Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Culinária estimula sentidos de crianças

Culinária estimula sentidos de crianças

01/07/2008 Divulgação

Desde fevereiro, alunos de dois a cinco anos do Instituto Libertas de Educação e Cultura, escola de Belo Horizonte, estão descobrindo os prazeres da culinária.

Novidade para a maioria, nas aulas eles exploram os alimentos para depois praticarem receitas sugeridas por eles próprios. Na fase 1, de crianças de dois e três anos, tudo começou com uma visita à cozinha da escola, onde são preparadas todas as refeições servidas aos alunos. As crianças ficaram fascinadas com as bandejas cheias de legumes e frutas que decoravam o lugar. As cores vibrantes e as texturas dos alimentos geraram muita curiosidade. Os alunos receberam sacolas para escolherem os legumes e frutas que desejavam experimentar. O alho e a cebola foram os que mais chamaram a atenção, pelo cheiro que exalavam.

Para a surpresa da professora Ana Paula Lima, todos descascaram a cebola e experimentaram, elegendo-a como o ingrediente protagonista das aulas de culinária. Foi combinado, então, que todos iriam trazer receitas onde o principal ingrediente seria a cebola. A partir daí, toda semana é uma nova aventura e uma nova descoberta. Primeiro, os alunos exploram cada ingrediente da receita em sala. Eles cheiram, apalpam e experimentam, sentem a textura, percebem se é ácido, azedo, salgado, doce. No final da semana, o trabalho culmina com a elaboração da receita na cozinha. Além das receitas com cebola, outras turmas estão estudando e executando receitas de bolo, pizza, granola, biscoito de aveia, canjica.

As crianças aprenderam a fazer até macarrão. Como todos colocam a “mão na massa”, a execução de cada receita dura, pelo menos, duas horas. Às vezes, pode demorar uma tarde inteira. No final, a escola inteira prova o resultado. Muitos pais que chegam para buscar os estudantes acabam participando, e levam uma cópia da receita para casa. “Trazer os pequenos para a cozinha, além de ser uma experiência deliciosa e muito divertida, contribui para o processo de sociabilidade, da linguagem, da integração e cooperação entre os colegas, favorecendo a auto-estima das crianças, que se sentem úteis, apreciadas e valorizadas ao exibir e servir o resultado do seu trabalho”, afirma a professora Ana Paula.

Durante a culinária as crianças aprendem a desmistificar preconceitos que constroem em relação a alimentos como verduras, legumes e frutas, além de desenvolverem noções matemáticas de pesos e medidas, comparações e transformações de um estado para outro. O contato com os ingredientes também estimula a percepção dos sentidos, como o tato, o olfato e o paladar. Aguçando os sabores e cheiros diferentes, elas aprendem a discriminá-los e a apreciá-los. “Com as crianças maiores, de quatro e cinco anos, aprofundamos a percepção dos ingredientes. Estamos trabalhando a questão do letramento, do registro da receita, as características desse tipo de texto”, explica a professora Elessandra Ribeiro, da fase 2. “Como resultado, agora os meninos estão curiosos na cozinha de casa e já reconhecem os alimentos”, completa Ana Paula.



Brasil tem 3.280 municípios sem nenhum veículo de comunicação local

Projeto da FENAJ de financiamento público do jornalismo pode combater deserto de notícias que atinge 33,7 milhões de brasileiros.

Brasil tem 3.280 municípios sem nenhum veículo de comunicação local

Muffin de brócolis com atum + 2 receitas

A Gomes da Costa sugere um básico e prático Macarrão com sardinha e abobrinha e, para variar o cardápio, Muffin de brócolis com atum e Toast de atum, no pão italiano, com abacate e cebola roxa.

Muffin de brócolis com atum + 2 receitas

Minas será sede de concurso internacional de queijos

Organização estima que mais de 800 amostras serão avaliadas durante a Expoqueijo Brasil, em Araxá.

Minas será sede de concurso internacional de queijos

Boas práticas para a redução de custos no setor de alimentação

Esses acontecimentos são mais comuns do que se imagina no universo de quem trabalha no ramo da alimentação.

Boas práticas para a redução de custos no setor de alimentação

Você sempre come peixe ou só na Semana Santa?

Você já parou para pensar no seu hábito alimentar?

Você sempre come peixe ou só na Semana Santa?

Aprenda a receita de um delicioso Chesscake!

Além de gostoso, é saudável!

Aprenda a receita de um delicioso Chesscake!

Número de produtores artesanais de chocolate dobrou nos últimos quatro anos

Estudo do Sebrae, elaborado em parceria com a Associação Bean to Bar Brasil, é o primeiro a traçar o perfil dos pequenos negócios desse ramo.

Número de produtores artesanais de chocolate dobrou nos últimos quatro anos

Gosta de Atum? Então veja estas receitas

A Gomes da Costa sugere um delicioso empadão de atum, legumes e cogumelos e também duas receitas bem rápidas: talharim com atum ao molho de legumes e chuchu recheado com sardinha.

Gosta de Atum? Então veja estas receitas

Receitas do Comida di Buteco poderão ser acessadas pelo Sympla

Conteúdo digital detalhado tem acesso ilimitado na plataforma. São dez receitas de butecos premiados ao longo das edições.

Receitas do Comida di Buteco poderão ser acessadas pelo Sympla

Hhhuuummm… Batata gratinada com sardinhas + 2 receitas

A Gomes da Costa sugere batata gratinada com sardinhas, um risoto de abobrinha com atum e também um charmoso Crostini de atum.

Hhhuuummm… Batata gratinada com sardinhas + 2 receitas

Experimente o quibe recheado com atum

A Gomes da Costa apresenta três sugestões saborosas: Quibe recheado Gomes da Costa, com atum; Batata assada com atum; e a Torta de Sardinha da Mama.

Experimente o quibe recheado com atum

Três receitas deliciosas para qualquer dia

A Gomes da Costa sugere um delicioso arroz com lentilha e filé de sardinha, mas não só: também um macarrone do Cieslak com atum e bolinhos de arroz recheados com refogado de sardinhas.

Três receitas deliciosas para qualquer dia