Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Com estoques em queda, Hemominas convoca doadores de sangue

Com estoques em queda, Hemominas convoca doadores de sangue

06/05/2020 Divulgação

Fundação precisa repor especialmente as bolsas de grupos sanguíneos negativos e O positivo

A Fundação Hemominas chama os doadores voluntários de sangue, fidelizados ou não, a comparecerem a quaisquer uma de suas unidades em todas as regiões do estado, a fim de repor os estoques de sangue, especialmente dos grupos sanguíneos negativos e O positivo, que se encontram em queda. É necessário que a situação seja normalizada para que a Hemominas possa manter o número estratégico de bolsas de sangue em Minas Gerais e, assim, atender à demanda de pacientes. 

A fundação mantém um Gabinete de Crise, responsável por traçar ações estratégicas para a adequação do estoque em períodos de possível queda de comparecimento de doadores e aumento da demanda transfusional, como a pandemia da covid-19. O gabinete vem trabalhando de forma intensiva na coordenação e na gestão do estoque de hemocomponentes, para manter o atendimento à população.

Segurança

As unidades da Hemominas são ambientes seguros. Atenta às recomendações do Ministério da Saúde, a fundação intensificou os procedimentos de higienização e prevenção com algumas medidas, como a obrigatoriedade do uso do álcool gel/líquido 70% nas mãos para qualquer doador ou pessoa que entrar nas unidades. Além disso, só serão aceitas caravanas de doadores de, no máximo, dez pessoas e as salas de espera das unidades, como as de coleta do sangue, foram reorganizadas de forma a garantir um distanciamento mínimo de um metro entre os doadores.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Fundação Hemominas



Ministério da Saúde distribui mais de 22 milhões de vacinas Covid-19 em sete dias

Com a conclusão do envio para primeira dose da população adulta, vacinas são destinadas para novas etapas da campanha e para completar o ciclo vacinal da população.


70 milhões de brasileiros já tomaram as duas doses ou a dose única da vacina

Número representa quase 44% da população adulta do país.


O Brasil está entre os quatro países que mais vacinam a população

Ampla adesão da população ao programa de imunizações ajuda o Governo Federal a colocar fim no caráter pandêmico da Covid-19; número soma as doses 1 e 2 das vacinas.


Brasil registra menor média móvel de mortes pela Covid-19 desde 5 de janeiro

Índice está em queda desde junho deste ano; mais de 81% da população adulta já receberam a primeira dose da vacina.


Brasil atinge mais de 190 milhões de doses de vacinas Covid-19 aplicadas

Números somam as primeiras, segundas e doses únicas já no braço da população brasileira.


Mais de 1 milhão de adolescentes de 12 a 17 anos já foram vacinados contra a Covid

Orientação é que a imunização dos adolescentes só seja iniciada depois que os municípios aplicarem a primeira dose em toda a população adulta.


Saúde distribui mais 7 milhões de doses de vacinas Covid-19 para todo o Brasil

A primeira dose já chegou para mais de 127 milhões de brasileiros, ou seja, 79% da população adulta do país.


Brasil terá produção nacional de vacinas Covid-19 da Pfizer

Anúncio da parceria com a farmacêutica brasileira Eurofarma é mais um passo para reforçar o complexo industrial de saúde no país


Governo Federal doará 486 toneladas de alimentos para pessoas em vulnerabilidade

Ação marcou a comemoração de 93 anos da Polícia Rodoviária Federal e contou com a participação dos Ministérios da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, da Justiça e Segurança Pública e do programa Pátria Voluntária.


Brasil atinge 50 milhões de brasileiros com a vacinação completa contra a Covid-19

31,9% do público-alvo de 160 milhões de adultos acima de 18 anos já receberam a duas doses ou dose única da vacina.


Ministério da Saúde recebe mais 2 milhões de doses da Coronavac

Mais de 62,8 milhões de doses do imunizante já foram distribuídos desde o começo da campanha.


Brasil ultrapasssa marca de 150 milhões de doses de vacinas Covid-19 aplicadas

Mais de 65% da população acima de 18 anos está com a primeira dose da vacina no braço.