Portal O Debate
Grupo WhatsApp

E eis que tudo se fez novo!

E eis que tudo se fez novo!

30/03/2021 Padre Anderson Marçal Moreira

Na manhã daquele Bendito Domingo da Páscoa, Maria Madalena vai, logo cedo, ao túmulo, onde se tinha colocado o Santíssimo corpo de Jesus.

E eis que tudo se fez novo!

Mas lá chegando, viu a pedra fora do lugar, e o corpo não estava lá, tinha “sumido”. Onde o colocaram? O que fizeram com o corpo do Senhor?

Eis que aparecem anjos dizendo que Ele tinha ressuscitado, e, logo depois, o próprio Jesus aparece vivo a Maria Madalena. A alegria tomou aquela mulher, que voltou rapidamente para encontrar os apóstolos de Jesus e dar a maior notícia de todos os tempos: “Eu vi o Senhor”.

Mas como viver essa alegria em tempos que a tristeza, a desilusão e o medo tomam conta do nosso coração e da nossa alma, por causa da pandemia do Coronavírus? Como viver a Páscoa do Senhor se, em muitos lugares, como no ano passado, as igrejas estão fechadas para a participação presencial dos fiéis? Como se alegrar, se em muitas famílias a dor, a preocupação e o luto ocupam um lugar enorme?

Maria Madalena e todos os outros seguidores de Jesus também estavam tristes, desiludidos, decepcionados, pois Jesus tinha morrido e, com Ele, a esperança deles. A pandemia daquela época era a de não poder dizer que eram cristãos e que amavam Jesus. 

E “agora”? Agora é preciso ir ao túmulo de Jesus e ver que Ele não está mais lá, a pedra foi retirada, Ele ressuscitou, a morte não foi capaz de vencê-lo, muito menos de detê-lo.  Ele está vivo! Ressuscitou!

Nesse tempo, somos chamados a viver a mesma experiência de Maria Madalena, de ir ao encontro de Jesus, mesmo que seja nos túmulos, ou nos leitos de um hospital onde estão nossos entes queridos, amigos, e lá nos encontrarmos com Jesus, o vencedor da morte e da dor. Mesmo que esteja doendo muito, como, com certeza, estava doendo em Maria Madalena. Mesmo que estejamos abatidos pela ausência de alguém que amamos. Mesmo que não tenhamos fé o bastante para acreditar que a ressurreição é a verdade, Deus é maior que tudo e, com certeza, nesses momentos de calvário, se faz presente ainda mais na nossa vida.

Que possamos ir com fé ao encontro do Senhor Ressuscitado, na dor e na perda, com a certeza que Ele nos dará a esperança, o alento e a força para vencermos mais esta batalha, e nos devolverá a alegria. Com sua Páscoa, o Senhor nos ensina que a esperança não decepciona, como São Paulo diz em sua carta aos Romanos.

Sim, vivemos tempos difíceis, mas piores são os tempos longe do Senhor Ressuscitado, quando nos voltamos para nós mesmos e não vemos que existe, com a Páscoa, uma proposta de vida nova e uma esperança que, repito, não nos decepciona!

Apesar de tudo que estamos vivendo, desejo que a alegria de poder esperar em Deus nos ajude a ter uma Santa Páscoa. 

* Padre Anderson Marçal Moreira é membro da Comunidade Canção Nova, doutor em Teologia Pastoral Bíblica e Litúrgica. Atualmente está à frente da Paróquia Santa Cândida, em São Paulo (SP).

Para mais informações sobre Jesus clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Fundação João Paulo II / Canção Nova



O Influenza também está no nosso foco

Falar em vacinação nos dias de hoje nos tende a remeter quase que exclusivamente ao combate à Covid-19.

O Influenza também está no nosso foco

A nova era da Telemedicina no Brasil

Alguns números atestam que as consultas virtuais estão sendo utilizadas cada vez mais no país.

A nova era da Telemedicina no Brasil

Para onde foram os nutrientes que estavam aqui?

A maioria das culturas vegetais são produzidas com a ajuda de solos fertilizados. O alto uso de fertilizantes nitrogenados tende a reduzir o teor de vitamina C em muitas frutas e hortaliças.


Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19

Médico psiquiatra comenta a situação exclusiva de pessoas que perderam parentes queridos durante a pandemia. A ansiedade e o transtorno de humor são os mais prevalentes nesses casos.

Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19

Pesadelo na hora do sono: apneia atinge 70 milhões de brasileiros

Por muito tempo o hábito de roncar tem sido visto como motivo de chacota ou algo corriqueiro.

Pesadelo na hora do sono: apneia atinge 70 milhões de brasileiros

Qual é o melhor presente do dia das mães?

O mês de maio é reconhecido como o mês das mães em vários lugares do mundo.

Qual é o melhor presente do dia das mães?

A felicidade faz parte do trabalho

“Trabalhe com o que ama e não precisará trabalhar um único dia em sua vida.”

A felicidade faz parte do trabalho

Cinco hábitos que prejudicam as mãos e como mudá-los

O WhatsAppinite, por exemplo é uma tendinite causada pelo uso excessivo do celular.

Cinco hábitos que prejudicam as mãos e como mudá-los

Saiba como escolher os melhores vinhos para sua comemoração

Reunir as pessoas mais queridas, escolher a playlist, caprichar na decoração e acertar no cardápio e arrasar na escolha dos vinhos.

Saiba como escolher os melhores vinhos para sua comemoração

Criança precisa de rotina

Para os pais que acreditam que o filho precisa ter tudo o que eles não tiveram, melhor rever o conceito.

Criança precisa de rotina

Raciocínio rápido e boa memória de longo prazo podem ser sinais de superinteligência

Conheça cinco sinais que podem indicar altas habilidades/superdotação, de acordo com a Associação Mensa Brasil.

Raciocínio rápido e boa memória de longo prazo podem ser sinais de superinteligência

A Páscoa da paz

Um diagnóstico sobre o drama da guerra nunca será completo sem um olhar de fé.

A Páscoa da paz