Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Praticar esportes na areia alivia o estresse e emagrece

Praticar esportes na areia alivia o estresse e emagrece

13/01/2014 Divulgação

Além de aliviar o estresse, os esportes praticados na areia queimam mais calorias do que os feitos em academia.

No verão geralmente as pessoas procuram se exercitar mais para exibir o corpo malhado e tonificado. A praia é um local onde a maioria das pessoas passa as férias, e é na areia que elas encontram estímulo para praticar exercícios físicos.

Além de tonificar mais e emagrecer, os esportes praticados na areia queimam mais calorias do que os feitos em academia. Isso porque quando pisamos nela o nosso pé afunda (mesmo que pouco) e isso faz os músculos trabalharem mais.

Futevôlei, frescobol, futebol, vôlei e outras atividades lúdicas como aulas de ginástica ajudam a emagrecer e tonificar o corpo. A resistência oferecida para quem pratica esses esportes na areia é enorme.

Caminhar pela praia também é uma ótima opção. Se quiser intensificar ainda mais o treino, a dica é andar beirando a água. O impacto e a força que você precisará fazer vão ajudar a definir os músculos mais rápido.

Fazer caminhadas e praticar esportes na areia são atividades saudáveis e agradáveis, que ajudam a aliviar desde dores causadas por lesões à tensão do dia a dia. Além disso, o contato com a areia é comprovadamente eficaz no combate ao estresse.

No entanto, se você não tem costume de praticar atividades físicas faça com moderação e sempre pratique alongamentos antes de iniciar o treino.

Vale lembrar também que os horários corretos para exposição ao sol são antes das 10 horas da manhã e após as 16 horas. O uso do filtro solar e de um boné são indispensáveis.



Ajuda psicológica traz confiança e aceitação para quem vive com HIV

Pessoas que vivem com o vírus podem apresentar as mesmas angústias e receios.

Ajuda psicológica traz confiança e aceitação para quem vive com HIV

Sempre é tempo para começar a pedalar

Segundo psicóloga, o sistema cognitivo de aprendizado dos adultos é diferente de quando criança, mas é possível desenvolver novas habilidades.

Sempre é tempo para começar a pedalar

O fetiche do cinema e o autismo

O autismo infantil é um assunto que tem dominado a agenda dessa semana.

O fetiche do cinema e o autismo

Por que usar muito a cabeça não é pensar com inteligência ?

O cérebro humano é um órgão incrível, mas, assim como a própria natureza humana ele também é limitado.

Por que usar muito a cabeça não é pensar com inteligência ?

Boca seca é alerta: descubra as causas e saiba como prevenir

Conheça as verdadeiras causas da boca seca.

Boca seca é alerta: descubra as causas e saiba como prevenir

Conheça as verdadeiras causas da boca seca

A xerostomia ou boca seca é mais comum entre os mais idosos.

Conheça as verdadeiras causas da boca seca

O condomínio é responsável por danos aos veículos nas garagens?

O condomínio não tem personalidade jurídica.

O condomínio é responsável por danos aos veículos nas garagens?

Mulheres de 50 anos, o tempo de ser feliz é agora!

Se alguém ainda acredita que uma mulher de 50 anos ou mais está no declínio da sua vida anda meio desinformado.

Mulheres de 50 anos, o tempo de ser feliz é agora!

O futuro é digital e é idoso

O que aprendi com minha mãe de 83 anos durante a pandemia.

O futuro é digital e é idoso

Crianças homenageiam heróis no combate ao Covid-19

Estudantes irão entregar uma faixa aos profissionais de saúde do Hospital Universitário da UEL, em Londrina (PR).

Crianças homenageiam heróis no combate ao Covid-19

Sorrir melhora a autoestima e o humor, promovendo conexão pessoal e bem-estar

Ter autoconfiança na hora de sorrir aumenta a autoestima, gera conexão com outras pessoas, melhora o humor, libera hormônios de bem-estar e pode até promover o rejuvenescimento.

Sorrir melhora a autoestima e o humor, promovendo conexão pessoal e bem-estar

Experiência de vida muda comunicação entre cães e humanos, diz estudo

Animais domésticos têm troca de olhares mais intensa com os donos.

Experiência de vida muda comunicação entre cães e humanos, diz estudo