Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Ansiedade induzida por manchetes? Não se desespere!

Ansiedade induzida por manchetes? Não se desespere!

06/10/2016 Deborah Sherwood

Se acreditarmos em tudo que está nos noticiários, a impressão é de que o mundo está desmoronando.

Ansiedade induzida por manchetes? Não se desespere!

 Poucos são aqueles que são imunes à “ansiedade induzida por manchetes”. Pesquisas e estatísticas mostram que apesar de o mundo estar se transformando há algumas décadas em um lugar mais seguro, saudável e humano, a sociedade percebe o oposto.

Como consultora de relações públicas há um bom tempo, eu precisava consumir notícias e trabalhar junto à mídia. Apesar de ter tido o privilégio de representar clientes íntegros com boas histórias para contar, as notícias negativas que me cercavam acabavam, por diversas vezes, obrigando-me a fazer uma escolha: permitir que essas notícias preocupantes me deixassem angustiada ou encontrar um modo mais saudável e construtivo de processá-las.

Alguns jornalistas publicaram matérias que aumentam a conscientização e dão dicas para ajudar as pessoas a minimizarem o surgimento da ansiedade induzida por manchetes: compreender que a mídia dá destaque aos extremos; evitar notícias que tratam de questões sensíveis para você; encontrar fontes de notícias positivas; selecionar as notícias.

Apesar de tudo isso ser conhecimento prático, a magnitude do que vemos e ouvimos sobre o mundo clama por medidas mais duradouras e reforçadas.

Os efeitos potencialmente prejudiciais de notícias sensacionalistas foram identificados no começo dos anos 1900 pela pensadora religiosa e visionária Mary Baker Eddy. Ela escreveu que ao folhearmos os jornais, podemos ter a impressão de que é perigoso viver, porque parece que até o ar está carregado de doenças. Sua resposta para isso foi fundar um jornal para ter um impacto de cura no mundo e deu início ao The Christian Science Monitor, uma publicação internacional não religiosa, cujo objetivo é “não prejudicar ninguém, mas abençoar toda a humanidade.”

Eddy discordou do pressuposto que rege as notícias sensacionalistas – de que o mal está superando o bem no mundo. Com base em sua vasta pesquisa da Bíblia e da sua prática bem-sucedida da cura espiritual, ela estava convencida de que o bem divino é supremo e de que através da oração podemos ver e vivenciar o estado divino das coisas aqui e agora.

Concordo com Eddy, e luto contra a ansiedade e o desespero, mantendo-me em harmonia com todo o bem em volta de mim, que representa uma imagem mais equilibrada do mundo. A partir desse estado mental, sinto-me me em uma posição sólida para oferecer uma visão mais esperançosa e encorajadora aos outros.

Do mesmo modo que “a maré alta levanta todos os barcos”, um estado mental coletivo que rejeita o pessimismo, desespero e fatalismo, substituindo-os pela confiança de que o poder de Deus prevalece, possui o poder de cultivar e estimular ainda mais a paz, a irmandade e a felicidade.

* Deborah Sherwood escreve artigos sobre saúde como Comitê de Publicação da Ciência Cristã para o estado do Missouri, USA. Contato no Brasil: [email protected].



Qual o sentido da sua vida?

O que é a vida? Diante dessa pergunta, logo nos vem à consciência a vida dos indivíduos, das pessoas.

Autor: Clécio Branco

Qual o sentido da sua vida?

A arrogância é exterminadora do sucesso

Apresento essa pesquisa para destacar que o começo de um “tombo empresarial” é a arrogância que nasce do sucesso.

Autor: Yuri Trafane

A arrogância é exterminadora do sucesso

São Cristóvão: padroeiro dos viajantes

O dia de São Cristóvão, em 25 de julho, é ocasião de pedir sua intercessão sobretudo nas viagens empreendidas.

Autor: Padre Alex Nogueira

São Cristóvão: padroeiro dos viajantes

6 devocionais para começar bem o dia

Confira uma seleção de obras que vão nutrir a alma e proporcionar momentos de reflexão.

Autor: Divulgação

6 devocionais para começar bem o dia

A importância dos passeios em família

Tem sido desafiador nos tempos atuais encontrar um tempo de qualidade para fazermos aquilo que nos traz bem-estar.

Autor: Aline Tayná de Carvalho Barbosa

A importância dos passeios em família

A nossa vida: estamos no controle?

"Eu deveria estar morto." Assim se pronunciou Donald Trump momentos após ter sido alvo de um disparo que lhe atingiu e quase interrompeu a sua vida.

Autor: Sheyner Yàsbeck Asfóra


A importância da audição para o desenvolvimento infantil

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 5% da população brasileira sofre com algum tipo de deficiência auditiva.

Autor: Luciana Brites

A importância da audição para o desenvolvimento infantil

Colégio Santo Agostinho arrecada mais de 20 mil kits escolares para crianças do RS

Doações serão enviadas para crianças e adolescentes vítimas das enchentes que atingiram o Sul do país.

Autor: Divulgação

Colégio Santo Agostinho arrecada mais de 20 mil kits escolares para crianças do RS

Atitudes para gerir adequadamente as emoções

Emoções são a base de todos os relacionamentos e a forma como lidamos com elas define o quão longe iremos em nossos objetivos.

Autor: Janguiê Diniz


Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

O que significa aproveitar a vida? Esta é uma pergunta que muitos de nós já nos fizemos em algum momento.

Autor: Suely Tonarque

Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Viver não é uma jornada tranquila e sem contratempos, não é como descansar em um lago de água morna, onde você pode deitar e relaxar.

Autor: Janguiê Diniz

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Observando nossa história pessoal, não é difícil perceber que a cada escolha que fazemos nos tornamos responsáveis por suas implicações.

Autor: Padre Demétrio Gomes