Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Atividades físicas beneficiam pacientes com asma

Atividades físicas beneficiam pacientes com asma

11/01/2019 Da Redação

A atividade deve fazer parte de um tratamento individualizado de acordo com o tipo de asma.

Atividades físicas beneficiam pacientes com asma

Conhecida por provocar falta de ar, chiado e desconforto no peito e tosse1, a asma é uma doença que acomete 10% da população brasileira, ou seja, cerca 19 milhões de pessoas.

Alguns destes sintomas podem apresentar piora durante exercícios físicos, o que pode gerar dúvidas se a prática é indicada por quem sofre da doença. Porém, diversos estudos científicos apontam que tais atividades beneficiam quem sofre de doenças respiratórias, atuando desde a prevenção até o tratamento.

A dificuldade respiratória relativa à asma não deve ser encarada como condição para dispensa de exercícios físicos. Porém, assim como o uso de medicamentos, é importante dosar a quantidade certa para que o exercício gere resultados para os pacientes.

“A atividade deve fazer parte de um tratamento individualizado de acordo com o tipo de asma e não dispensa o tratamento com medicamentos”, explica dr. Oliver Nascimento, pneumologista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e especialista interno da GSK. “Para o paciente ter uma boa capacidade física e não desenvolver crises de asma durante os exercícios, sua asma tem que estar adequadamente controlada”, reforça o médico.

Segundo dados do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde (CGDANT/MS), treinos físicos melhoram o condicionamento muscular e cardiorrespiratório. Ciclismo, remo, corridas de longa duração e a própria natação são os mais indicados para aqueles que possuem asma. Outras modalidades como futebol, basquete e vôlei também são recomendadas, desde que o praticante se adapte à modalidade.



Campanha da GOL e Faber Castell incentiva a doação de materiais escolares nas aeronaves

A campanha é uma iniciativa do Instituto GOL, núcleo de responsabilidade social da empresa.

Campanha da GOL e Faber Castell incentiva a doação de materiais escolares nas aeronaves

Imagens de sofrimento deixam de ser foco em campanhas de doação no Brasil

Estratégias como a do aplicativo Ribon baniram qualquer foto de dor e miséria e passaram a ganhar cada vez mais adeptos

Imagens de sofrimento deixam de ser foco em campanhas de doação no Brasil

Como nasceu a Cesta de Natal

Com a proximidade do final do ano as empresas e as famílias começam a se preparar para as festas e comemorações do Natal e Réveillon.

Como nasceu a Cesta de Natal

O que é permitido nas festas de fim de ano em condomínios?

A vida em condomínio exige regras de convivência que valem para pessoas com hábitos diferentes, por dividirem o mesmo espaço comum.

O que é permitido nas festas de fim de ano em condomínios?

Expectativa de vida aumenta mais de três meses e chega a 76,3 anos

Dados são da Tábua Completa de Mortalidade para o Brasil do IBGE.

Expectativa de vida aumenta mais de três meses e chega a 76,3 anos

Impactos dos exercícios físicos durante e depois da gravidez

Treinos devem ser liberados pelo médico e acompanhados por um profissional de Educação Física

Impactos dos exercícios físicos durante e depois da gravidez

Não emagreça para o verão!

Confira dicas para manter o shape em forma o ano todo.

Não emagreça para o verão!

Como estimular as crianças à uma boa alimentação

Situações simples do dia a dia podem ser aproveitadas para a educação alimentar.

Como estimular as crianças à uma boa alimentação

Dormir mais no final de semana recupera as noites perdidas?

Mudar hábitos é mais eficaz do que ficar mais tempo na cama no sábado e domingo.

Dormir mais no final de semana recupera as noites perdidas?

O que as três cidades mais inteligentes do País têm em comum?

Entenda porque Campinas, São Paulo e Curitiba merecem esse título.

O que as três cidades mais inteligentes do País têm em comum?

3 razões para incluir a prática da Atenção Plena em seu trabalho

Não é novidade que temos que estar capacitados perante os avanços da tecnologia e a uma enxurrada constante de informação.


Cirurgia devolve audição aos surdos

No Brasil, cerca 10,7 milhões de pessoas sofrem com a doença.

Cirurgia devolve audição aos surdos