Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A parentalidade na vida real e na ficção

A parentalidade na vida real e na ficção

05/08/2021 Sérgio Giacomelli

Sabemos que não existe uma receita pronta para criar filhos.

A parentalidade na vida real e na ficção

Eu tinha 11 anos. Era um final de tarde de domingo. Meu pai e eu voltávamos para casa após visitarmos meu tio. Estava chovendo, andávamos pelo lado da estrada desviando as poças d’água. A conversa entre pai e filho era agradável. Lembro dele segurando o guarda-chuva para nos proteger. Minha roupa estava seca, mas o ombro e as costas do meu pai estavam molhados. Percebi ali o cuidado e a proteção que ele tinha comigo.

Meu pai sempre aplicou uma disciplina positiva, com limites que preservavam nossa segurança moral com base em uma relação civilizada. Em casa ele e minha mãe se preocupavam em garantir com firmeza o senso de respeito mútuo entre todos nós apontando para os valores da família. Sua autoridade e seus limites no exercício de uma educação, com ensinamentos que pudessem encorajar nosso desenvolvimento pessoal e moral, criaram em nós um sólido vínculo familiar.

Quando escrevi o livro D'Angelo - O Viajante de Conca levei parte desse conceito familiar da parentalidade positiva para dentro da história. Leitores comentaram sobre a impressionante ligação de afeto entre pai e filho dos personagens Matteo e Giovanni. Mesmo adulto, o filho se espelha no pai na forma de agir, vestir e pensar. As caminhadas matinais até o trabalho é o momento de cumplicidade entre os dois. Giovanni supera suas inseguranças ao lado de seu pai que aconselha e orienta o filho.

Esta seria a convivência perfeita entre pais e filhos, mas a vida real nem sempre imita a arte e cenas lamentáveis às vezes fazem parte da realidade de muitas famílias. Sabemos que não existe uma receita pronta para criar filhos, mas pode-se questionar: quão permissivos foram aqueles pais com seus pequenos? Quais foram os limites morais para assegurar o respeito mútuo?

Indiferente das escolhas de cada um, os valores de família devem ser preservados para que os vínculos familiares sejam fortalecidos e respeitadas as diversidades individuais. São nas horas difíceis que esses vínculos se tornam ainda mais importantes, porque as pessoas se compadecem com as dores alheias, mas não com as derrotas, e se os fracassos acontecem na vida de um indivíduo é o seio familiar que naturalmente o irá acolher.

Nesse Dia dos Pais fica minha singela homenagem a todos aqueles que exercem a parentalidade positiva aos seus descendentes e que atribuem para a missão de ser pai. Para todos, que com dignidade e coragem, lutam pela união da família, a célula da sociedade, porque quanto maior o vínculo familiar e o respeito mútuo, maior a justiça social.

* Sérgio Giacomelli é escritor, engenheiro eletricista, nascido em São Miguel do Oeste/SC, passou a infância e a juventude entre a cidade e o campo. Viveu muitos anos em Ribeirão Preto/SP e na capital paulista, hoje segue a vida profissional em Belo Horizonte/MG.

Para mais informações sobre Família clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: LC Agência



Cautela e sensatez para o Carnaval

Fevereiro se aproxima e, com ele, o Carnaval - a maior festa popular de nosso país, que arrasta milhões de brasileiros e estrangeiros para as ruas.

Cautela e sensatez para o Carnaval

Saiba como cuidar dos idosos no verão

No época mais quente do ano, os cuidados com os idosos devem ser redobrados.

Saiba como cuidar dos idosos no verão

A sua criança tem TOD ou é apenas birra?

A maioria de nós acha que entende o comportamento humano, até que o filho entra nas nossas vidas.

A sua criança tem TOD ou é apenas birra?

7 dicas para fazer um detox e diminuir sua ansiedade

Essas são estratégias simples que podem ser adotadas por qualquer pessoa, mas não substituem a avaliação médica.

7 dicas para fazer um detox e diminuir sua ansiedade

Quando a mente está em paz, o corpo acompanha

Desde o isolamento social devido à pandemia do novo Coronavírus, é grande o número de pessoas que procuram formas de passar o tempo e manter a saúde física e mental em dia.

Quando a mente está em paz, o corpo acompanha

Férias: hora de se divertir

Se tem um tempo que é muito esperado pelas crianças, esse tempo é o das férias.

Férias: hora de se divertir

A pandemia nos fez mais solidários?

Crises costumam ser impulsionadoras da solidariedade.

A pandemia nos fez mais solidários?

Conheça algumas dicas para o cultivo de orquídeas

Flores são capazes de sobreviver por vários anos a partir de cuidados no plantio, adubação e irrigação.

Conheça algumas dicas para o cultivo de orquídeas

Três passos para trazer paz à sua rotina

Podemos viver a vida com mais paz tendo o autoconhecimento. Confira!

Três passos para trazer paz à sua rotina

Férias, pausa e renovação: como aproveitar?

O ano de 2021 trouxe, para grande parte das pessoas, um sentimento de esgotamento maior do que em anos anteriores.

Férias, pausa e renovação: como aproveitar?

Pilates ajuda no combate dos problemas musculoesqueléticos da menopausa

Doenças que afetam o sistema musculoesquelético se tornaram um assunto de saúde pública.

Pilates ajuda no combate dos problemas musculoesqueléticos da menopausa

Não permita que as metas estabelecidas para o novo ano se transformem em frustrações

A definição de propósitos e a busca por conquistar objetivos, são ações benéficas que contribuem para o aumento da autoestima.

Não permita que as metas estabelecidas para o novo ano se transformem em frustrações