Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Novo projeto de lei quer obrigar advogados a provar origem lícita dos honorários

Novo projeto de lei quer obrigar advogados a provar origem lícita dos honorários

08/07/2019 Da Redação

Apresentado pela deputada federal Bia Kicis, texto é criticado como trava no exercício da profissão.

Apresentado pela deputada Federal Bia Kicis (PSL-DF) no último dia 01 de julho, na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 3787/2019 vem causando discussões e recebido críticas entre advogados de diferentes áreas pelo País.

A proposta pretende alterar o Código Penal e o Código de Processo Penal no que diz respeito aos honorários recebidos pelos serviços prestados. Pelo texto, advogados que receberem honorários nos quais possam presumir que sejam de origem ilícita, poderão se enquadrar no crime de receptação qualificada.

Desta forma, passa a equiparar ao crime de receptação todo recebimento de honorários advocatícios que “sabe ser proveniente de produto de crime, ou influir para que terceiro, de boa-fé, os receba“. Para o advogado especializado em Direito Tributário, Jacques Veloso de Melo, sócio do escritório Veloso de Melo Advogados, "é absurda essa previsão pois coloca o advogado em uma posição de ter que investigar seu cliente para poder fazer algum tipo de defesa".

Segundo, Veloso, esse tipo de previsão criminaliza o próprio exercício da advocacia e traz para o usual uma questão absurda baseado em casos extraordinários como o da Lava Jato.

O texto ainda propõe alteração na Lei de Lavagem de Dinheiro para que os advogados e escritórios de advocacia prestem informações periódicas acerca de suas atividades ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) ou outro órgão regulador, passando assim a serem subordinados a mecanismos de controle.

Fonte: Max Cajé



Prefeitura de BH e UFMG formalizam parceria na área de cultura

Parceria tem foco especial na juventude e na formação.

Prefeitura de BH e UFMG formalizam parceria na área de cultura

Movimento quer reconhecer que o Copo Americano é na verdade Copo Lagoinha

A comemoração dos 20 anos da Cervejaria Wäls, festejados neste ano, relembra de seus primórdios e faz uma homenagem aos mineiros.

Movimento quer reconhecer que o Copo Americano é na verdade Copo Lagoinha

Três meses de atraso é sinônimo de perda do imóvel?

Quando o pagamento das parcelas não ocorre e ultrapassa o prazo estipulado, pode significar prejuízo.

Três meses de atraso é sinônimo de perda do imóvel?

Receita abre consulta a terceiro lote de restituição do IR

Crédito bancário será feito no dia 15 deste mês.

Receita abre consulta a terceiro lote de restituição do IR

Trabalhador já pode cancelar crédito automático do FGTS na Caixa

Prazo para pedir cancelamento vai até 30 de abril de 2020.

Trabalhador já pode cancelar crédito automático do FGTS na Caixa

Disque Denúncia lança campanha contra produtos contrabandeados

Ideia é alertar para a relação entre contrabando e crime organizado no Rio de Janeiro.

Disque Denúncia lança campanha contra produtos contrabandeados

Viaduto Santa Tereza recebe postes restaurados

Essa é uma ação que visa valorizar o Viaduto Santa Tereza.

Viaduto Santa Tereza recebe postes restaurados

Saques nas contas do FGTS começam em setembro

Poderão retirar até R$ 500 trabalhadores com contas ativas e inativas.

Saques nas contas do FGTS começam em setembro

BIM amplia a transparência nas contratações públicas

Assim, a construção diminui os desperdícios e resíduos, ampliando a transparência para as contratações das obras.


Petrobras tem lucro líquido recorde de R$ 18,9 bilhões no 2º trimestre

Resultado se deve, principalmente, à venda de 90% da participação da Petrobras na Transportadora Associada de Gás S.A.(TAG).

Petrobras tem lucro líquido recorde de R$ 18,9 bilhões no 2º trimestre

Dia dos Pais deve movimentar de cerca de 20 bilhões de reais

Aproximadamente 105 milhões de brasileiros devem ir às compras para o Dia dos Pais, indica pesquisa CNDL/SPC Brasil.

Dia dos Pais deve movimentar de cerca de 20 bilhões de reais

Selic em 6%: o que muda para o consumidor?

A mudança gera impactos positivos e negativos, como o incentivo ao consumo e a queda da rentabilidade de grande parte dos investimentos.