Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Cuidados com a barba

Cuidados com a barba

25/10/2008 Divulgação

Em geral, o tamanho recomendado para o comprimento da barba fica entre a máquina com pente um e dois.

Claro que essa medida pode variar levando em consideração a personalidade e a profissão de cada um.

Para disfaçar falhas na barba, passe a máquina no sentido contrário ao crescimento dos pêlos onde ela estiver maior. Nas áreas onde há falhas, use a máquina no sentido do crescimento dos pêlos. Dessa forma, você irá nivelar melhor os fios, tirando um comprimento menor onde há falhas. Para determinar o limite inferior da barba, trace uma linha imaginária horizontal no pescoço um dedo acima do pomo-de-adão, o popular gogó, eliminando os fios que estiverem abaixo dela.

Quem possui papada pode disfarçá-la traçando uma linha reta que sai abaixo do maxilar, cobrindo o início da papada (sem cobrir o gogó). O comprimento dos fios deve ser aparado semanalmente com a máquina. Para manter as linhas dos contornos, o acerto precisa ser feito em dias alternados. Para manter uma proporção harmônica entre barba e cabelo, a primeira não pode ser mais cheia do que o segundo. Para os calvos, o ideal é usar uma barba bem mais curta, de apenas alguns dias. "Mais comprido do que isso pode dar um aspecto muito agressivo, a menos que faça parte do estilo pessoal", diz Luis Silva, cabeleireiro do salão Lay Out, em São Paulo.

Coceira é uma reclamação recorrente de quem resolve deixar a barba crescer. Segundo o cabeleireiro, o problema acontece porque a região fica mais quente e transpira mais. Até a pele se acostumar com os fios, ele recomenda lavar o rosto apenas com água para tirar o suor nos momentos de irritação. Quem tem barba grisalha, ruiva ou loiro muito claro, pode até fazer um tingimento discreto para escurecê-la. No entanto, o recomendável é que o cabelo se mantenha em um tom mais escuro que a barba, para não pesar o visual.



Temos uma Mãe!

Assim como o mês de maio, outubro também é um mês dedicado a Maria.

Temos uma Mãe!

Sorriso nos olhos é cartão de visita no retorno presencial ao trabalho

Quem não gosta de ser recebido em um ambiente profissional com um sorriso largo dos colegas?

Sorriso nos olhos é cartão de visita no retorno presencial ao trabalho

Brincar é coisa séria!

A brincadeira é fundamental para o desenvolvimento emocional, cognitivo e social da criança.

Brincar é coisa séria!

Açúcar: O grande vilão da boca das crianças

O consumo excessivo de açúcar e a má escovação podem levar ao aparecimento de cáries.

Açúcar: O grande vilão da boca das crianças

Estudo mostra que longevidade está ligada à prática de exercícios

Pessoas obesas e sedentárias que começam a se exercitar podem diminuir o risco de morte prematura em 30% ou mais.

Estudo mostra que longevidade está ligada à prática de exercícios

No Brasil, 14% da população se considera vegetariana

Dietas vegetarianas adequadamente planejadas são saudáveis e nutricionalmente adequadas.

No Brasil, 14% da população se considera vegetariana

Mais de 20 monumentos aderem à campanha de conscientização do Setembro Roxo

Campanha alerta sobre a existência da fibrose cística para milhares de pessoas em todo o país.

Mais de 20 monumentos aderem à campanha de conscientização do Setembro Roxo

Canal Angelini aborda as histórias das religiões

Nunca foi tão importante entender a história das religiões.

Canal Angelini aborda as histórias das religiões

Vulnerabilidade a seu favor: a verdadeira liderança

Vulnerabilidade: não podemos evitá-las e viver apenas em momentos seguros.

Vulnerabilidade a seu favor: a verdadeira liderança

Você controla seu celular ou é ele que te controla?

No ano de 2020, cada brasileiro que possui smartphone passou, em média, 4,8 horas por dia utilizando o seu aparelho, segundo o novo relatório anual da App Annie.

Você controla seu celular ou é ele que te controla?

O chá e seus efeitos benéficos

Quem nunca tomou algum medicamento medicamento sem receita médica?

O chá e seus efeitos benéficos

Direitos de crianças e adolescentes em meio à pandemia

As políticas públicas e a atuação das instituições que trabalham para garantir os direitos da criança e do adolescente, tema debatido há vários anos no meio público, ganharam um novo sentido durante a pandemia.

Direitos de crianças e adolescentes em meio à pandemia