2018 divulga programação completa

Notas Musicais

Lollapalooza 2018 divulga programação completa

Festival acontecerá entre os dias 23 e 25 de março em São Paulo.


Pilates pode contribuir no combate a osteoporose

Dia Mundial da Osteoporose chama a atenção para tratamento, prevenção e alerta do problema.


Novo site do Museu da Língua Portuguesa entra no ar

Noticias Culturais

Novo site do Museu da Língua Portuguesa entra no ar

Prédio do Museu foi destruído por um incêndio em dezembro de 2015 em São Paulo.


Knorr ensina cardápio de receitas vegetarianas

Alimentos e Bebidas

Knorr ensina cardápio de receitas vegetarianas

Outubro é considerado o mês do vegetariano. Que tal usar a ocasião para sair do lugar comum e preparar um cardápio diferente?


Maçaneta higieniza as suas mãos

Tecnologia Máxima

Maçaneta higieniza as suas mãos

Peça é equipada com álcool em gel.


Microsoft integra assistente pessoal ao Skype

Digital

Microsoft integra assistente pessoal ao Skype

Sistema “Cortana” já pode ser acessado nos Estados Unidos.


Moeda virtual pode ser mais transformadora do que a internet

Mundo Empresarial

Moeda virtual pode ser mais transformadora do que a internet

Investidores estimam crescimento do bitcoin e sua mudança no mundo.


Empresas do BH-TEC expandem negócios

Mundo Empresarial

Empresas do BH-TEC expandem negócios

Investimentos sinalizam confiança dos empreendedores no mercado.


Robô jornalista publica 850 matérias em um ano

Temas dos artigos escritos variam das Olimpíadas até as eleições norte-americanas.


Robert Plant descarta nova volta do Led Zeppelin

Famosos

Robert Plant descarta nova volta do Led Zeppelin

Cantor criticou aqueles que continuam fazendo apresentações baseadas em material antigo.


Natureza em foco no planejamento urbano de três metrópoles

Ciência & Ambiente

Natureza em foco no planejamento urbano de três metrópoles

Campinas, Belo Horizonte e Londrina pretendem evitar crises hídricas, alimentar a população sem agredir o meio ambiente e otimizar uso do solo.


Escola online de negócios investe no Brasil

IEBS traz três novos programas na língua portuguesa.



Setor de serviços cai 1% em agosto, diz IBGE

Mundo Empresarial

Setor de serviços cai 1% em agosto, diz IBGE

O volume do setor também recuou no acumulado do ano (-3,8%) e no acumulado de 12 meses (-4,5%).


Confira os temas para focar nos estudos para o ENEM

Educação & Capacitação

Confira os temas para focar nos estudos para o ENEM

Faltando um mês para as provas, saiba como identificar temas clássicos e se preparar para o exame.


A cada ano, 3 milhões de jovens abandonam a escola

Um em cada quatro jovens vai abandonar o ensino médio até o final do ano, diz estudo.


 Jota Quest estreia Acústico no Palácio das Artes

Noticias Culturais

Jota Quest estreia Acústico no Palácio das Artes

Espetáculo é baseado em recém-lançado DVD que é 1º "desplugado" do grupo.


Crise economica faz brasileiro andar mais a pé

Mundo Empresarial

Crise economica faz brasileiro andar mais a pé

Levantamento revela que o brasileiro está caminhando mais e recorrendo ao transporte público.


Receita libera pagamento do 5º lote da restituição do IR

Café Pequeno

Receita libera pagamento do 5º lote da restituição do IR

Restituição do Imposto de Renda dá R$ 2,8 bi a 2,3 milhões de contribuintes.


Um terço dos estagiários paga pela própria faculdade

Educação & Capacitação

Um terço dos estagiários paga pela própria faculdade

Pesquisa mostra que remuneração não é o fator mais importante para o jovem que busca esse tipo de vaga.


 Loja de enxoval de bebê lança robô de compras

Tecnologia Máxima

Loja de enxoval de bebê lança robô de compras

Tecnologia permite que cliente ande virtualmente pela loja de Orlando e escolha produtos remotamente.


Quedas são a maior ameaça ao bem-estar dos idosos

Bem Viver

Quedas são a maior ameaça ao bem-estar dos idosos

Maior parte dos traumas que levam a fraturas ocorre em casa. Saiba o que fazer para evitar.