Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Educador físico usa o esporte para resgate de pessoas incapacitadas

Educador físico usa o esporte para resgate de pessoas incapacitadas

10/05/2019 Divulgação

Projeto de prática de tênis com cadeiras de roda adaptadas tem início no oeste catarinense.

Educador físico usa o esporte para resgate de pessoas incapacitadas

Doação de cadeira de rodas viabiliza projeto solidário – (Foto: Luiz Cândido)

“O esporte tem o poder de fazer com que as pessoas voltem a gostar de viver”, foram as palavras do educador físico Atalício do Amarante, que viu no tênis uma oportunidade de resgatar o sorriso no rosto de pessoas com deficiência. Há 10 anos na profissão, sempre teve identificação com esse público. Depois de trabalhar em APAEs, com idosos, deficientes visuais e auditivos, se tornou empreendedor em uma academia de musculação, onde continuou a atuar com Pessoas com Deficiência (PCDs). Hoje, atende cinco desses alunos e com o apoio de instituições que acreditaram no seu projeto, deu início a um novo trabalho: o tênis solidário, que será desenvolvido em Abelardo Luz, cidade do Oeste catarinense.

Atalício conta que conheceu a modalidade por influência da esposa. “Eu jogava futebol profissionalmente e quando parei acabei me encantando pelo tênis. Comecei a disputar torneios amadores e, vendo minha empolgação, meus alunos começaram a demonstrar grande curiosidade e interesse pelo esporte. Foi aí que pensei: por que não?”, lembra. Perguntou para os aprendizes se eles não tinham vontade de arriscar em um exercício diferente e adoraram a ideia. “O tempo passou e a ela ficou um pouco adormecida, mas quando um deles me chamou e perguntou ‘e aí, professor! Quando é que vamos no clube bater uma bolinha?’, me senti tocado, comovido e resolvi reacender este sonho”, relata.

Um tenista que o educador físico tem grande admiração é o atleta paraolímpico, natural de Santa Catarina, Ymanitu Silva. “Sempre segui ele nas redes sociais e, sem dúvidas, é uma inspiração não só pra mim, como para os meus alunos e todos que são apaixonados pelo esporte”, conta. Como os equipamentos e acessórios para a modalidade não são tão acessíveis, para viabilizar o projeto, Atalício foi em busca de subsídios e a primeira pessoa com quem entrou em contato foi com Ymanitu. “Eu estava em busca de cadeiras de rodas adaptadas e perguntei a ele como eu podia obter esse auxílio. Imediatamente recebi uma resposta e de forma muito solícita ele me colocou em contato com a FCT - Federação Catarinense de Tênis, explica.

Em pouco mais de uma semana, o sonho começou a se tornar realidade. A gerente da FCT, Andreia Schülter Buss, foi uma das responsáveis por essa ajuda. “Fiquei muito comovida com a história e lembrei que tínhamos duas cadeiras de rodas que poderiam ser de grande utilidade pra ele. Montamos os equipamentos, fizemos a manutenção e as enviamos para o Oeste”, diz.

Com as cadeiras em mãos, o Clube Real Abelardo Luz também apoiou a iniciativa e disponibilizou gratuitamente a quadra de tênis para a realização do trabalho. “Vamos iniciar com três pessoas, mas a intenção é ampliar o projeto. Só tenho a agradecer aos que acreditaram em mim e nos deram essa oportunidade de trazer mais esperança, atividade física e vida para eles”, diz.

As aulas serão realizadas em dois dias da semana, de forma voluntária. “A gente não consegue mudar o mundo sozinho, mas se fizermos algo ao nosso redor e que está ao nosso alcance, tenho certeza de que podemos ser a diferença na vida de muitas pessoas”, finaliza.



7 dicas para fazer um detox e diminuir sua ansiedade

Essas são estratégias simples que podem ser adotadas por qualquer pessoa, mas não substituem a avaliação médica.

7 dicas para fazer um detox e diminuir sua ansiedade

Quando a mente está em paz, o corpo acompanha

Desde o isolamento social devido à pandemia do novo Coronavírus, é grande o número de pessoas que procuram formas de passar o tempo e manter a saúde física e mental em dia.

Quando a mente está em paz, o corpo acompanha

Férias: hora de se divertir

Se tem um tempo que é muito esperado pelas crianças, esse tempo é o das férias.

Férias: hora de se divertir

A pandemia nos fez mais solidários?

Crises costumam ser impulsionadoras da solidariedade.

A pandemia nos fez mais solidários?

Conheça algumas dicas para o cultivo de orquídeas

Flores são capazes de sobreviver por vários anos a partir de cuidados no plantio, adubação e irrigação.

Conheça algumas dicas para o cultivo de orquídeas

Três passos para trazer paz à sua rotina

Podemos viver a vida com mais paz tendo o autoconhecimento. Confira!

Três passos para trazer paz à sua rotina

Férias, pausa e renovação: como aproveitar?

O ano de 2021 trouxe, para grande parte das pessoas, um sentimento de esgotamento maior do que em anos anteriores.

Férias, pausa e renovação: como aproveitar?

Pilates ajuda no combate dos problemas musculoesqueléticos da menopausa

Doenças que afetam o sistema musculoesquelético se tornaram um assunto de saúde pública.

Pilates ajuda no combate dos problemas musculoesqueléticos da menopausa

Não permita que as metas estabelecidas para o novo ano se transformem em frustrações

A definição de propósitos e a busca por conquistar objetivos, são ações benéficas que contribuem para o aumento da autoestima.

Não permita que as metas estabelecidas para o novo ano se transformem em frustrações

Fica com Deus 2021, seja bem-vindo 2022!

Sim, precisamos ter a coragem e o desapego necessários para dizer: “fica com Deus 2021” e seja bem-vindo 2022!

Fica com Deus 2021, seja bem-vindo 2022!

Seis atividades para estimular a coordenação motora das crianças nas férias

Para muitos pais, principalmente para àqueles que não podem viajar, entreter as crianças durante as férias escolares pode ser um verdadeiro desafio.

Seis atividades para estimular a coordenação motora das crianças nas férias

Você tem mais dívidas boas ou ruins?

Quando o assunto é organização financeira, nosso povo sofre de uma grave inversão de valores.