Mulheres sofrem mais com dor de cabeça e enxaqueca

Calcula-se que mais de 90% da população do Brasil teve ou terá cefaléia em algum dia de seu vida Os dois tipos de dor de cabeça mais comuns são a enxaqueca e a cefaléia do tipo tensional.


Da Redação

22/09/2005 - 22:10

A enxaqueca é o tipo mais grave, pois a dor é mais forte e vem acompanhada de: náusea, vômitos, aumento da sensibilidade à luz e aos sons, o que em geral obriga o paciente a permanecer em repouso interrompendo as atividades naquele dia.
As mulheres têm mais enxaqueca do que os homens. Nelas as crises são mais freqüentes e mais duradouras, principalmente, no período menstrual. Para cada homem com enxaqueca teremos três mulheres com a moléstia. Isso ocorre por que os hormônios ovarianos femininos são potentes desencadeadores de enxaqueca.

A relação enxaqueca-hormônios foi um tema de destaque no XIX Congresso da Sociedade Brasileira de cefaléia que aconteceu em Fortaleza, de 15 a 17 de setembro. Foram apresentadas palestras abordando enxaqueca nas crianças, nas adolescentes, nas mulheres (incluindo no ciclo menstrual, na gravidez, na amamentação e relação entre enxaqueca e anticoncepcionais). Outras palestras abordaram a enxaqueca na menopausa e durante a terapia de reposição hormonal.

Da menarca (primeira menstruação) a pós-menopausa, a mulher passa por ciclos nos quais os hormônios femininos aumentam e diminuem no organismo. Essas oscilações fazem com que a enxaqueca se manifeste com mais intensidade e freqüência nessas fases (na puberdade, na menstruação, no climatério, na ovulação, por ex). Outras fases, nas quais, os hormônios são mais estáveis a enxaqueca se aquieta e deixa de incomodar tanto (na gravidez, na pós-menopausa por ex).

A Sociedade Brasileira de Cefaléia promove uma campanha de prevenção da Enxaqueca, com informações fáceis e úteis pelo site.  

Onde fica Fortaleza (CE)?




Depressão afeta mais de 300 milhões de pessoas no mundo

Dados da OMS mostra que o número de pessoas que vivem com depressão está aumentando.


Campanha esclarece dúvidas sobre planos de saúde

Campanha traz informações sobre direitos de beneficiários de planos de saúde e o papel do órgão regulador.


Minas Gerais confirma 83 mortes por febre amarela

Outras 173 mortes ainda estão sendo investigadas pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais.


SUS fornecerá remédio oral contra artrite reumatoide

Em 180 dias o Xeljanz deve estar disponível na rede pública de farmácias.


Febre amarela: cinco cidades em situação de emergência

Governo federal reconheceu situação de emergência em cinco cidades devido ao surto de febre amarela.


Governo federal distribuirá repelentes para gestantes

A partir de março, gestantes beneficiárias do Bolsa Família terão direito a receber o produto.


Comer em excesso também é considerado dependência

Chocolate, hambúrguer, pizza, queijo e sorvete são alguns dos alimentos altamente “viciantes”.


Teste-piloto para vírus Zika será feito em Pernambuco

A previsão é de que um dos sistemas seja implantado na rede pública de saúde no segundo semestre.


Estudo busca fatores genéticos e ambientais do câncer

Pesquisa vai mapear influência genética e ambiental na ocorrência de câncer.


15 aos 29 anos: publicação mostra realidade do câncer

INCA e Ministério de Saúde lançam publicação com panorama do câncer em adolescentes e adultos jovens.



...




...