Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Brasil volta a contar com quatro fusos horários

Brasil volta a contar com quatro fusos horários

31/10/2013 Da Redação

Dilma restabelece antigo fuso horário do Acre e Amazonas.

A presidente Dilma Rousseff revogou uma lei, de autoria do então senador Tião Viana (PT-AC), sancionada pelo então presidente Lula, em junho de 2008, que alterou o fuso horário do Acre e de parte do Amazonas de duas para uma hora em relação a Brasília.

O Brasil volta a contar com quatro fusos horários, sendo o quarto o que se caracterizava há 95 anos pela hora de Greenwich 'menos cinco horas', que compreende o Acre e o sul do Amazonas.

De acordo com a Lei 12.876, sancionada pela presidente nesta quarta-feira e publicada na edição do Diário Oficial da União desta quinta, a partir do dia 10 de novembro populações do Acre e parte do Amazonas voltam a conviver com duas horas a menos que Brasília.

Por causa do horário de verão em outras regiões do país, quando a lei entrar em vigor a diferença será de três horas em relação à capital federal.

Sob a alegação de que a população sofria prejuízos econômicos, sociais e culturais por causa da diferença em relação ao restante do país, Tião Viana e Lula alteraram o decreto 2.784, de junho de 1913, de autoria do presidente Hermes da Fonseca.

A mudança não agradou à maioria porque foi feita sem consulta à população. O descontentamento popular foi comprovado em 2010, quando os eleitores do Acre participaram de um referendo sobre o tema, decorrente de um projeto de autoria do deputado Flaviano Melo (PMDB-AC).

O resultado mostrou que 39,2% dos eleitores queriam o retorno à hora antiga, enquanto 29,7% eram favoráveis à manutenção do fuso horário em vigor.



Dia Livre de Impostos terá Mercado do Imposto na Praça Sete em BH

Ideia é mostrar como a carga tributária brasileira está entre as mais elevadas do mundo

Dia Livre de Impostos terá Mercado do Imposto na Praça Sete em BH

Minas lança Plano de Segurança para as comunidades próximas às barragens

Documento visa reduzir riscos e mitigar os efeitos da mineração nas cidades mineiras

Minas lança Plano de Segurança para as comunidades próximas às barragens

ANM repassa R$ 271 mi a municípios afetados por exploração de minério

Serão repassados valores acumulados desde junho de 2018

ANM repassa R$ 271 mi a municípios afetados por exploração de minério

Minas tem mais uma comunidade quilombola reconhecida

Povoado da Fazenda Itaipava fica no município de Açucena, no Vale do Aço


81% dos brasileiros dependem exclusivamente do INSS para aposentadoria

Com o objetivo de mostrar a importância da educação financeira nas empresas, a Associação Brasileira de Educadores Financeiros (ABEFIN), divulga uma pesquisa sobre a saúde financeira dos trabalhadores brasileiros.

81% dos brasileiros dependem exclusivamente do INSS para aposentadoria

Taxa de desemprego cresce em 14 estados em 2019

Nas outras 13 unidades federativas, a taxa manteve-se estável no primeiro trimestre do ano

Taxa de desemprego cresce em 14 estados em 2019

Governo de Minas faz revisão de orçamento e encontra déficit maior

Orçamento aprovado para 2019 tem rombo de R$ 15,177 bilhões, maior que os R$ 11,443 bilhões anunciados pela gestão passada.


Banheiros químicos adaptados agora são obrigatórios

Sancionada a lei que torna banheiros químicos adaptados obrigatórios em eventos

Banheiros químicos adaptados agora são obrigatórios

Congresso Mundial de Câmaras

Acontece no Rio de Janeiro de 12 a 14 de junho.


Pedidos de recurso e revisão do INSS passam a ser feitos pela internet

O Meu INSS é acessível por meio de computador ou celular

Pedidos de recurso e revisão do INSS passam a ser feitos pela internet

Clube inglês paga o mesmo a homens e mulheres

Desde início da iniciativa, média de público nos jogos de mulheres cresceu.

Clube inglês paga o mesmo a homens e mulheres

Bolsonaro indicará Moro ao STF

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, presidente admite que prometeu vaga a atual ministro e diz que pretende honrar compromisso.

Bolsonaro indicará Moro ao STF