Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Fifa decide ampliar Copa do Mundo para 48 equipes

Fifa decide ampliar Copa do Mundo para 48 equipes

10/01/2017 Deutsche Welle

Participantes vão se dividir em 16 grupos de três.

Fifa decide ampliar Copa do Mundo para 48 equipes

A Fifa aprovou nesta terça-feira (10/01), por unanimidade, uma expansão da Copa do Mundo de futebol, aumentando de 32 para 48 o número de seleções nacionais que participarão do evento a partir de 2026. A ampliação do número de países participantes do principal torneio do futebol mundial era uma das prioridades do presidente Gianni Infantino, eleito para a presidência da entidade em fevereiro do ano passado, após um escândalo de corrupção.

A expansão, decidida por unanimidade pelo Conselho da Fifa, resultará num formato de 16 grupos com três equipes nacionais cada, das quais duas vão se classificar para a próxima fase, que será disputada por sistema de eliminatória. O modelo atual, com 32 equipes divididas em grupos com quatro seleções, será mantido até a Copa do Mundo do Catar, em 2022. Com esse novo sistema, a Copa do Mundo passará dos 64 para 80 jogos, mas manterá os atuais 32 dias de competição.

Além disso, os dirigentes da entidade máxima do futebol mundial abriram a possibilidade de que o torneio possa ser disputado em vários países de um mesmo continente, já que é difícil que uma única nação possa contar com todas as instalações necessárias para sediar um torneio dessa magnitude. O temor era que só os países grandes pudessem sediar uma Copa do Mundo.

A expansão é muito popular entre os países da África e da Ásia, que almejam aumentar a participação de suas seleções na Copa do Mundo, mas enfrenta resistência de alguns representantes europeus, entre eles os presidentes da Uefa, Aleksander Ceferin, e da Associação Europeia de Clubes, o alemão Karl-Heinz Rummenigge, que alertou contra a sobrecarga do calendário atual do futebol mundial. A Alemanha, atual campeã mundial, também havia criticado a proposta de expansão da Copa do Mundo. 



Portabilidade de crédito imobiliário cresce 200% em 2019

Número representa 6,4% dos contratos que poderiam ser alterados.

Portabilidade de crédito imobiliário cresce 200% em 2019

Casos de feminicídio crescem 22% em 12 estados durante pandemia

Números da violência contra a mulher caíram em apenas três estados.

Casos de feminicídio crescem 22% em 12 estados durante pandemia

Consumo das famílias tem a queda mais intensa desde 2001

O motivo da queda, segundo o IBGE, foi a pandemia do novo coronavírus.

Consumo das famílias tem a queda mais intensa desde 2001

Por que plano de saúde está tão caro?

Não é de hoje que os planos de saúde estão ficando cada vez mais caros.

Por que plano de saúde está tão caro?

Brasil perde mais de 860 mil empregos formais em abril

De janeiro a abril foram 4.999.981 admissões e 5.763.213 demissões.

Brasil perde mais de 860 mil empregos formais em abril

Correios serão opção para fazer cadastro para auxílio emergencial

Banco é condenado por falha ao compensar cheque

Cliente vai receber R$ 15 mil por danos morais.

Banco é condenado por falha ao compensar cheque

Dólar nas alturas: será que só existe desvantagem?

Do momento em que os casos de covid-19 começaram a aparecer fora da China, a moeda norte-americana acelerou o movimento de alta dos preços.

Dólar nas alturas: será que só existe desvantagem?

Fake news: da mídia à justiça (e vice-versa)

As fake news estão ultrapassando os prejuízos financeiros e de credibilidade nas empresas e invadindo o judiciário com dezenas de processos.

Fake news: da mídia à justiça (e vice-versa)

Por que emitir moeda em tempos de pandemia?

Somente o BC pode emitir moeda e somente o TN pode emitir títulos e pagar as despesas do Governo Federal.

Por que emitir moeda em tempos de pandemia?

Cartórios do interior já podem realizar casamentos virtuais

O projeto-piloto que autoriza a realização de casamentos civis por videoconferência e escritura pública digital foi ampliado.

Cartórios do interior já podem realizar casamentos virtuais

O que está acontecendo com o dólar com a saída do Moro?

A crise causada pelo Coronavírus já vinha elevando o preço do dólar que, nos últimos tempos, estava apresentando patamares históricos.

O que está acontecendo com o dólar com a saída do Moro?