Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Missão no Haiti liderada pelo Brasil se aproxima do fim

Missão no Haiti liderada pelo Brasil se aproxima do fim

21/05/2017 Divulgação

Após 13 anos, Missão no Haiti está marcada para acabar em 15 de outubro.

Missão no Haiti liderada pelo Brasil se aproxima do fim

Explodia a violência em Porto Príncipe, em 2004, quando o Brasil assumiu o comando militar da missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (Minustah). O país caribenho vivia em guerra civil, com gangues armadas, depois da renúncia do presidente Jean Bertrand Aristide.

Passados 13 anos, a operação tem data para acabar: até 15 de outubro deste ano, todos os militares do Brasil e dos outros 15 países que compõem a missão deixarão o Haiti.

Em todo esse período, além da miséria extrema, a operação ganhou novos contornos e perfil principalmente depois do terremoto de 2010, que deixou 220 mil mortos. A par do desgaste de mais de uma década, militares passaram a ter papel social e humanitário, ajudando na reconstrução do país.

Até outubro, terão passado pela missão aproximadamente 37 mil militares dos 15 países, incluindo o último contingente de 950 profissionais. Foram 30.359 integrantes do Exército, 6.299 da Marinha e 350 da Aeronáutica. O Ministério da Defesa considera que os maiores desafios enfrentados pela tropa brasileira na Minustah foram a pacificação da comunidade de Cité Soleil, a atuação durante o terremoto em 2010 e a ação decorrente do Furacão Matthew.

“O comando militar da operação por parte do Brasil, por decisão da ONU [Organização das Nações Unidas], representa grande prestígio e experiência para o país, além de ser uma representação de projeção de poder muito importante”, analisa o professor de relações internacionais Antonio Jorge Ramalho, da Universidade de Brasília (UnB). Para ele, após tantos anos de operação, as forças policiais no Haiti precisam ter condições de manter a segurança de forma autônoma.

O fim das operações está programado para acontecer até 1º de setembro e 90% do efetivo deve deixar o Haiti até o dia 15 do mesmo mês. Depois, por um mês, os 10% do efetivo restantes cuidarão do envio dos materiais e sairão do país. O Ministério da Defesa aguarda um convite para integrar outra missão de paz, caso o Congresso Nacional autorize.

O Brasil já participou de mais de 33 missões das Nações Unidas e enviou mais de 50 mil militares no exterior. “Atualmente, além do Haiti,o Brasil também possui integrantes nas missões de paz no Líbano, Chipre, Costa do Marfim, Libéria, República Centro-Africana, Saara Ocidental, Sudão e Sudão do Sul. Os militares atuam principalmente como integrantes em Estado Maior e como observadores em áreas pacificadas", informa o Ministério da Defesa.

Fonte: Agência Brasil



Pesquisa mostra brasileiros mais preocupados com pobreza e pandemia

Poluição e escassez de água potável também preocupam.

Pesquisa mostra brasileiros mais preocupados com pobreza e pandemia

Aumento da expectativa de vida não considera efeitos da Covid-19

De acordo com o IBGE, a expectativa de vida no Brasil era de 76,8 anos em 2020.

Aumento da expectativa de vida não considera efeitos da Covid-19

A Glamourização do Alcoolismo

Junto com a pandemia do Covid 19 surgiu uma outra pandemia, sutilmente disfarçada de status ou “momento de relaxamento”: o consumo excessivo de álcool.

A Glamourização do Alcoolismo

Governo sanciona lei que institui o auxílio gás

Auxílio será destinado às famílias inscritas no CadÚnico

Governo sanciona lei que institui o auxílio gás

Regras para as confraternizações de fim de ano em condomínios

Os salões de festas e churrasqueiras estão novamente disponíveis aos moradores para receber seus convidados.

Regras para as confraternizações de fim de ano em condomínios

Black Friday é o Natal dos golpistas – veja 8 caminhos para se proteger

Na Black Friday os cuidados devem ser enormes, pois sofremos com uma avalanche de promoções.

Black Friday é o Natal dos golpistas – veja 8 caminhos para se proteger

Belo Horizonte recebe o maior “Feirão Limpa Nome” de todos os tempos

Com recorde de pontos de atendimento físico no país, seis capitais devem receber milhares de brasileiros para consulta e renegociação de dívidas entre 23 e 27 de novembro

Belo Horizonte recebe o maior “Feirão Limpa Nome” de todos os tempos

Em 10 anos, Lei de Acesso à Informação contabiliza 1 milhão de pedidos

Registros de óbitos no Brasil têm alta de 14,9% em 2020

De acordo com o IBGE foi a maior alta desde 1984.

Registros de óbitos no Brasil têm alta de 14,9% em 2020

Governo lança nova versão do ID Jovem

Beneficiários terão transporte coletivo com desconto.

Governo lança nova versão do ID Jovem

GP de Fórmula 1 deve gerar R$ 810 milhões para o estado de São Paulo

Corrida será no próximo domingo, no Autódromo de Interlagos

GP de Fórmula 1 deve gerar R$ 810 milhões para o estado de São Paulo

BNDES apoiará 21 projetos de patrimônio histórico

Programa contribui para o desenvolvimento local, com geração de emprego e renda e estímulo ao turismo.

BNDES apoiará 21 projetos de patrimônio histórico