Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Orar na época de declarar impostos

Orar na época de declarar impostos

25/04/2017 Monica Karal

Este mês, os norte-americanos se apressam para declarar o imposto de renda.

Enquanto aprendemos como preencher os formulários e finalizamos todos os números, pode ser tentador ajustar os números para que possamos permanecer com alguns dólares suados a mais, especialmente quando algumas pessoas que recorrem a esses subterfúgios parecem não sofrer nenhuma consequência por seus atos.

Mas um amigo, a quem respeito profundamente, me mostrou outra maneira de tratar esse assunto. Certa vez, ele me contou que se certifica de declarar toda a sua renda pessoal, focalizando especificamente o fato de que pode pagar sua parte justa nos impostos. Ele não tem uma ocupação convencional e sua renda é imprevisível, mas tem uma vida de muita abundância.

Quando ponderei sobre isso, vi que fazia sentido. Ao invés de nos ressentirmos com a “arrecadação de impostos”, podemos, em oração, afirmar que as autoridades eleitas podem expressar a inteligência e a honestidade que lhes pertencem por serem filhos da Mente divina, Deus. Essa é uma maneira eficaz de ajudar a garantir a gestão honesta do dinheiro dos contribuintes. A Bíblia expressa esse reconhecimento da sabedoria orientadora de Deus: “Alegrem-se e exultem as gentes, pois julgas os povos com equidade e guias na terra as nações” (Salmos 67:4). Muitas pessoas na Bíblia perceberam constantemente essa influência divina para o bem, conforme veremos nesta passagem: “Teu, Senhor, é o poder, a grandeza... porque teu é tudo quanto há nos céus e na terra... tu te exaltaste por chefe sobre todos... na tua mão há força e poder; contigo está o engrandecer e a tudo dar força” (1 Crônicas 29:11, 12).

Quando olhamos para a vida a partir desse ponto de vista espiritual, fica mais fácil compreender que a orientação de Jesus pode mudar nossa atitude com relação às demandas coletivas, tais como pagar os impostos. Quando precisaram de dinheiro para pagar o imposto, ele instruiu o discípulo Pedro a encontrar o dinheiro na boca de um peixe (ver Mateus 17:27), indicando que é divinamente natural encontrarmos tudo de que necessitamos. A época de declarar o imposto de renda pode ser uma oportunidade para percebermos a provisão de Deus para nós em termos mais espirituais.

Ao invés de pensarmos que nossa renda é incerta, podemos desafiar a maneira limitada de pensar com a confiança de que nosso Pai-Mãe divino, a quem a Bíblia descreve como o próprio Amor, supre generosamente toda a Sua criação. Mary Baker Eddy, que fundou o jornal internacionalmente reconhecido The Christian Science Monitor, escreveu: “Dar não nos empobrece no serviço de nosso Criador, e reter tampouco nos enriquece” (Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, p. 79).

Visto que sou profissional autônoma, constatei que aplicar essas ideias conduz a um senso mais amplo de abundância em todos os aspectos da vida. Passei a perceber que minha “renda” consiste em ideias construtivas e em inspiração, as quais provêm da Mente divina infinita e chegam a mim por meio da oração. Essa fonte inesgotável nunca pode ser exaurida. Ao ficar atenta para ouvir essas ideias, sou guiada a atividades produtivas e a mais oportunidades.

À medida que amorosamente ampliamos o âmbito de nossas orações para incluir todas as nações e seus contribuintes, podemos apoiar a integridade dos líderes políticos, por meio da oração que reconhece a espiritualidade e a inclinação natural deles para refletir a integridade, a inteligência e a honradez de seu Criador, a Mente una e única. Deus está desdobrando um plano repleto do bem para as pessoas ao redor do mundo. A mensagem divina de Deus, o Cristo, está sempre ativa na consciência humana e todos são criados para serem receptivos a essa sabedoria espiritual.

Ao ouvirmos e seguirmos o plano de Deus, descobriremos que Ele provê tudo de que necessitamos para realizar esse plano. Quando alinhamos nosso pensamento com o Princípio divino, Deus, e expressamos qualidades como honestidade, paciência, bondade e amor, vivenciamos a proteção completa desse Princípio que a tudo abrange.

A abundância de todo o bem divino é nossa. Ciência e Saúde descreve a Vida e o Amor divinos como: “iluminando e sustentando o universo” (p. 538). Ao invés de nos sentirmos sobrecarregados por impostos excessivos, podemos transbordar de alegria, por saber que somos os recipientes do poder esclarecedor e sustentador da Vida e do Amor divinos.

* Monica Karal escreve a respeito da ligação entre o pensamento, a espiritualidade e a saúde. Ela trabalhou como orientadora em abrigos para mulheres e agora pratica a cura pela Ciência Cristã profissionalmente. Também é Comitê de Publicação da Ciência Cristã para Quebec.
© 2017 The Christian Science Monitor. Usado com permissão.



Colégio Santo Agostinho arrecada mais de 20 mil kits escolares para crianças do RS

Doações serão enviadas para crianças e adolescentes vítimas das enchentes que atingiram o Sul do país.

Autor: Divulgação

Colégio Santo Agostinho arrecada mais de 20 mil kits escolares para crianças do RS

Atitudes para gerir adequadamente as emoções

Emoções são a base de todos os relacionamentos e a forma como lidamos com elas define o quão longe iremos em nossos objetivos.

Autor: Janguiê Diniz


Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

O que significa aproveitar a vida? Esta é uma pergunta que muitos de nós já nos fizemos em algum momento.

Autor: Suely Tonarque

Sonhos, desafios e a busca por leveza: reflexões sobre a vida após os 70

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Viver não é uma jornada tranquila e sem contratempos, não é como descansar em um lago de água morna, onde você pode deitar e relaxar.

Autor: Janguiê Diniz

Como enfrentar de modo eficaz as adversidades

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

Observando nossa história pessoal, não é difícil perceber que a cada escolha que fazemos nos tornamos responsáveis por suas implicações.

Autor: Padre Demétrio Gomes


Caridade: remédio contra o pecado

O amor a Deus que cultivamos em nossos corações são indicativos do espaço que damos para sua graça agir.

Autor: Padre Alex Nogueira

Caridade: remédio contra o pecado

O papel crucial das famílias na saúde emocional das crianças

Saiba como as famílias podem influenciar no desenvolvimento socioemocional dos jovens e como promover uma educação eficaz dentro de casa com a abordagem da "missão familiar".

Autor: Divulgação

O papel crucial das famílias na saúde emocional das crianças

Como lidar com a transformação de sentimentos da adolescência

Com o surgimento da puberdade e o início da adolescência, tudo fica diferente nos filhos. Isso vai muito além da fisionomia, altura e a voz.

Autor: Livia Marques

Como lidar com a transformação de sentimentos da adolescência

O Brasil precisa de mais sangue!

A doação não traz nenhum risco para o doador.

Autor: Guilheme Muzzi

O Brasil precisa de mais sangue!

Insegurança e espiritualidade

O Nosso Cérebro é uma máquina de detectar padrões. Nosso senso de orientação depende disso.

Autor: Marco Antonio Spinelli

Insegurança e espiritualidade

Entender os sentimentos pode ajudar no relacionamento entre pais e filhos

O reconhecimento das emoções é o primeiro passo para o entendimento no ciclo familiar e social.

Autor: Divulgação

Entender os sentimentos pode ajudar no relacionamento entre pais e filhos

A importância da comunicação humanizada

Dar vida às palavras, expressões e gestos que formam a substância da comunicação é fundamentalmente humano.

Autor: Reinaldo César