Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Laranja: fonte de saúde

Laranja: fonte de saúde

23/06/2021 Valter Casarin

Sua cor é sinônimo de saúde, vitalidade, beleza. Ao consumir laranjas, sabemos que estamos fazendo bem a nós mesmos, mas vamos ver juntos o que é exatamente.

Laranja: fonte de saúde

O termo "laranja", para designar o fruto, surgiu no século XIII. Vem do árabe Narandj, termo emprestado do sânscrito nagara nga, cujo significado é "fruta amada por elefantes". A laranjeira é nativa do Sudeste Asiático, berço do gênero Citrus, mas não se sabe exatamente quando foi domesticada. Como muitas outras plantas que também foram utilizadas na medicina, ela seguiu a Rota da Seda para a Europa, cruzando o Oriente Médio e o Oriente Próximo onde encontrou um clima adaptado às suas necessidades.

Atualmente, o Brasil é uma verdadeira potência na produção de laranja. O país é responsável por 50% da produção mundial de suco de laranja e exporta 98% do que produz, o que representa 75% de toda exportação global. No Brasil, o estado de São Paulo ocupa a primeira posição no ranking de produção, com 77% da produção nacional. Nosso suco chega até países como os EUA, China, Japão, União Europeia, Coreia do Sul e outros.

A laranja pode ser composta principalmente por água, sua polpa e suco contêm uma quantidade muito significativa de vitaminas A, B e C e compostos antioxidantes. Sua polpa é rica em nutrientes como cálcio, potássio, fósforo, magnésio, ferro, cobre, flavonoides e carotenoides, além de fibras. Consumir regularmente é excelente para proteger o corpo de muitas doenças.

Excelente fonte de vitamina C. Ingerir laranjas ajuda a estimular o sistema imunológico e a lutar contra a fadiga, como resfriados de inverno. Os benefícios da laranja são vários. Então por que não a apreciar?

Preparar um suco de laranja fresco todas as manhãs não é apenas delicioso para o nosso paladar, mas também excelente para o nosso corpo.

A laranja em todas as suas formas e variedades é carregada de propriedades e benefícios para o corpo. Descubra os benefícios da laranja, bem como seus diferentes usos para otimizar suas ações benéficas.

- Rico em vitamina C;

- Fonte de fibra;

- Baixo em calorias;

- Fonte de cálcio e magnésio;

- Estimula o sistema imunológico.

Sua polpa suculenta é cheia de benefícios. Seria uma pena nos privar deste alimento.

Antioxidantes em abundância: a laranja é rica em flavonoides, componentes antioxidantes que auxiliam no combate aos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento cutâneo e por diversas patologias.

Fonte de carboidratos: com baixa carga calórica, a laranja contém carboidratos assimilados aos açúcares que fornecem energia rapidamente ao corpo. Ruim em lipídios e proteínas, a laranja é uma fruta de baixo consumo calórico muito indicada para quem quer perder peso.

Fonte de fibra solúvel: seu baixo teor de fibra, que se soma à fibra solúvel, a torna uma aliada muito interessante para limitar os níveis de colesterol no sangue. Graças às fibras solúveis que contém, a laranja estimula suavemente a digestão e reduz os distúrbios digestivos.

O processo oxidativo no organismo é um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares. O consumo regular de vitamina C na forma de suco de laranja reduz o risco de aterosclerose, doença cerebrovascular, incluindo acidente vascular cerebral e trombose. Sua ação também ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim.

Prevenção de certos tipos de câncer. As propriedades antioxidantes da laranja tornam esta fruta cítrica uma excelente arma anticâncer. Acredita-se que o consumo regular esteja relacionado à prevenção do câncer de esôfago, estômago, cólon, boca e faringe. Diz-se que sua ação ajuda a diminuir a proliferação de células cancerosas e a limpar o corpo, ao mesmo tempo que fortalece o sistema imunológico.

Para proteger seus olhos. A catarata é uma doença ocular comum em pessoas com mais de 65 anos. Mas, de acordo com um estudo recente de pesquisadores britânicos, comer alimentos ricos em vitamina C, como laranjas, pode reduzir a progressão da doença em 33%. A causa é a ação antioxidante dessa vitamina no fluido ocular, que protege o cristalino do turvamento relacionado à idade.

