Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Almoço com Jesus

Almoço com Jesus

25/10/2017 Thomas Mitchinson

“Com quem eu gostaria de me encontrar, por alguns momentos, para uma troca de ideias?”

Almoço com Jesus

Todos os anos, leio o livro The Travelers Gift [O presente do viajante], de Andy Andrews, uma ficção sobre um jovem que enfrenta grandes crises em sua vida e que, depois de um acidente de carro, viaja pelo tempo. Ele é recebido por várias figuras históricas e cada uma delas lhe dá um conselho valioso.

Encontra-se com os presidentes Truman e Lincoln, com Cristóvão Colombo e Anne Frank, entre outros. Esse livro é uma leitura rápida e um dos meus favoritos, mas sempre me deixa pensando: “Com quem eu gostaria de me encontrar, por alguns momentos, para uma troca de ideias?”

Tal como o personagem do livro, eu gostaria de me encontrar com os ex-presidentes Truman e Lincoln, e, provavelmente, com John Adams, assim como Tchaikovsky.

Mas não existe ninguém com quem eu mais gostaria de me sentar e conversar, do que com Jesus. Com todo o divisionismo, controvérsia e ameaças de violência que este mundo enfrenta, eu gostaria muito de ter “um almoço com Jesus”, por assim dizer, para ouvir o que ele diria e também para pedir seu conselho a respeito de como eu poderia ajudar a curar essas divisões, vivendo uma vida melhor. Mas, sei que suas palavras não se desviariam do que está na Bíblia.

Gosto muito do Sermão do Monte (Mateus, capítulos 5 a 7). Nele, Jesus não é condescendente com nossas mesquinhas antipatias e animosidades, muito menos com o ódio feroz que possamos sentir uns pelos outros. Ele faz algumas firmes exigências, quando declara: “Amai os vossos inimigos, bendizei aqueles que vos maldizem, fazei o bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos caluniam e vos perseguem”. Ao longo dos anos, essas palavras têm sido para mim uma repreensão, sempre que expresso algo menos do que amor para com os outros e, ao mesmo tempo, são um conforto quando recebo ataques verbais.

Como cristão, especificamente como Cientista Cristão, tomo as palavras e as obras de Jesus como sendo a graça salvadora que pode trazer a cura para as disputas destrutivas e a violência que afligem nosso país e nosso mundo. O Filho de Deus apresentou a solução para todos os problemas que enfrentamos e declarou: “Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos...”. Se a obediência prática à verdade que ele ensinou é a forma mais pura de cristianismo, então, o Sermão do Monte deve ser acalentado no coração de todo cristão como um guia muito importante para a vida.

Isso é o que Mary Baker Eddy, a Fundadora da Ciência Cristã, defendia. Ela não somente usou muitas vezes citações desse Sermão em seus escritos, como também escreveu em uma mensagem para sua igreja: “Em minha opinião, o Sermão do Monte, lido todos os domingos, sem comentários, e obedecido durante toda a semana, seria suficiente para a prática cristã”.

Eddy ensinou que as palavras e obras de Jesus não são relíquias de uma cultura passada e de um tempo menos sofisticado. Elas são para todos os tempos, em seu poder espiritual e em sua eficácia, até mesmo para a cura da doença. O Deus onipotente, que Jesus revelou, está presente para curar o corpo físico, bem como, os “corpos” das nossas comunidades. Pude comprovar isso muitas vezes em minha vida, em casos de doenças e em momentos de conflito pessoal.

Lembro-me de uma noite, antes de me apresentar diante de uma multidão, que fiquei doente do estômago. Como teria de tocar clarinete nessa apresentação, eu não podia ficar com náuseas. Pensei no grande amor de Jesus para com todos e no Pai onipresente para o qual ele nos ensinou a orar. Enquanto esperava pela minha vez de entrar no palco, orei a Oração do Senhor, vagarosa e silenciosamente, procurando sentir o poder salvador de Deus por trás das palavras. Quando terminei essa grandiosa oração, consegui entrar no palco e tocar bem e sem esforço.

Naquela noite, de certa forma, tive um “almoço com Jesus”, deixando que suas palavras falassem diretamente a mim, influenciando-me e trazendo calma e bem-estar à minha vida. Isso é possível para todos nós. Os ensinamentos de Jesus falam a cada um de nós, e eles contêm um vasto e inexplorado potencial para trazer paz, amor e cura a todas as nossas comunidades.

Se você está perturbado com os acontecimentos mundiais ou com questões pessoais, e gostaria de ter uma reunião com um amigo sábio e atencioso, abra a Bíblia e almoce com Jesus, lendo seu amado sermão e permitindo que este influencie você e suas ações. A cura do mundo começa em cada um de nós.

* Thomas Mitchinson é Comitê de Publicação da Ciência Cristã para o estado de Illinois, EUA. Contato no Brasil: [email protected]

Publicado originalmente em inglês no Peoria Journal-Star.



Ajuda psicológica traz confiança e aceitação para quem vive com HIV

Pessoas que vivem com o vírus podem apresentar as mesmas angústias e receios.

Ajuda psicológica traz confiança e aceitação para quem vive com HIV

Sempre é tempo para começar a pedalar

Segundo psicóloga, o sistema cognitivo de aprendizado dos adultos é diferente de quando criança, mas é possível desenvolver novas habilidades.

Sempre é tempo para começar a pedalar

O fetiche do cinema e o autismo

O autismo infantil é um assunto que tem dominado a agenda dessa semana.

O fetiche do cinema e o autismo

Por que usar muito a cabeça não é pensar com inteligência ?

O cérebro humano é um órgão incrível, mas, assim como a própria natureza humana ele também é limitado.

Por que usar muito a cabeça não é pensar com inteligência ?

Boca seca é alerta: descubra as causas e saiba como prevenir

Conheça as verdadeiras causas da boca seca.

Boca seca é alerta: descubra as causas e saiba como prevenir

Conheça as verdadeiras causas da boca seca

A xerostomia ou boca seca é mais comum entre os mais idosos.

Conheça as verdadeiras causas da boca seca

O condomínio é responsável por danos aos veículos nas garagens?

O condomínio não tem personalidade jurídica.

O condomínio é responsável por danos aos veículos nas garagens?

Mulheres de 50 anos, o tempo de ser feliz é agora!

Se alguém ainda acredita que uma mulher de 50 anos ou mais está no declínio da sua vida anda meio desinformado.

Mulheres de 50 anos, o tempo de ser feliz é agora!

O futuro é digital e é idoso

O que aprendi com minha mãe de 83 anos durante a pandemia.

O futuro é digital e é idoso

Crianças homenageiam heróis no combate ao Covid-19

Estudantes irão entregar uma faixa aos profissionais de saúde do Hospital Universitário da UEL, em Londrina (PR).

Crianças homenageiam heróis no combate ao Covid-19

Sorrir melhora a autoestima e o humor, promovendo conexão pessoal e bem-estar

Ter autoconfiança na hora de sorrir aumenta a autoestima, gera conexão com outras pessoas, melhora o humor, libera hormônios de bem-estar e pode até promover o rejuvenescimento.

Sorrir melhora a autoestima e o humor, promovendo conexão pessoal e bem-estar

Experiência de vida muda comunicação entre cães e humanos, diz estudo

Animais domésticos têm troca de olhares mais intensa com os donos.

Experiência de vida muda comunicação entre cães e humanos, diz estudo