Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Exercícios físicos para reduzir o estresse no trabalho e desenvolver “mindfullness”

Exercícios físicos para reduzir o estresse no trabalho e desenvolver “mindfullness”

08/10/2019 Da Redação

Aplicativos de exercícios físicos e meditação têm servido como solução para reduzir estresse e Burnout nas empresas.

Exercícios físicos para reduzir o estresse no trabalho e desenvolver “mindfullness”

No Brasil, os colaboradores trabalham cerca de 18 horas extras, de acordo com uma pesquisa realizada pela Maxis GBN e 72% sofrem algum tipo de sequela ocasionada pelo estresse - segundo levantamento do International Stress Management Association, logo, não seria por menos que 32% dos indivíduos podem ser diagnosticados com Burnout.

Também conhecida como crise de esgotamento profissional, a síndrome pode se manifestar de diversas formas, os sentimentos mais comuns são: cansaço constante, baixa autoestima e mudanças bruscas de humor. Em alguns casos pode apresentar sintomas próximos da depressão ou do transtorno de ansiedade. A causa é a mesma, trabalhar muitas horas consecutivas sob condições de trabalho estressante e psicologicamente desgastante.

A síndrome tem se tornado tão recorrente que, este ano, a OMS (Organização Mundial da Saúde) a incluiu na nova Classificação Internacional de Doenças. O lado positivo do reconhecimento do Burnout como um fenômeno ligado ao trabalho é que isso pode contribuir para uma mudança nos departamentos de RH, que vão olhar não apenas como um problema individual e sim algo que impacta os resultados da equipe e da empresa. Já é possível ver essa mudança, cada vez mais companhias têm adotado medidas internas para prover um ambiente saudável aos colaboradores. “Muitas medidas tradicionais são caras e pouco efetivas, o que resulta numa piora do cenário. Como já sabemos que o exercício físico é capaz de contribuir no gerenciamento do estresse, quisemos trazer algo eficiente para a empresa e divertido para o colaborador”, afirma Tomás Camargos, sócio-fundador da VIK , plataforma que promove atividade física e hábitos saudáveis dentro das empresas.

A VIK utiliza a gamificação para criar integração entre participantes, que precisam cumprir metas ligadas à saúde para vencer a “competição”. Eles já realizaram o desafio com as empresas MRV Engenharia, Itambé, Alelo, Falconi, Forno de Minas, Localiza e Dasa. Com mais de 20 mil usuários, aproximadamente 42% ex- sedentários, muitos melhoraram seu condicionamento físico, além dessa mudança também observaram uma transformação no hábito dos participantes, como diminuição do estresse, melhora do sono, redução de álcool e tabagismo e até relatos de melhorias nos relacionamentos afetivos. “É preciso promover o auto cuidado e o tempo para nós mesmos quando falamos de uma sociedade hiperconectada. São ações que previnem e melhoram condições como o Burnout”, conta Régis Schröder Ramos, psicólogo e sócio da clínica Neuroglia.

Além do desafio, a startup em parceria com a Neuroglia vai lançar em breve o NeuroVik, com foco em saúde emocional e cognitiva. Dentre os serviços que vão oferecer, está um aplicativo para o aprendizado de mindfullness e meditação de uma forma interativa. Seguindo a mesma linha do desafio, a plataforma visa incentivar o participante por meio de marcadores que proporcionam uma mensuração e acompanhamento do desenvolvimento da prática. A meditação busca dominar os pensamentos e sentimentos através da respiração profunda e pausada. A prática tem ganhado cada vez mais espaço dentro das empresas por ajudar no gerenciamento do estresse, além de desenvolver a atenção plena, característica muito valorizada no ambiente profissional. “Para as pessoas criarem uma relação saudável com o trabalho é preciso de um trabalho em conjunto com a empresa”, finaliza o especialista.



Campanha da GOL e Faber Castell incentiva a doação de materiais escolares nas aeronaves

A campanha é uma iniciativa do Instituto GOL, núcleo de responsabilidade social da empresa.

Campanha da GOL e Faber Castell incentiva a doação de materiais escolares nas aeronaves

Imagens de sofrimento deixam de ser foco em campanhas de doação no Brasil

Estratégias como a do aplicativo Ribon baniram qualquer foto de dor e miséria e passaram a ganhar cada vez mais adeptos

Imagens de sofrimento deixam de ser foco em campanhas de doação no Brasil

Como nasceu a Cesta de Natal

Com a proximidade do final do ano as empresas e as famílias começam a se preparar para as festas e comemorações do Natal e Réveillon.

Como nasceu a Cesta de Natal

O que é permitido nas festas de fim de ano em condomínios?

A vida em condomínio exige regras de convivência que valem para pessoas com hábitos diferentes, por dividirem o mesmo espaço comum.

O que é permitido nas festas de fim de ano em condomínios?

Expectativa de vida aumenta mais de três meses e chega a 76,3 anos

Dados são da Tábua Completa de Mortalidade para o Brasil do IBGE.

Expectativa de vida aumenta mais de três meses e chega a 76,3 anos

Impactos dos exercícios físicos durante e depois da gravidez

Treinos devem ser liberados pelo médico e acompanhados por um profissional de Educação Física

Impactos dos exercícios físicos durante e depois da gravidez

Não emagreça para o verão!

Confira dicas para manter o shape em forma o ano todo.

Não emagreça para o verão!

Como estimular as crianças à uma boa alimentação

Situações simples do dia a dia podem ser aproveitadas para a educação alimentar.

Como estimular as crianças à uma boa alimentação

Dormir mais no final de semana recupera as noites perdidas?

Mudar hábitos é mais eficaz do que ficar mais tempo na cama no sábado e domingo.

Dormir mais no final de semana recupera as noites perdidas?

O que as três cidades mais inteligentes do País têm em comum?

Entenda porque Campinas, São Paulo e Curitiba merecem esse título.

O que as três cidades mais inteligentes do País têm em comum?

3 razões para incluir a prática da Atenção Plena em seu trabalho

Não é novidade que temos que estar capacitados perante os avanços da tecnologia e a uma enxurrada constante de informação.


Cirurgia devolve audição aos surdos

No Brasil, cerca 10,7 milhões de pessoas sofrem com a doença.

Cirurgia devolve audição aos surdos