Diz-se que os flavonoides presentes nas frutas cítricas, incluindo as laranjas, têm propriedades anti-inflamatórias eficazes. Portanto, consumi-lo reduz o risco de sofrer de doenças inflamatórias, como a artrite reumatoide. Já, graças aos carotenoides, que estimulam a produção de células ósseas e estimulam a absorção de cálcio, a laranja é excelente para os ossos.

A planta de laranja tem grande dependência de uma nutrição equilibrada, principalmente nos períodos de florescimento, crescimento dos frutos, pós-colheita e início da vegetação. O fornecimento dos nutrientes na época certa e na dose certa permitirá a composição nutricional do suco com a qualidade das características necessárias. Através da adubação haverá também a melhoria na resistência ao transporte e armazenamento.

Para escolher bem uma laranja, ela deve ser firme. A laranja pode ser armazenada por uma semana em temperatura ambiente. Você também pode mantê-la por dez dias na gaveta da geladeira.

A Nutrientes para a Vida tem como missão melhorar a percepção da população urbana em relação às funções e os benefícios dos fertilizantes. A NPV possui visão, missão e valores análogos aos da coirmã americana, a Nutrients For Life. Sua principal missão é destacar e informar a população a respeito da relevância dos fertilizantes para o aumento da qualidade e segurança da produção alimentar, colaborando com melhores quantidades de nutrientes nos alimentos e, consequentemente, com uma melhor nutrição e saúde humana.

Valter Casarin é engenheiro agrônomo, coordenador científico da iniciativa Nutrientes para a Vida.

Para mais informações sobre Saúde clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Acontece Comunicação e Notícias



Brasil é a sociedade mais ansiosa do mundo

Estudo do Dr Fabiano de Abreu, feito na Logos University International, publicado pelo Brazilian Journal of Development, busca explicar e solucionar o problema.

Brasil é a sociedade mais ansiosa do mundo

Cuide do seu bebê: mantenha a saúde bucal em dia

Manter a escovação em dia e usar o fio dental são procedimentos essenciais.

Cuide do seu bebê: mantenha a saúde bucal em dia

Encurtamento muscular: o lado ruim do home office

Dores e redução da amplitude de movimento são os principais sinais de que seus músculos estão encurtados.

Encurtamento muscular: o lado ruim do home office

Brincar é coisa séria!

Falar sobre a importância do brincar no Dia das Crianças pode parecer algo comum, mas é um assunto de grande relevância na vida dos pequenos e de seus familiares.

Brincar é coisa séria!

Diversidade cerebral da criança: dificuldades de aprendizagem

Uma coisa é certa: não há dois cérebros iguais no mundo.

Diversidade cerebral da criança: dificuldades de aprendizagem

O sorriso envelhece, mas pode ser mais tarde

A gengiva pode sofrer recessão, que é a exposição da raiz, ou inflamações decorrentes de doenças periodontais.

O sorriso envelhece, mas pode ser mais tarde

Após quase morrer de câncer, a solidariedade

Em março de 2016, quando estava com 35 anos, descobri o câncer de mama.

Após quase morrer de câncer, a solidariedade

Temos uma Mãe!

Assim como o mês de maio, outubro também é um mês dedicado a Maria.

Temos uma Mãe!

Sorriso nos olhos é cartão de visita no retorno presencial ao trabalho

Quem não gosta de ser recebido em um ambiente profissional com um sorriso largo dos colegas?

Sorriso nos olhos é cartão de visita no retorno presencial ao trabalho

Brincar é coisa séria!

A brincadeira é fundamental para o desenvolvimento emocional, cognitivo e social da criança.

Brincar é coisa séria!

Açúcar: O grande vilão da boca das crianças

O consumo excessivo de açúcar e a má escovação podem levar ao aparecimento de cáries.

Açúcar: O grande vilão da boca das crianças

Estudo mostra que longevidade está ligada à prática de exercícios

Pessoas obesas e sedentárias que começam a se exercitar podem diminuir o risco de morte prematura em 30% ou mais.

Estudo mostra que longevidade está ligada à prática de exercícios