Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Brasil lidera recebimento de Green Card

Brasil lidera recebimento de Green Card

06/09/2018 Divulgação

Para conseguir o visto EB-5 é preciso investir nos Estados Unidos o valor de US$ 500 mil.

Brasil lidera recebimento de Green Card

Pelo segundo ano consecutivo, o Brasil é o pais das Américas que mais recebeu Green Card, por meio do visto EB-5. Em 2017, foram 282 brasileiros que receberam o visto por meio dessa modalidade. Em seguida, vem a Venezuela, com 108, e México com 85 vistos, segundo dados oficiais do Departamento de Imigração dos Estados Unidos.

Desde 2010, o Brasil foi o que mais cresceu, ampliando o número de recebimento em mais de 15 vezes. O país sempre se manteve na quarta colocação, com emissões que variavam de 17 a 34 vistos mas, a partir de 2015, cresceu mais de 700% fazendo com que o país assumisse a liderança passando para 150 vistos em 2016; e 282, em 2017. “Além do crescimento no interesse de brasileiros por conta da situação econômica e política do país, o México, que tradicionalmente sempre liderava o ranking, apresentou uma queda significativa entre 2013 e 2015”, destaca Ana Elisa Bezerra, vice-presidente da LCR Capital Partners no Brasil.

O México, que liderava desde 2010, chegou a ter 145 vistos emitidos em 2013; caiu consideravelmente em 2016, com a emissão de 57 vistos e apresentou uma leve recuperação em 2017, passando para 85. A Venezuela cresceu 440% nos últimos 8 anos, passando de 20 para 108 vistos; Canadá, com 55 vistos e Colômbia, com 21, completam a lista dos Top 5 das Américas.

O EB-5 é um programa credenciado pelo governo norte-americano que oferece visto (Green Card) a quem investir em projetos para a geração de empregos naquele país. O valor de investimento é atualmente de US$ 500 mil, com uma probabilidade de aumento pelo congresso americano nos próximos meses. 



Tradução Juramentada

Os serviços de tradução juramentada ocupam um lugar especial nas tabelas de tarifas de tradução das empresas dessa área.


Avaliação positiva do governo Jair Bolsonaro sobe para 40%, mostra CNI-Ibope

Popularidade cresceu frente à taxa de 29%, registrada em dezembro de 2019. Parcela da população que confia no presidente subiu para 46%, mas 51% dizem não confiar.

Avaliação positiva do governo Jair Bolsonaro sobe para 40%, mostra CNI-Ibope

INSS vai aumentar capacidade de atendimento da Central 135

O instituto ligará para todos os segurados que tenham o cadastro correto.

INSS vai aumentar capacidade de atendimento da Central 135

Estação das flores chega no Hemisfério Sul

Há probabilidade acima de 70% de que as condições do La Niña se iniciem durante a primavera de 2020.

Estação das flores chega no Hemisfério Sul

A espera da famosa reforma tributária

Não existe sistema tributário no mundo que seja perfeito, mas o nosso está muito longe de ser, no mínimo, bom.

A espera da famosa reforma tributária

Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro

Expansão é de 14,4% na comparação com agosto.

Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro

Incêndio em ambientes hospitalares: o que pode ser feito para minimizar riscos

Motivos ligados à rede elétrica é uma das causas mais comuns nas ocorrências.

Incêndio em ambientes hospitalares: o que pode ser feito para minimizar riscos

PIB tem queda de 4% no trimestre encerrado em julho, aponta FGV

Na comparação com junho, PIB cresceu 2,4% no mês.


Cartilha destaca os 30 anos do Código de Defesa do Consumidor

Material lançado pela Polícia Civil de Minas Gerais divulga os principais direitos na relação de consumo.


Exportações do agronegócio somam quase US$ 9 bilhões no mês de agosto

As vendas foram puxadas pela soja em grão e o açúcar de cana.

Exportações do agronegócio somam quase US$ 9 bilhões no mês de agosto

Valores de imóveis sobem e superam a inflação

A crise atual provocada pela pandemia do novo coronavírus tem afetado diversos setores da sociedade.

Valores de imóveis sobem e superam a inflação

Pandemia, economia brasileira e o Auxílio Emergencial

O Auxílio Emergencial, comumente conhecido como “coronavoucher”, teve seus valores atualizados.

Pandemia, economia brasileira e o Auxílio Emergencial