Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Campanha reforça importância da doação de órgãos

Campanha reforça importância da doação de órgãos

16/09/2020 Divulgação

Em Minas, mais de 4,5 mil pessoas esperam na fila para realizar transplante.

Campanha reforça importância da doação de órgãos

A importância da doação de órgãos ganha reforço em setembro. O apelo é ainda mais forte neste ano de pandemia, em que o MG Transplantes registrou queda de 27% em órgãos doados em comparação ao primeiro semestre do ano passado.

De janeiro a agosto foram doadas 363 córneas, 43 escleras, 127 medulas ósseas, 340 rins, 32 corações, 6 fígados/rins, 88 fígados, 11 rins/pâncreas e 3 pâncreas. Um total de 1013 órgãos, contra1539 doações no mesmo período de 2019. A queda em Minas Gerais, no entanto, é bem menos expressiva que em outros estados do país, como os das regiões Norte e Nordeste.

Para o diretor do MG Transplantes, Omar Lopes Cançado Junior, o Dia Nacional de Doação de Órgãos, comemorado em 27 setembro, e a campanha Setembro Verde podem ajudar nesse processo. “A campanha é importante exatamente para conscientizar e sensibilizar a população sobre a necessidade da doação de órgãos. É preciso conversar sobre o assunto com família e amigos, afinal uma única pessoa pode salvar ou melhorar a qualidade de vida de até 11 pessoas que estão na fila de espera por um órgão. Se acrescentarmos os tecidos como pele, ossos, tendões e valvas cardíacas, esse número sobe para dezenas”, ressalta o diretor do MG Transplantes.  Isso porque, no caso de doador falecido, podem ser retirados para transplante até dois rins, dois pulmões, duas córneas, intestino, fígado, pâncreas, coração, pele, ossos e tendões.

Atualmente, 4.572 pessoas aguardam na fila para realizar o transplante de algum órgão, em Minas Gerais. A maior espera é para o transplante de rim, com 2863 pessoas na fila, seguida pelos 1545 pacientes que necessitam de córnea e pelos 53 que aguardam transplante de fígado.

Fonte: SECGERAL - Governo de Minas



O mistério da dor e da esperança de Maria

Quem não se impressiona com a manifestação do amor dedicado de uma mãe ao cuidar de um filho doente, acamado, necessitado de consolo e amparo?

O mistério da dor e da esperança de Maria

Oração aos insensatos

Começo dizendo que, na verdade, nem sei orar.

Oração aos insensatos

“Um Brasil que se alimenta e outro que não”

Famílias que nada tem e sofrem para sobreviver em meio à pandemia com o desemprego e a alta nos preços dos alimentos.


Métodos para estudar e entender a Bíblia

É necessário tratar de algumas questões ligadas à exegese e hermenêutica bíblicas.

Métodos para estudar e entender a Bíblia

Sete erros de postura cometidos nos serviços domésticos

Em tempos de pandemia, organizar, limpar e cozinhar tem sido atividades rotineiras para muitas pessoas.

Sete erros de postura cometidos nos serviços domésticos

Nove dicas para conquistar o coração do seu filho

Especialista em assuntos ligados à parentalidade e adoção, Mike Berry mostra o caminho para que pais, mãe e filhos se reconectem.

Nove dicas para conquistar o coração do seu filho

9 dicas para prevenir acidentes de crianças

Os acidentes normalmente ocorrem quando elas adquirem a habilidade de agir, engatinhar e pegar objetos.

9 dicas para prevenir acidentes de crianças

Coisas alegres

Café. Café forte. Passadinho na hora. Fogão de lenha.

Coisas alegres

Fake News da Nutrição: glúten e lactose são mesmo os vilões da dieta saudável?

Nutrição esportiva: entenda a especialização voltada para atletas

De amadores à profissionais, pacientes que procuram os nutricionistas especializados no esporte encontram formas de potencializar os resultados das práticas de alto rendimento.

Nutrição esportiva: entenda a especialização voltada para atletas

Quer voltar às atividades físicas? Não esqueça do coração!

Ainda é cedo para afirmar que a vida está voltando ao normal?

Quer voltar às atividades físicas? Não esqueça do coração!

Como os pais devem organizar a mesada

Ao contrário do que muitos pensam, a mesada não é um incentivo ao consumo.

Como os pais devem organizar a mesada