Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Como a grávida pode aproveitar o Carnaval?

Como a grávida pode aproveitar o Carnaval?

11/02/2009 Divulgação

Não é porque você está grávida que sua única opção de diversão no Carnaval será assistir aos desfiles pela televisão.

Não pense também em cair no samba na avenida...

"Para a grávida que não apresenta problemas de saúde, a diversão está liberada, mas com bom senso. É preciso levar em conta o período da gestação. No primeiro trimestre, a folia não é tão cansativa. Muitas mulheres acreditam que nessa fase, a gestação é mais frágil porque é quando acontece a maior parte dos abortos. Mas esta é uma idéia errada. Os abortos espontâneos ocorrem por malformação do feto, não pelos exercícios que as grávidas realizam", diz o ginecologista e obstetra Aléssio Calil Mathias, diretor da Clínica Genesis;

- A gestante pode pular o Carnaval sem problemas, mas deve observar alguns cuidados. Primeiro, é preciso ingerir líquidos com regularidade, para manter o corpo sempre hidratado. Como não é recomendável que a grávida fique muito tempo em jejum, o médico recomenda que a gestante leve alimentos saudáveis, como frutas, na bolsa;

- Depois, é preciso evitar os sapatos de saltos altos. "À medida em que a barriga cresce, o centro de gravidade da gestante se altera e ela se desequilibra com maior facilidade. Além disso, as articulações ficam menos estáveis por causa do acúmulo de líquidos no organismo. Por isto, o salto pode propiciar um tombo que pode prejudicar o bebê", alerta o diretor da Clínica Genesis. Os carros alegóricos também devem ser evitados pelo risco de quedas;

- O médico também recomenda pausas durante a folia, assim que o cansaço bater, o peso da barriga incomodar ou o inchaço das pernas provocar algum desconforto, a grávida deve parar e sentar-se;

 -Se a gestante está em forma e pratica exercícios regularmente, é provável que ela encare a folia e até mesmo o desfile na avenida muito confortavelmente. "Caso contrário, a avenida não é um bom momento para testar suas condições físicas.

- Se ela estiver acima do peso, por exemplo, provavelmente se sentirá cansada no meio do caminho, ainda mais se estiver muito pesada, no final da gestação", afirma o ginecologista Aléssio Calil Mathias;

O médico destaca que a grávida não deve usar fantasias pesadas ou que apertem a barriga porque podem provocar desconforto. O ideal é que a fantasia também dê uma boa sustentação aos seios;

- Se a gestante for viajar de carro para o interior ou para o litoral, o passeio deve ser intercalado com paradas para que a mulher possa caminhar e ativar a circulação sangüínea, principalmente das pernas. "Se for de avião, ela também deve levantar-se e caminhar pela aeronave", diz Aléssio Calil Mathias.

Fonte: Excelência em Comunicação na Saúde 



Botox no dentista! Especialista tira dúvidas sobre uso e aplicação

Especialista tira dúvidas sobre o uso da toxina botulínica para tratamentos de saúde bucal.

Botox no dentista! Especialista tira dúvidas sobre uso e aplicação

O novo novo

Não estou lembrada, em meus anos de vida, de ter aprendido tanta coisa em tão pouco tempo.

O novo novo

Qualidade de vida na terceira idade

Durante a vida, todos correm atrás do mesmo objetivo: uma boa qualidade de vida.

Qualidade de vida na terceira idade

De onde vem a sua Meta?

Para atingir o sucesso as metas devem estar planejadas de forma clara e bem alicerçadas.

De onde vem a sua Meta?

Excesso de videoconferência pode levar a exaustão mental

Pessoas que já tem algum quadro de saúde mental podem ser mais propensas a desenvolver o Zoom Fatigue.

Excesso de videoconferência pode levar a exaustão mental

Laços fortalecidos e permanentes entre pais e filhos

Crianças e adolescentes passam por vários momentos críticos ao longo do seu desenvolvimento, muitos deles pertinentes à sua idade.


Somos protagonistas da nossa realidade

Uma vida bem-sucedida envolve você estar feliz e em paz em todas as áreas: saúde, relacionamentos, profissão.


Violência contra mulher cresce no período de quarentena

Consequências deste cenário podem levar ao feminicídio, doenças associadas à infecção pelo HIV e suicídio.

Violência contra mulher cresce no período de quarentena

Os desafios das gestantes na pandemia

Estamos vivenciando algo inédito para a geração atual, mas não tão estranho para quem viveu outras doenças com poucos recursos.

Os desafios das gestantes na pandemia

O poder que você tem

Realizar os seus objetivos não é tão difícil assim.

O poder que você tem

As regras para a retomada dos condomínios comerciais

Neste momento de relaxamento da quarentena, cada condomínio tem autonomia para criar suas próprias regras de flexibilização da quarentena.


As máscaras ajudam ou atrapalham na hora do exercício físico?

A adoção do distanciamento social/físico a prática de atividade física foi reduzida.

As máscaras ajudam ou atrapalham na hora do exercício físico?