Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Cresce percentual de brasileiros que vão usar 13º salário para comprar presentes

Cresce percentual de brasileiros que vão usar 13º salário para comprar presentes

27/11/2019 Divulgação

32% dos trabalhadores vão gastar com presentes do que com pagamento de dívidas, aponta pesquisa.

Cresce percentual de brasileiros que vão usar 13º salário para comprar presentes

O recebimento do 13º salário é sempre um período de alívio para o bolso dos consumidores. Trata-se de um dinheiro extra que pode ajudar tanto no pagamento de dívidas, quanto nas comemorações de Natal e Réveillon.

Uma pesquisa feita em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que neste ano, mais brasileiros vão se utilizar desse dinheiro extra para adquirir presentes. Na comparação com 2018, aumentou de 23% para 32% o percentual de trabalhadores que vão gastar ao menos parte do 13º salário com a compra de presentes. Em contrapartida, o pagamento de dívidas em atraso é a quarta opção mais citada, com 15% de citações.

Em segundo lugar ficou a intenção de poupar ou investir os recursos do 13º salário (24%), seguido daqueles que vão destinar o dinheiro extra para as comemorações de Natal e Ano Novo (22%). Há ainda 15% de pessoas que vão priorizar o pagamento de contas básicas, como água e luz, por exemplo e, 14% que vão realizar alguma viagem.

Na avaliação da economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, o cenário econômico pouco melhor do que em anos anteriores pode estimular uma disposição maior dos brasileiros em ir às compras com o 13º salário.  “O país se recupera lentamente da crise e ainda sofre com os efeitos negativos da recessão, como desemprego elevado e renda comprimida. Ainda assim, o período mais agudo das dificuldades já foi superado, o que de certa forma, pode estimular um otimismo maior dos brasileiros na hora ir de ao consumo”, afirma a economista.

CNDL/SPC Brasil



Caixa começa a pagar saque-aniversário do FGTS

Trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro receberão dinheiro.

Caixa começa a pagar saque-aniversário do FGTS


Indústria, Hospital Mater Dei e governo de Minas se unem para atender pacientes

Unidade Betim-Contagem terá quase 250 leitos para internação e tratamento intensivo de pacientes da COVID-19.


Armazenamento doméstico em tempos de crise

No relato bíblico sobre as pragas que assolaram o Egito, observamos padrões de comportamento muito semelhantes aos adotados nestes últimos dias.


Olimpíada de Tóquio começará em 23 de julho de 2021

Os Jogos de Tóquio (Japão) estão oficialmente remarcados.

Olimpíada de Tóquio começará em 23 de julho de 2021

Poupança ainda é o investimento mais escolhido pelos brasileiros

Levantamento CNDL/SPC Brasil mostra que dos 34% que costumam fazer reserva financeira, 62% apostam na caderneta de poupança e 27% ainda preferem guardar as economias em casa.

Poupança ainda é o investimento mais escolhido pelos brasileiros

Caixa e Banco do Brasil passam a operar em horário reduzido

Agências terão horário reduzido devido ao coronavírus,

Caixa e Banco do Brasil passam a operar em horário reduzido

Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio são adiadas para 2021

Em sua 32ª edição, a previsão era de que 11 mil atletas, de pelo menos 204 países, disputassem os Jogos.

Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio são adiadas para 2021

Imposto de Renda 2020: passo a passo para declarar reformas em imóveis

Despesas como pinturas, pequenos reparos, ampliação, materiais de construção e mão de obra podem ser incluídas na declaração.

Imposto de Renda 2020: passo a passo para declarar reformas em imóveis

Imposto de Renda: atenção ao declarar o consórcio de imóveis

Contribuinte deve ficar atento às diferenças entre a declaração de cotas contempladas e não contempladas.

Imposto de Renda: atenção ao declarar o consórcio de imóveis

Abate de bovinos cresceu 1,2% em 2019

O destaque foi Mato Grosso com 430,55 mil cabeças.

Abate de bovinos cresceu 1,2% em 2019

Governo suspende por 120 dias bloqueio de pagamento de benefícios

Benefício de Prestação Continuada é um recurso destinado a pessoas com deficiência ou acima de 65 anos que tenham renda familiar per capita de até um quarto de salário mínimo.