Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como superar pensamentos de suicídio?

Como superar pensamentos de suicídio?

21/09/2016 Leide Lessa

“Não importa o que lhe dizem. As palavras e ideias podem mudar o mundo.”

Como superar pensamentos de suicídio?

Fui ao cinema assistir esse filme assim que chegou no Brasil, pois a poesia, o ensino aos jovens e o desafio às ideias conservadoras me encantam! Eu ainda estava na faculdade, estudando literatura e idiomas.

Hoje, mais do que nunca, sinto e acredito no poder das palavras e das ideias para mudar o mundo para melhor e, certamente, para proporcionar uma melhor saúde mental, emocional e física.

Também sei que a saúde emocional é afetada, quando se busca um sonho sem o apoio da família, como foi o caso de Robin Williams, cujo pai executivo não acreditava que Robin sobreviveria como ator. Outras vezes, não é fácil superar os pensamentos depressivos que dizem: “Você que não é bom o suficiente”; “você não merece viver”.

Quando surgiu a notícia de que Robin Williams havia se suicidado, possivelmente muitos se perguntaram: "Como alguém tão bem sucedido pôde sentir-se tão deprimido?"

Bem, quase 1 milhão de pessoas por ano tentam se suicidar, e a Organização Mundial de Saúde diz que a depressão afeta mais de 350 milhões de pessoas em todo o mundo, ou seja, 5% da população mundial. Portanto, alguém ao nosso lado pode estar sofrendo de depressão e nem nos damos conta.

Muitos não conseguem controlar os pensamentos negativos e recorrem às drogas ou ao álcool, esperando sentir-se melhor ou esquecer-se dos "problemas". Entretanto, quando se tornam viciados, com muita dificuldade superam o vício, especialmente se não conhecem o mais eficiente de todos os recursos: o Amor divino.

Só esse Amor que ama incondicionalmente, que fala à consciência para salvar, consolar e curar, pode guiar uma pessoa a encontrar uma vida com propósito, livre de pensamentos ruins.

Falo por experiência. Vivi tudo isso. Durante minha adolescência e juventude, aparentemente eu não tinha problemas: tinha casa, família, boas notas, trabalho, dinheiro suficiente... Mas, os pensamentos suicidas, que vinham como resultado de autocondenação e baixa autoestima, não me deixavam.

Agora, porém, sei porque não me suicidei: "Aquele que ... domina suas crenças mortais, a animalidade e o ódio, rejubila-se com a prova da cura – o senso doce e seguro de que Deus é o Amor", explica Mary Baker Eddy em seu livro Ciência e Saúde. Aceitar que Deus é o Amor e, portanto, ama e protege todos os Seus filhos, ajudou-me a dominar os pensamentos ilógicos e irracionais de suicídio e, finalmente, trouxe-me a cura completa.

Entender que Deus é o Amor e ama a todos indistintamente também é um motivo para buscar o bem de forma altruísta. Hoje procuro estar atenta às pessoas que precisam de um gesto amigo, de um sorriso e do conhecimento de que Deus as ama. Afinal, as palavras e ideias podem realmente mudar o mundo de alguém para melhor.

* Leide Lessa é professora e conferencista da Ciência Cristã e escreve reflexões sob uma perspectiva espiritual.



São Cristóvão: padroeiro dos viajantes

O dia de São Cristóvão, em 25 de julho, é ocasião de pedir sua intercessão sobretudo nas viagens empreendidas.

Autor: Padre Alex Nogueira

São Cristóvão: padroeiro dos viajantes

6 devocionais para começar bem o dia

Confira uma seleção de obras que vão nutrir a alma e proporcionar momentos de reflexão.

Autor: Divulgação

6 devocionais para começar bem o dia

A importância dos passeios em família

Tem sido desafiador nos tempos atuais encontrar um tempo de qualidade para fazermos aquilo que nos traz bem-estar.

Autor: Aline Tayná de Carvalho Barbosa

A importância dos passeios em família

A nossa vida: estamos no controle?

"Eu deveria estar morto." Assim se pronunciou Donald Trump momentos após ter sido alvo de um disparo que lhe atingiu e quase interrompeu a sua vida.

Autor: Sheyner Yàsbeck Asfóra


A importância da audição para o desenvolvimento infantil

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 5% da população brasileira sofre com algum tipo de deficiência auditiva.

Autor: Luciana Brites

A importância da audição para o desenvolvimento infantil

Colégio Santo Agostinho arrecada mais de 20 mil kits escolares para crianças do RS

Doações serão enviadas para crianças e adolescentes vítimas das enchentes que atingiram o Sul do país.

Autor: Divulgação

Colégio Santo Agostinho arrecada mais de 20 mil kits escolares para crianças do RS

Atitudes para gerir adequadamente as emoções

Emoções são a base de todos os relacionamentos e a forma como lidamos com elas define o quão longe iremos em nossos objetivos.

Autor: Janguiê Diniz


Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

O que significa aproveitar a vida? Esta é uma pergunta que muitos de nós já nos fizemos em algum momento.

Autor: Suely Tonarque

Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Viver não é uma jornada tranquila e sem contratempos, não é como descansar em um lago de água morna, onde você pode deitar e relaxar.

Autor: Janguiê Diniz

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Observando nossa história pessoal, não é difícil perceber que a cada escolha que fazemos nos tornamos responsáveis por suas implicações.

Autor: Padre Demétrio Gomes


Caridade: remédio contra o pecado

O amor a Deus que cultivamos em nossos corações são indicativos do espaço que damos para sua graça agir.

Autor: Padre Alex Nogueira

Caridade: remédio contra o pecado

O papel crucial das famílias na saúde emocional das crianças

Saiba como as famílias podem influenciar no desenvolvimento socioemocional dos jovens e como promover uma educação eficaz dentro de casa com a abordagem da "missão familiar".

Autor: Divulgação

O papel crucial das famílias na saúde emocional das crianças