Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Gasto com segurança pública não diminui criminalidade

Gasto com segurança pública não diminui criminalidade

30/06/2006 Divulgação

Um estudo realizado por economistas brasileiros, que compararam dados oficiais, mostra que o aumento da despesa de estados em segurança pública pode não ser a melhor solução contra a criminalidade. Dos 12 estados brasileiros que mais gastam com segurança pública, 10 apresentam índices de criminalidade maiores que a média nacional. Em compensação, dos 10 estados que menos gastam com segurança, apenas um possui maior índice de criminalidade.

Não há uma correlação necessária entre tamanho de gastos e baixos índices de criminalidade. A maioria dos estados do Nordeste gasta pouco com segurança e possuem baixos índices de violência. Não é a quantidade de dinheiro que conta, e sim como esse dinheiro é aplicado. A estrutura social da região pode ser um fator determinante de altos ou baixos índices de crimes. Deve-se aliar bons resultados com poucos gastos.

O governo do Rio foi o que mais gastou este ano, mas, mesmo assim, o estado aparece como o 4º pior índice de crimes do Brasil. Mas em pior situação que o Rio de Janeiro, está o Distrito Federal. Seu governo só não aparece como o que mais gasta com a segurança porque 94% de suas despesas são pagas pelo governo federal. Mas o DF possui o maior aparato de segurança do Brasil. Mesmo assim, a criminalidade não pára de crescer.

São Paulo é o 7º estado mais violento, apesar de ser um dos 10 que mais investe na segurança. Devido a mudanças na gestão, nos últimos anos, o estado consegui melhorar 4 posições no ranking.



Governo Federal lança plano de testagem em seis cidades brasileiras

Até o fim do ano, serão distribuídos 60 milhões de testes.

Governo Federal lança plano de testagem em seis cidades brasileiras

Estradas mineiras receberão 598 novos radares de velocidade

Implantação de novos equipamentos em trechos sob responsabilidade do DER-MG ocorrerá de forma gradativa e com ampla divulgação.

Estradas mineiras receberão 598 novos radares de velocidade

Pecuarista de Minas Gerais recebe prêmio por silagem de alta qualidade

Desafio – Qualidade de Silagem Premium, realizado pela Sementes Biomatrix, reconhece os melhores produtores.

Pecuarista de Minas Gerais recebe prêmio por silagem de alta qualidade

BTG Pactual traz executivos do mercado em preparação para abertura de filial em BH

Time com vasta experiência em alta renda e Private vai liderar escritório de assessoria de investimento na capital mineira.



Ruas tomadas de alegria

Lembro-me bem quando tudo começou. Foi minha primeira eleição, para governador, em 1982.

Ruas tomadas de alegria

Cesta básica sobe em 13 das 17 capitais pesquisadas

Cesta mais cara é a de Porto Alegre, que custa R$ 664,67.

Cesta básica sobe em 13 das 17 capitais pesquisadas

Governo de Minas publica edital para concessão do Mineirinho

Empresa vencedora deverá promover reforma completa do imóvel e investir R$ 41 milhões nos dois primeiros anos de operação.

Governo de Minas publica edital para concessão do Mineirinho

Norte e Nordeste são regiões com maior insegurança alimentar, aponta estudo

Enani 2019 mostra que 47,1% das famílias brasileiras com crianças menores de 5 anos de idade vivem com algum grau de insegurança alimentar.

Norte e Nordeste são regiões com maior insegurança alimentar, aponta estudo

Porque o povo rejeita a política e os políticos

Os mal-acostumados querem voltar aos tempos fáceis.

Porque o povo rejeita a política e os políticos

Manifesto em defesa da democracia é lançado em BH

Nomes como Salim Mattar, Modesto Araújo e Cledorvino Belini se reúnem em documento que será entregue a autoridades.

Manifesto em defesa da democracia é lançado em BH

A retomada dos eventos-teste como um possível início do pós-pandemia

Como se adaptar e fornecer os melhores produtos e soluções frente a um cenário.

A retomada dos eventos-teste como um possível início do pós-pandemia