Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Com o PIX, economia para os lojistas

Com o PIX, economia para os lojistas

17/11/2020 Valquírio Cabral

Vendas mais rápidas e seguras para o consumidor.

Hoje o processo de pagamento on-line pelo consumidor é a parte mais demorada no processo de compra.

Mas a partir da entrada em funcionamento do PIX, sistema de pagamento instantâneo do Banco Central, a vida ficará mais fácil tanto para o lojista quanto para os clientes, afirma Valquírio Cabral Jr., consultor especializado em vendas para o varejo e sócio-diretor do Grupo Cabral, com 23 lojas franqueadas no País.

O PIX deve substituir os complicados e caros TED, DOC e cartões de débito e os pagamentos à vista ganharão enorme agilidade.

Valquírio acredita que no caso dos lojistas o novo sistema deve gerar uma grande economia “Com o PIX, a taxa bancária pode ser reduzida a centavos”, avalia.

Além disso, o valor da venda à vista é debitado na hora, quando hoje os pagamentos por outros meios levam até dois dias para entrar na conta dos comerciantes.

Para o consumidor, a grande vantagem será passar o PIX, muito mais rápido e mais seguro, sem precisar andar com o cartão de débito, usando apenas o celular.

No dia 16 de novembro, o PIX começará a funcionar ininterruptamente, por 24 horas e todos os dias da semana, para todos os consumidores e empresas que se cadastraram nos bancos.

Em 3 de novembro o BC e instituições financeiras deram início à primeira fase de testes do sistema. O serviço foi liberado para um grupo restrito de clientes cadastrados e escolhidos pelos bancos.

No primeiro dia, a maior transação registrada foi de R$ 35 mil e o número de chaves usadas chegou a 60 milhões. Valquírio acredita que a adesão deverá ser grande e rápida.

“Já devemos ter uma boa ideia dos resultados do PIX com o Black Friday, que acontece dia 27 de novembro. Minha expectativa é que teremos bons reflexos nas vendas.”.

Rapidez e segurança – Segundo Valquírio, atualmente custa caro vender e é mais caro ainda receber do consumidor.

Hoje, o lojista paga taxas de até 4% para o banco de todo o dinheiro que entra na conta proveniente de uma venda, sendo que muitas vezes seu lucro não chega nem ao percentual da taxa. E quanto maior o risco do negócio - por exemplo, uma joalheria - maior a taxa do cartão.

“A entrada do PIX deve acelerar muito os negócios e, com o tempo, as lojas podem até parar de aceitar cartão de débito. Com o novo sistema será possível também eliminar o aluguel da maquininha de passar cartão, muitas vezes a um custo de R$ 200 por máquina/mês. E as longas filas dos caixas para pagar, tão comuns nas lojas no final do ano, deverão diminuir”, prevê.

Para o consultor, os preços dos produtos têm mesmo a chance se diminuir, com a promoção de descontos caso o PIX seja usado para pagamento. As compras de pequenos valores também devem se beneficiar.

“Às vezes o consumidor está sem dinheiro e não quer usar o cartão de débito para uma compra pequena. Vai usar o PIX”.

Outra vantagem é a possibilidade e receber suas compras mais rapidamente. “Muitas vezes a cliente demora pelo menos dois dias esperando o comerciante confirmar os depósitos antes a entrega. Agora, é possível comprar e receber no mesmo dia”, diz Valquírio.

O consultor destaca que o Banco Central está disposto a autorizar também um meio de pagamento pelo WhatsApp, o que pode ocorrer até o fim o ano. Por ele, o pagamento seria finalizado imediatamente no ato da venda.

“O consumidor ganha tempo e a loja também. Além disso, evita desistências no processo de compra pelo cliente, o que ocorre em número bem pequeno, mas sempre representa uma perda para o lojista”.

* Valquírio Cabral Júnior é CEO da Valquírio Cabral Consulting.

Fonte: Betini Comunicação



IBGE: Desemprego cai para 11,6% em novembro

É a menor taxa de desemprego desde o trimestre encerrado em janeiro de 2020, quando ficou em 11,4%.

IBGE: Desemprego cai para 11,6% em novembro

Brasil piora duas posições em ranking de corrupção

Entre 180 países analisados, o Brasil ocupou a 96ª colocação no Índice de Percepção da Corrupção (IPC) no ano passado, segundo levantamento da Transparência Internacional.

Brasil piora duas posições em ranking de corrupção

Consumidor tem direito à restituição em caso de insatisfação com assistência técnica

Especialista em Direito Civil explica o que clientes devem fazer ao enfrentarem problemas recorrentes da assistência técnica.

Consumidor tem direito à restituição em caso de insatisfação com assistência técnica

Pandemia fez um novo bilionário a cada 26 horas, diz Oxfam

Enquanto isso, a renda de 99% da humanidade caiu.

Pandemia fez um novo bilionário a cada 26 horas, diz Oxfam

Teto do seguro-desemprego sobe para R$ 2.106,08 após reajuste

Piso segue o salário mínimo e aumenta para R$ 1.212.

Teto do seguro-desemprego sobe para R$ 2.106,08 após reajuste

Rede Mater Dei compra hospital em Goiânia

Região Centro-Oeste sempre foi um dos focos da instituição, que busca se estabelecer também nas regiões Nordeste e Norte.


Campanha Circuito Solidário recebe doações para as vítimas das chuvas em Minas Gerais

Espaços culturais que integram o Circuito Liberdade, em BH, serão pontos de entrega de diversos materiais até o dia 24 de janeiro.

Campanha Circuito Solidário recebe doações para as vítimas das chuvas em Minas Gerais

Valor da cesta básica aumenta em todas as capitais em 2021

Maior alta foi em Curitiba (16,3%) e a menor, em Brasília (5,03%).

Valor da cesta básica aumenta em todas as capitais em 2021

Visto para investidores tem mudanças em Portugal e novas regras para compra de imóveis

Facilidades atraem brasileiros e outros estrangeiros que desejam investir e morar na Europa.

Visto para investidores tem mudanças em Portugal e novas regras para compra de imóveis

Correios registram cerca de 90 mil documentos perdidos em 2021

Saiba como checar se seu documento está com os Correios.

Correios registram cerca de 90 mil documentos perdidos em 2021

Não há liberdade sem Internet para todos

É difícil imaginar uma realidade em que a sociedade não esteja conectada diariamente por meio de redes sociais, aplicativos e sites diversos.

Não há liberdade sem Internet para todos

Oportunidades de negócios entre nações árabes e Brasil

Para entendermos melhor as oportunidades, é importante avaliarmos dados comerciais e pensarmos de modo estratégico.

Oportunidades de negócios entre nações árabes e Brasil