Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Incêndio em ambientes hospitalares: o que pode ser feito para minimizar riscos

Incêndio em ambientes hospitalares: o que pode ser feito para minimizar riscos

17/09/2020 Divulgação

Motivos ligados à rede elétrica é uma das causas mais comuns nas ocorrências.

Incêndio em ambientes hospitalares: o que pode ser feito para minimizar riscos

O ambiente hospitalar é um dos poucos lugares onde podemos encontrar todos os riscos existentes. Lá, temos riscos físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e de acidentes, sendo necessária toda a precaução possível. No entanto, além dos perigos já pré-existentes, é necessário o cuidado em dobro com manutenção predial e instalação de equipamentos de prevenção contra incêndios e outras emergências. Só em 2019, o Brasil registrou 32 incêndios de grandes proporções em unidades hospitalares, segundo a Associação Brasileira para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar (ABDEH). No mundo, foram mais 800 mortes em consequência de fogo em hospitais.

Em tempos de pandemia, o nível de ocupação desses locais chega quase ao seu ponto máximo, podendo até sobrecarregar um sistema que não está preparado. Neste ano, tivemos exemplos de casos no Amapá, Ceará, Paraíba e, mais recentemente, em Brasília.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Sprinklers (ABSpk), Felipe Melo, especialista em medidas de proteção contra incêndios e emergências, motivos ligados à rede elétrica é uma das causas mais comuns nas ocorrências. “Além de problemas com trabalho à quente, como por exemplo solda em estrutura metálica ou qualquer outro método que gere faísca, é comum vermos, também, casos envolvendo coifa de cozinha, devido a acúmulos de gordura nos dutos de exaustão ou até mesmo em fritadeiras”, explicou. Por isso, a atenção deve ser redobrada.

“Uma das medidas de segurança que pode ajudar muito nesses momentos são rotas de fuga bem dimensionadas, nos hospitais, que ajudam em uma evacuação mais rápida, e a adoção de sistemas de sprinklers, traduzidos no Brasil para “Chuveiros Automáticos”, que controlam o incêndio logo no início e inibem a formação de fumaça tóxica, dando tempo e visibilidade para a evacuação do espaço, minimizando os riscos”, aconselhou.

Além disso, os projetos arquitetônicos hospitalares atuais devem levar em consideração as normas de emergência, visando à aprovação da estrutura perante órgãos reguladores. Para prevenir incêndios de forma eficiente, é preciso ter um planejamento mais detalhado, que considere receber apoio de engenheiros com maior vivência de segurança contra incêndios desde o início, estabelecendo opções de proteção em casos de ocupantes com pouca ou nenhuma opção de mobilidade.

Fonte: GP Image



Aumenta número de candidatos autodeclarados negros

Esta é primeira vez que os candidatos brancos não representam a maioria dos concorrentes às vagas eletivas.

Aumenta número de candidatos autodeclarados negros

Pix vai provocar melhorias de internet banking?

A pandemia tornou as pessoas mais dependentes do digital.

Pix vai provocar melhorias de internet banking?

Banco Central registra recorde de remessas de dólares para o Brasil

Alta do dólar estimula transferências de brasileiros no exterior.

Banco Central registra recorde de remessas de dólares para o Brasil

Sites falsos aplicam golpes usando nome do TJMG

Quadrilhas se passam por empresas credenciadas para realizar leilões eletrônicos.

Sites falsos aplicam golpes usando nome do TJMG

Diagnóstico correto, receita errada

Aumento de desigualdade não é igual a aumento de pobreza.

Diagnóstico correto, receita errada

PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

Drones vão sobrevoar zonas eleitorais para inibir condutas vedadas.

PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

As marchas dos campeões: os hinos dos clubes de futebol no Brasil

Compositores desconhecidos e de renome nacional se dedicaram a estas criações.

As marchas dos campeões: os hinos dos clubes de futebol no Brasil

Quem aluga apartamento por temporada não pode usar as áreas comuns do condomínio?

Empresas gastam R$162 bilhões por ano para acompanhar mudanças na legislação

De acordo com estudo, cada companhia deve seguir 4.377 normas tributárias, o que corresponde a 6,4 quilômetros de normas.

Empresas gastam R$162 bilhões por ano para acompanhar mudanças na legislação

Eleições 2020: Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar

Mesmo suspensa por causa da pandemia, biometria aumentou.

Eleições 2020: Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar

Propaganda eleitoral nas redes sociais: limites, abusos e desafios da Justiça

O objetivo central de toda campanha é a captação, conquista ou atração dos votos.

Propaganda eleitoral nas redes sociais: limites, abusos e desafios da Justiça

Especialista explica: é melhor alugar ou comprar um imóvel?

O sonho da casa própria é uma meta perseguida por milhões de brasileiros.

Especialista explica: é melhor alugar ou comprar um imóvel?