Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como ajudar um familiar com Alzheimer?

Como ajudar um familiar com Alzheimer?

12/02/2022 Syomara Cristina Szmidziuk

O Alzheimer provoca a degeneração e morte das conexões cerebrais, e não apenas a memória é afetada.

Como ajudar um familiar com Alzheimer?

Neste fevereiro roxo, lembramos da conscientização sobre o Alzheimer, e, por isso, considero fundamental explicar o papel importante da terapia ocupacional (TO) nos longos anos de tratamento.

O Alzheimer provoca a degeneração e morte das conexões cerebrais, e não apenas a memória é afetada, mas também as atividades do cotidiano, como comer, vestir-se, trocar de roupa. A boa notícia é que a família e o terapeuta podem ajudar o paciente a prolongar sua independência.

Em primeiro lugar, quais são os estágios da doença? Quando é inicial, surgem alterações de memória, desorientação e mesmo falhas na linguagem. Segue-se um período intermediário em que a perda dessas funções se aprofunda, afetando ainda a capacidade de planejamento e abstração, além das emoções, personalidade e comportamento social. Quando atinge o estágio mais avançado, o paciente pode passar por incontinência urinária e fecal, convulsões e outras perdas.

Quando chegam ao consultório do terapeuta ocupacional, as famílias costumam relatar a perda da capacidade de realizar atividades que o paciente sempre fez, como comer e cortar os alimentos, segurar um copo, tomar banho, planejar a roupa que irá vestir, entre outras. Existe ainda a ocorrência do Alzheimer por excesso de medicamento, como sequela do tratamento de lesões ou convulsão, por exemplo. Costuma-se dizer que o Alzheimer é uma doença social, e isso envolve a perda do reconhecimento do outro e também do controle da agenda diária e da capacidade de planejamento.

A partir das sessões de TO, tenta-se prolongar ao máximo a capacidade cognitiva, pois é possível trabalhar aspectos da vida diária e do pensamento, ao estimular a memória, a atenção e a concentração, seja com jogos ou com a rememoração do passado, entre outros recursos. Quanto mais conseguirmos estimular essas capacidades, melhor para o paciente e sua família. Com inúmeros recursos, o objetivo é a manutenção das atividades de vida diária e da inteligência pelo máximo de tempo possível.

Por fim, quero comemorar a descoberta por cientistas brasileiros de proteína biomarcadora, que pode estar relacionada ao desenvolvimento do Alzheimer. Trata-se de um passo em direção ao desenvolvimento de medicamentos que evitam o envelhecimento dos astrócitos, prevenindo, assim, doenças como o Alzheimer. Quem sabe no futuro falaremos de prevenção e cura?

* Syomara Cristina Szmidziuk atua há 31 anos como terapeuta ocupacional, e tem experiência no tratamento e reabilitação dos membros superiores em pacientes neuromotores.

Para mais informações sobre Alzheimer clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Smartcom Inteligência em Comunicação



Colégio Santo Agostinho arrecada mais de 20 mil kits escolares para crianças do RS

Doações serão enviadas para crianças e adolescentes vítimas das enchentes que atingiram o Sul do país.

Autor: Divulgação

Colégio Santo Agostinho arrecada mais de 20 mil kits escolares para crianças do RS

Atitudes para gerir adequadamente as emoções

Emoções são a base de todos os relacionamentos e a forma como lidamos com elas define o quão longe iremos em nossos objetivos.

Autor: Janguiê Diniz


Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

O que significa aproveitar a vida? Esta é uma pergunta que muitos de nós já nos fizemos em algum momento.

Autor: Suely Tonarque

Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Viver não é uma jornada tranquila e sem contratempos, não é como descansar em um lago de água morna, onde você pode deitar e relaxar.

Autor: Janguiê Diniz

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Observando nossa história pessoal, não é difícil perceber que a cada escolha que fazemos nos tornamos responsáveis por suas implicações.

Autor: Padre Demétrio Gomes


Caridade: remédio contra o pecado

O amor a Deus que cultivamos em nossos corações são indicativos do espaço que damos para sua graça agir.

Autor: Padre Alex Nogueira

Caridade: remédio contra o pecado

O papel crucial das famílias na saúde emocional das crianças

Saiba como as famílias podem influenciar no desenvolvimento socioemocional dos jovens e como promover uma educação eficaz dentro de casa com a abordagem da "missão familiar".

Autor: Divulgação

O papel crucial das famílias na saúde emocional das crianças

Como lidar com a transformação de sentimentos da adolescência

Com o surgimento da puberdade e o início da adolescência, tudo fica diferente nos filhos. Isso vai muito além da fisionomia, altura e a voz.

Autor: Livia Marques

Como lidar com a transformação de sentimentos da adolescência

O Brasil precisa de mais sangue!

A doação não traz nenhum risco para o doador.

Autor: Guilheme Muzzi

O Brasil precisa de mais sangue!

Insegurança e espiritualidade

O Nosso Cérebro é uma máquina de detectar padrões. Nosso senso de orientação depende disso.

Autor: Marco Antonio Spinelli

Insegurança e espiritualidade

Entender os sentimentos pode ajudar no relacionamento entre pais e filhos

O reconhecimento das emoções é o primeiro passo para o entendimento no ciclo familiar e social.

Autor: Divulgação

Entender os sentimentos pode ajudar no relacionamento entre pais e filhos

A importância da comunicação humanizada

Dar vida às palavras, expressões e gestos que formam a substância da comunicação é fundamentalmente humano.

Autor: Reinaldo César