Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Dicas para quem quer virar vegetariano

Dicas para quem quer virar vegetariano

12/03/2018 Divulgação

Processo deve ser feito de maneira gradual e com acompanhamento profissional.

Dicas para quem quer virar vegetariano

Atualmente, cada vez mais pessoas se tornam adeptas de dietas equilibradas e, sobretudo, saudáveis. Diante de tal realidade, o consumo de carne tem sido questionado por muitos indivíduos, seja por ideologia ou por questões ligadas à saúde e bem-estar, o que, consequentemente, abre espaço para outras vertentes alimentares, como o vegetarianismo, por exemplo.

Segundo Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom, o vegetarianismo colabora para uma saúde mais rica longe do comércio de alimentos de origem animal. “Ainda reduz o desmatamento e agressões ao meio ambiente, já que o consumo de carne é um dos maiores causadores de derrubadas de florestas”, afirma.

Para quem pensa em se tornar vegetariano, é preciso tomar alguns cuidados. “Para abandonar o consumo da proteína animal é necessário conhecer os grupos de alimentos que oferecem os nutrientes fundamentais para nossa saúde e saber que uma dieta sem carne não deve ter um cardápio limitado, muito pelo contrário, quanto mais diversificado melhor”, pontua.

Pensando na questão e com o objetivo de garantir uma transição segura para o vegetarianismo, a especialista dá algumas dicas que devem ser seguidas por quem deseja parar de comer carne.

Segundo a consultora, quando se fala em transição para o vegetarianismo, é imprescindível não realizar mudanças drásticas na dieta em um curto espaço de tempo, principalmente para quem consome carne com certa frequência. “No início da mudança, escolha um dia da semana para ingerir apenas alimentos vegetarianos e, posteriormente, de forma gradual, vá aumentando os dias até que a carne não esteja presente em nenhum prato da sua dieta”, orienta.

A nutricionista destaca que é imprescindível repor a proteína que o organismo necessita. A soja, por exemplo, é rica em proteína vegetal, mas a alimentação não pode ficar só a base da mesma. “Grãos, sementes e leguminosas são boas fontes de proteínas. Portanto, feijão, lentilha, grão de bico, cereais integrais, sementes de abóbora e de chia e as oleaginosas, como castanhas, nozes e amêndoas devem fazer parte do cardápio de quem não come carne”.

Ler, aprender e entender sobre os alimentos e a influência que eles têm na saúde, é essencial, principalmente quando acontece essa transição alimentar. “O conhecimento sobre a saúde e a alimentação dos vegetarianos ajudará muito nesse processo. Acesse meios de comunicação que possuem essa filosofia como objeto central”.

Por fim, vale consultar um médico ou uma nutricionista para sanar dúvidas, realizar exames regularmente e receber orientações de como podem ser feitas as substituições. “Conduzir o plano alimentar da maneira correta minimiza de forma substancial as chances de desenvolver déficits nutricionais”, finaliza.



Mãe: Florescer é não se esquecer de viver!

Tenho experimentado que o “traço de mãe”, plantado por Deus no coração de cada mulher que Ele criou, vai além da capacidade de gerar filhos, biologicamente.

Mãe: Florescer é não se esquecer de viver!

Bullying: da vítima ao espectador

O bullying é um tipo particular de violência, caracterizado por agressões sistemáticas, repetitivas e intencionais, contra um ou mais indivíduos que se encontram em desigualdade de poder, gerando sofrimento para as vítimas, agressores e comunidade.


Minas mobiliza população para receber proteção contra sarampo e gripe

Ações para estimular a vacinação ocorrem em todo o estado, pois coberturas contra o sarampo e a gripe continuam baixas.

Minas mobiliza população para receber proteção contra sarampo e gripe

A esperança é o combustível da vida

A esperança corresponde à aspiração de felicidade existente no coração de cada pessoa.

A esperança é o combustível da vida

Amar a si mesmo como próximo

No documentário “Heal” (em Português, “Cura”), disponível no Amazon Prime, há um depoimento lancinante de Anita Moorjani, que, em Fevereiro de 2006 chegou ao final de uma luta de quatro anos contra o câncer.


O peso da improbidade no destino das pessoas

O homem já em tempos pré-históricos se reunia em volta das fogueiras onde foi aperfeiçoada a linguagem humana.


Terapia de estimulação cerebral profunda pode reduzir até 80% dos tremores causados pelo Parkinson

A cirurgia é um recurso muito importante e deve ser considerada para alguns pacientes.

Terapia de estimulação cerebral profunda pode reduzir até 80% dos tremores causados pelo Parkinson

A educação é o caminho da liberdade

O atendimento socioeducativo ao adolescente em conflito com a lei é um desafio e necessita de um olhar resiliente e reflexivo, visto que é considerado um momento oportuno de mudanças.


O Influenza também está no nosso foco

Falar em vacinação nos dias de hoje nos tende a remeter quase que exclusivamente ao combate à Covid-19.

O Influenza também está no nosso foco

A nova era da Telemedicina no Brasil

Alguns números atestam que as consultas virtuais estão sendo utilizadas cada vez mais no país.

A nova era da Telemedicina no Brasil

Para onde foram os nutrientes que estavam aqui?

A maioria das culturas vegetais são produzidas com a ajuda de solos fertilizados. O alto uso de fertilizantes nitrogenados tende a reduzir o teor de vitamina C em muitas frutas e hortaliças.


Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19

Médico psiquiatra comenta a situação exclusiva de pessoas que perderam parentes queridos durante a pandemia. A ansiedade e o transtorno de humor são os mais prevalentes nesses casos.

Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19