Polêmico Ato Médico será votado nesta terça-feira

Em tramitação há dez anos no Congresso Nacional, o texto do Projeto de Lei não é consenso entre as profissões da saúde.


Da Redação

26/11/2012 - 20:00

O Projeto de Lei (PLC nº 7703/2006 / PLS 268/2002), conhecido como Ato Médico, que define as atividades de prática privativa entre médicos, será discutido e votado em reunião ordinária, nesta terça-feira (27), às 11h, pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado Federal.

O texto do Projeto de Lei não é consenso entre as profissões da saúde. A principal crítica ao PL é quanto à interferência direta da medicina na autonomia das outras profissões da área da saúde, impedindo o trabalho interdisciplinar e multiprofissional.

Com origem no Senado Federal, o PL do Ato Médico passou recentemente por análise da Câmara dos Deputados na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde foi aprovado,  e hoje encontra-se novamente no Senado, como substitutivo PLS 268/2002, na Comissão de Educação.

O projeto deve passar, em seguida, pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS), segue para apreciação do plenário, último passo antes da sanção presidencial.

Segundo o presidente do Conselho Federal de Psicologia (CFP), Humberto Verona, a Psicologia tem sido contrária a esse PL desde seu início e continua mantendo sua posição “por entender que ele retira dos profissionais da saúde o diagnóstico e a indicação terapêutica compartilhada para os usuários da saúde. A ditadura do diagnóstico médico será um grande retrocesso no cuidado multiprofissional e interdisciplinar, especialmente no SUS”, alerta.

Diante disso, o CFP vem realizando uma campanha contra a aprovação do Projeto de Lei. Quem quiser se posicionar contrário ao Ato Médico acesse o site do Conselho ou assine o manifesto.




Campanha de prevenção do câncer enfatiza hábitos de vida saudáveis

INCA alerta para excesso de peso e sedentarismo como fatores de risco, e lança as estimativas para 2016.


Carnaval: cuidado com as DSTs

Infectologista dá dicas para os foliões aproveitarem as festas sem comprometer a saúde.


Diagnóstico de daltonismo deve ser feito na infância

Especialista do Hospital CEMA explica como lidar com o distúrbio que afeta 8% da população mundial.


Retiradas das amígdalas, em alguns casos, é indispensável

Especialista do Hospital CEMA explica qual a função deste órgão e quando a extração deve ou não ser realizada.


Produtos diet ajudam no combate à obesidade

Se você acha que os atuais problemas dos brasileiros se resumem à crise política e econômica, você pode estar muito enganado.


Uma nova realidade para o mercado de alimentos

Nos últimos anos temos acompanhado uma mudança significativa no comportamento da população quando o assunto é o consumo de alimentos.


Brasil expõe em feira odontológica de Dubai

AEEDC é a maior feira do setor odontológico do Oriente Médio e do norte da África.


Musculação: saúde também na terceira idade

Consultor do CEPAASP afirma que treino de força melhora até a condição cardiovascular de quem já passou dos 60 anos.


Janeiro é mês de mobilização contra a hanseníase

Minas Gerais recebe ações, cursos e palestras para sensibilizar a população e promover o diagnóstico precoce da doença, que tem cura e tratamento no SUS.


Dicas para um jejum menos rígido antes de cirurgia oncológica

Equipe do Instituto do Câncer do Hospital Mãe de Deus adota protocolo de menor tempo de jejum pré-operatório e alimentação precoce no pós-operatório.





Copyright © 2016 Todos os direitos reservados